Personalidade dos gatos: análise de 5 raças

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

De que maneira o temperamento do felino doméstico influencia na forma como interage com as pessoas e o ambiente? Conhecer a personalidade do bichano pode otimizar a relação entre ele e seus donos. Para início de conversa, a personalidade dos gatos é reconhecida como peculiar desde os tempos remotos.

Tanto isso é verdade, que em muitos povos era atribuído ao felino ares de divindade, como no Egito Antigo, por exemplo. Retratados sempre como animais majestosos e amáveis, eles conquistaram o ambiente doméstico.

Especialistas garantem que 50% da natureza comportamental se define geneticamente, de acordo com a raça. Já os outros 50% seriam definidos pelas experiências de vida e convívio do animal. Sendo assim, escolher um felino para chamar de seu não deve ser algo feito de forma aleatória.

Por isso, se torna importante conhecer os traços de personalidade do animal antes de levá-lo para casa. Afinal, existem determinantes no comportamento do bichinho que podem não se adequar ao seu estilo de vida. Para uma convivência amorosa e recíproca, é preciso interessar-se em fazer a melhor escolha.

Personalidade dos gatos. Como eles chegaram até nós?

Os gatos começaram a ser domesticados cerca de 5000 a.c. às margens do rio Nilo. Descendentes do Felis silvestres, o gato selvagem, eles começaram a ser benvindos pela repulsão dos humanos aos roedores. Assim, não demorou muito tempo para que fossem integrados às famílias como um de seus membros.

Tendo sido levado à Europa por viajantes, lá provariam com o tempo o desgosto de serem caça. Seu predador se tornara o próprio Estado, representado então pela Igreja Católica durante a Idade Média. Assim, centenas de gatos foram queimados vivos junto a seus donos acusados de bruxaria.

Apenas ter um gato consigo era motivo para ser suspeito de praticar magia negra. Durante esse período, o felino era presença repulsiva nas casas, principalmente os de pelagem escura. Entretanto, após o fim da caça às bruxas os bichanos também conheceram a liberdade.

Após isto, após a colonização do novo mundo eles voltaram a representar uma opção de compainha doméstica. Nos EUA eles superam em número os cães, chegando a movimentar bilhões no negócio de pets. Esse aumento se deve principalmente à mudança de estilo de vida da população.

E os gatos se tornaram a opção mais adaptativa. Logo, o nível de adaptação dos gatos os levou ao patamar de queridinhos para se ter em casa. Isto se deve ao seu comportamento estável e distinto, fazendo-o ser escolha mais viável em lugar de um cão.

Moradias verticalizadas, habitações menores e rotinas ocupacionais fazem dos gatos o mais adequado bichano para se criar. A personalidade dos gatos, muito independentes e pouco bagunceiros, contribui para este cenário. Conheça um pouco mais sobre 5 personalidade felinas incríveis.

Personalidade dos gatos da raça Persa

A raça Persa é uma das queridinhas no Brasil e isto se deve ao temperamento dos bichinhos dessa raça. Afinal, costumam ser extremamente dóceis e muito independentes. Assim sendo, podem se adaptar muito bem a mudanças de residências e entrada de novos membros na família.

Um gato dessa raça costuma ser apegado ao dono, dormindo em sua cama ou sobre o seu colo. Eles possuem patas mais curtas, o que o faz não gostar muito de pular e escalar. Por isso, quem possui muitas prateleiras ou objetos em casa pode ser a raça ideal para manter.

Leia Também:  Tipos de ansiedade: neurótica, real e moralista

Entretanto, essa pouca disposição para o movimento pode influir em sua condição de saúde. Por essa razão, precisa ter sua condição de nutrição bem acompanhada a fim de não desenvolver obesidade. Além disso, também deve ser incentivado ao exercício.

Personalidade dos gatos da raça Siâmes

Quem não se apaixonaria por esses lindos olhos azuis? A característica física mais marcante dessa raça concorda com outra de sua personalidade: inteligência. Por isso, ele pode ser inclusive treinado para andar com coleira junto ao dono.

Contudo, a inteligência na personalidade de gatos como o siâmes não implica em adestramento. Eles continuam mantendo uma independência muita grande e vontade e desejos próprios. São extremamente carinhosos e exigem dedicação de tempo do seu dono para brincar com eles.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

Além disso, é uma raça amável que gosta de estar em contato com pessoa e outros animais. Portanto, pode ser uma ótima escolha para famílias com crianças, ainda mais se foi previamente socializado. É um bichano curioso e que gosta muito de exercitar o miado.

Personalidade de gatos da raça Maine Coon

É impossível não notar a presença de um exemplar desta raça. Isto se deve ao fato de o mesmo poder atingir até 10 kg e quase 100 cm de comprimento. Isso é muito incomum para a maioria das raças que têm exemplares pequenos. No entanto, estas proporções não influem negativamente na personalidade dos gatos.

São animais muito sociáveis e apegados a seus donos. Entretanto, podem se tornar ariscos e desconfiados em presença de desconhecidos. É uma das poucas espécies que gostam de água, e além disso possuem um instinto de caça aguçado.

Gatos Maine Coon são comumente conhecidos como “gigantes gentis”, devido à sua extrema amabilidade. Contudo, não são muito afeitos ao colo dos donos, diferentemente da personalidade de gatos de outras espécies. São muito brincalhões e gostam de fazer companhia.

Personalidade de gatos da raça Ragdoll

A tradução literal de sua nomenclatura diz muito sobre a personalidade desta raça: “boneca trapo”. Isto se deve ao fato de o animal da raça ser extremamente desejoso de colo e carinhos do dono.

Comumente seguem seu tutor pelos cômodos da casa e até respondem a chamados e comandos. Um gato dessa raça também possui temperamento emocional equilibrado e boa relação com os integrantes da família. Sendo um gato extremamente sossegado, é ideal para quem mora em apartamentos.

Personalidade dos gatos da raça Sphynx

Representa uma personalidade de gatos das mais apaixonantes. Por causa do seu físico é reconhecido facilmente: é o felino “careca”. Gostam muito de brincar e interagir, sendo muito apegados ao dono. Além disso, se esforçam por serem o centro das atenções.

Gostam de realizar acrobacias, coisa da qual a maioria de outros gatos se abstém. São muito amigáveis, espertos e afetivos, e se adaptam a qualquer formato de família. Da mesma forma, são capazes de conviver bem com outros animais.

Comentários finais: personalidade dos gatos

Nota-se que, mesmo diante de similaridades, toda raça possuirá sua particularidade. Assim, isso é algo que deve ser levado em conta no momento de se decidir por qual delas escolher. Sua rotina diária, sua disponibilidade de espaço e sua própria personalidade devem influir no momento de escolher seu bichano.

Leia Também:  Dia do Abraço: Acolhimento através do toque

Os detalhes de cada personalidade de gatos precisam ser respeitados e ter a devida atenção. É dessa forma que o felino poderá se adaptar ao convívio sem ter reprimidas suas necessidades e anseios emocionais. Afinal de contas, responsabilidade afetiva não se condiciona apenas a humanos.

Se você gostou de saber sobre a personalidade dos gatos, por que não descobrir sobre como ter um animal pode ajudar no tratamento de pessoas com problemas? Para isso, basta se matricular em nosso curso de Psicanálise Clínica. Ele é totalmente online, mas muito rico em conhecimento. O mesmo vale para o nosso blog, então não deixe de conferir nossos outros artigos!

2 thoughts on “Personalidade dos gatos: análise de 5 raças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − nove =