Pílula em Matrix

Pílula em Matrix: significado da pílula azul e vermelha

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise e Cultura

No ano de 1999 as pessoas foram surpreendidas pela trama e os efeitos do filme Matrix. Mais do que entretenimento, o público entendeu a mensagem do longa e passou a se questionar a respeito do que viram. Afinal, qual o significado da pílula em Matrix?

Enredo de Matrix: pílula azul e vermelha

Apesar de ser algo pequeno, o público se surpreendeu com o significado da pílula em Matrix. Em suma, os personagens em Matrix acreditam que vivem uma vida tranquila e verdadeira. Contudo, elas não imaginam que o mundo de verdade é muito mais amplo e profundo que a ilusão que vivem.

O personagem Morpheus (nome em referência ao Deus do sono, na mitologia grega) lidera uma resistência que vive longe da influência da Matrix. Segundo Morpheus, o personagem Neo está destinado a destruir a Matrix. Após Morpheus mostrar a Neo a possibilidade de conhecer a verdade, ele oferece a Neo duas pílulas: uma pílula azul e vermelha.

Se Neo tomar a pilula azul, ele retornará para a sua vida normal criada dentro da ilusão da Matrix. Caso Neo tome a pílula vermelha, ele retornará à Matrix consciente da manipulação que as máquinas fazem nos seres humanos e terá a chance de combater esse mundo maquinal.

Pílula azul ou vermelha: qual você tomaria?

Imagine que você tem uma vida comum, mas perfeita, porém sente que há algo de errado. Se você escolhe a pílula vermelha em Matrix você descobrirá a verdade por trás dessa realidade. Todavia, se você não quer confrontar a verdade, pode escolher a pílula azul em Matrix e retornar para a ilusão.

Há uma clara referencia ao Mito da Caverna, de Platão:

Os habitantes da caverna viam sombras de coisas, bichos e gentes projetadas no fundo da caverna. Um dos habitantes sai da caverna e vê que há coisas reais “lá fora”, que projetam essas sombras. Decide voltar à caverna e contar aos outros habitantes, que o matam.

A pergunta é: seria possível este habitante que saiu da caverna abdicar de um conhecimento mais profundo para continuar a viver sua vida na caverna?

  • Se a resposta for “não”, partimos de uma ideia da filosofia de que a busca da verdade (ou de diferentes verdades) deve falar mais forte que continuar vivendo uma vida de crendices. Neste sentido, o habitante do mito de Platão escolheu a pílula vermelha de Matrix, ao escolher sair da caverna.
  • Se a resposta for “sim”, pesaria mais o conforto da vida já conhecida e dos mecanismos de defesa; este habitante seria aceito pelo grupo, ao escolher a pílula azul de Matrix, ao escolher continuar vivendo na caverna e acreditando naquilo em que seus companheiros também acreditam.

Em ambos os casos, há uma ideia de escolha:

  • Morpheu oferece a Neo a possibilidade de escolha, do livre arbítrio.
  • Assim também o habitante que daí da caverna poderia ter escolhido “esquecer”.

Se há a possibilidade de não confronto, é porque isso traz algum conforto:

  • A vida social do senso comum é acompanhada por uma ideia de proteção e não conflito (pílula azul, ficar na caverna).
  • Mas nas duas histórias, é como se não fosse possível “desver” e abdicar de uma realidade nova e mais profunda, mesmo que haja o preço da dor do desafio (pílula vermelha, sair da caverna).

Em Platão e em Matrix, a escolha mais corajosa do ponto de vista intelectual e de uma ética de vida é pelo desafio: a pílula vermelha (ou “sair da caverna”).

Neste sentido, relembramos a conhecida grase da psicanalista Melanie Klein: “quem come o fruto do conhecimento é sempre expulso de algum paraíso”. Esta frase retoma a mito bíblico de Adão e Eva, mas também o mito da Caverna. “Querer conhecer” é uma forma de sair do Paraíso do lugar comum, do conforto integrativo de aceitar as regras impostas pelo costume.

Para muitas pessoas essa escolha é difícil, visto que ambas as opções trazem grandes responsabilidades:

Pílula azul

Significa que as pessoas querem se manter protegidas contra os riscos de uma outra possivel verdade. Dessa forma, elas ficarão presas a uma sociedade que não questiona, pois acreditam que tudo ao redor delas é funcional.

Leia Também:  A hora é agora? As 15 perguntas para tomar decisão

Pílula vermelha

Talvez poucas pessoas se arrisquem a tomar a pílula vermelha em Matrix a fim de descobrirem a verdade. Afinal, nem todas as pessoas são capazes de lidar com a realidade da vida e preferem se distanciar dela. Somente um grupo menor tomaria a pílula em Matrix para compreender o mundo ao redor.

E se Neo escolhesse a pílula azul?

Para quem assistiu ao filme, sabe que a pílula em Matrix tomada por Neo é da cor vermelha. Logo, o personagem decidiu confrontar a realidade e se rebelar, questionando o sistema que oprime os seres humanos. Contudo, e se o Neo decidisse tomar a pílula azul em vez da vermelha?

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    É provável que ele retornasse para a Matrix com o objetivo de ter uma vida sem graça. Assim como outros personagens, ele teria uma vida banal de um cotidiano comum sem grandes surpresas. Mesmo assim, ele se sentiria confortável em aceitar o que as máquinas mostravam e não o que ele deveria ver.

    Muitas pessoas refletem a respeito dessa possibilidade, pois esse cenário não é tão distante da vida real. Afinal, muitos de nós escolhem ignorar a verdade para viverem uma vida de negação. Por exemplo, quem desacredita a ciência, eficácia de vacinas e tratamentos médicos.

    Existem outras possibilidades?

    A maioria das pessoas que assistem ao filme tem uma reação parecida ao verem a pílula em Matrix. Ou seja, os telespectadores questionam a maneira como vivem e se eles estão presos a uma espécie de Matrix. É possível que algumas pessoas escolham a pílula em Matrix da cor azul, outras a vermelha ou busquem outras alternativas.

    Seja como for, é importante que você observe a si mesmo, sua perspectiva e como age a partir dela. Às vezes, é necessário que nós questionemos as opções que nós temos para ter a vida que buscamos.

    Se você vive um momento difícil é importante acreditar que sempre haverá uma saída positiva. Os desafios que nós enfrentamos sempre serão oportunidades para descobrirmos a nossa própria força.

    O medo da mudança

    Com a pílula em Matrix o personagem Neo tem uma escolha importante para fazer. Caso queira, ele pode deixar a vida como está e manter o seu cotidiano como sempre foi. Entretanto, ele tem a oportunidade de expandir a sua percepção e conhecer o mundo como é de verdade.

    No mundo real, é provável que algumas pessoas nunca saibam as oportunidades que as mudanças podem trazer. Já que muitos de nós escolhem permanecer onde estão, não são capazes de reconhecer o próprio potencial. Dessa forma, muitas pessoas não conseguem evoluir e atingir a capacidade total delas.

    Muitas pessoas têm medo da mudança e mesmo que não gostem de onde estão, se sentem confortáveis com a rotina. Além de não conseguirem crescer, elas vivem uma vida limitada e são obrigadas a aceitarem escolhas que não gostam. Mesmo que seja desconfortável, nós devemos conhecer a nossa verdade a fim de termos a liberdade que queremos.

    Jamais rejeite a verdade

    Há pessoas que ignoram algumas verdades no cotidiano delas porque é mais confortável. O exemplo mais famoso é de quem duvida de estudos científicos que levaram anos de pesquisa – os negacionistas. Por exemplo, a discussão sobre a aplicação de vacinas ou o formato do planeta.

    Se uma pessoa rejeita os estudos científicos, ela ignora a realidade que vive. É uma atitude perigosa, visto que essas pessoas sempre dependeram da ciência para sobreviver. Um fato nunca deve ser contrariado por caprichos pessoais.

    Lições

    As pessoas que refletiram a respeito da pílula em Matrix chegaram a conclusões importantes a respeito delas. À medida que o debate se desenvolve, telespectadores defendem que as pessoas questionem mais os padrões sociais. Não apenas o padrão, mas também:

    Ideias antigas

    Todos nós precisamos ser capazes de questionar a realidade em que vivemos. Nós não devemos temer ideias novas, mas abraçá-las a fim de construir o nosso progresso.

    Respeitar não é concordar

    Cada pessoa tem uma opinião própria a respeito de um mesmo tema. Nós devemos respeitar a opinião dos outros, mas nunca ter vergonha de discordar quando não acreditarmos nela.

    A verdade deve ser protegida

    Nós precisamos defender a verdade, de modo que ela não sofra interferência das mentiras ou pensamentos equivocados. Uma pessoa só deve usar a sua liberdade de expressão quando ela tem comprovação do que fala. Ademais, se alguém fere os outros com a sua opinião não é liberdade de expressão, mas, sim, agressão.

    Leia Também:  Abandono Infantil: Traumas Gerados neste Caso

    Disposição para aprender

    Nós devemos ter mais humildade para conversar com outras pessoas. Além disso, nós nem sempre teremos a resposta, mas podemos aprender algo novo com os outros.

    Está tudo bem em se sentir mal

    Se você tem algum problema não sinta vergonha de expressá-lo para alguém de confiança. Você nunca deve acreditar que nós somos obrigados a sermos felizes todo o tempo.

    Considerações finais sobre pílula em Matrix

    As pessoas consideram a pílula em Matrix, assim como na vida real, um momento de reflexão indispensável. Todos nós devemos ter a oportunidade de questionar as nossas escolhas e a vida que levamos. As pessoas precisam duvidar de ideias e comportamentos que causam prejuízos e não são baseados em verdades comprovadas.

    Dessa forma, nós podemos encontrar oportunidades para vivermos livres e conscientes das nossas responsabilidades. Sair da zona de conforto não é fácil, mas você logo perceberá os benefícios dessa decisão.

    A pílula em Matrix talvez não exista, mas você pode descobrir a sua verdade em nosso curso online de Psicanálise. Com o curso você será capaz de desenvolver o seu autoconhecimento e descobrir o seu potencial completo. Garantindo a sua vaga em nosso curso online você terá a garantia de transformar o mundo à sua volta.

    12 thoughts on “Pílula em Matrix: significado da pílula azul e vermelha

    1. Muito interessante, gostei. Gostaria de fazer o curso com vocês, mas só posso pagar mensalmente, através de boleto.Obrigada

    2. Alguns pontos discordo, negacionismo é negar a ciência e não se pode questionar, o conceito do filme é justamente questionar? Se fosse assim a terra era plana até hoje, Galileu foi preso por ser um negacionista, Einstein refutou a lei de newton e por muito tempo foi alvo de chacotas por trabalhar em um escritório de patentes, Ford riram dele quando pediu investimento pra motores a combustão e fabricar carros, falando que o futuro eram os cavalos, o maior de todos Tesla foi menosprezado, foi usado, invenções usurpadas e até confiscada pelo governo, e até sendo alvo de críticas pela invenção do modelo de energia que usamos até hoje, corrente continua x corrente alternada, sendo a dele mais barata vai mais longe, dentre vários outros exemplos, a base da ciência é questionar, aí prover estudos, e sempre vão existir negacionista, que no momento usurparão a ciência falando em nome dela, tudo que temos hoje foi baseado ou feito por trabalhos de “negacionistas” da época, inclusive Santos Dumont. Se vc não pode questionar aí sim vc vive em uma Matrix….

      1. Comentário perfeito! Ideologizaram até o debate científico. A dissonância cognitiva produz esse tipo de contradição que se percebe ao longo do texto. A vontade de lacrar é tanta que o autor do artigo nem se percebeu o erro que cometeu.

      2. Obrigada por uma resposta tão completa que diz em minúcias o qto essa galera se contradiz …e pior numa matéria sobre Matrix????…mel dels é de cair o COOL da bunda….kkkkk…li desacreditada no q estava lendo….como pode tamanha cara de pau?

      3. Perfeito! Também não entendi o uso do “negacionismo” para explicar o filme. Existem estudos científicos e metodologias que podem chegar a resultados completamente diferentes.

    3. Em uma farmácia na austrália estão dando a pílula azul para quem recebe a picada ,muito conveniente kkkkkk dentro de um ano veremos o que acontece com estes azuzinhos kkkkkk

    4. O texto é excelente até começar politizando a questão e onde começa, exatamente, a sua contradição. O filme Matrix expõe exatamente a necessidade de se questionar tudo, e buscar a verdade a todo custo. E foi isso que o seu protagonista fez.

    5. Concordo, hoje por exemplo aqueles que questionam a obrigatoriedade em ser submetido a uma terapia genética experimental chamada de ” vacina “, são chamados de negacionistas, quando na verdade é mais do que legítimo questionar as mesmas terem sido feitas em um tempo nunca antes visto na História da humanidade, nem tão pouco a utilização das mesmas durante uma pandemia, e sua possível relação com o exessivo número de variantes…Na verdade o autor confundiu o que ser um negacionista de fato, com o legítimo direito das pessoas questionarem , especialmente nos dias atuais onde a imprensa como fonte de informações já demostrou não ter credibilidade.

    6. Adorei os comentários. O autor poderia não ter tentado lacrar no politicamente correto. A ciência é exatamente contestadora. Sem questionamentos, nega-se a ciência.

    7. Essa matéria perdeu toda a credibilidade, quando o autor começou a colocar opiniões pessoais, como verdades absolutas, que não podem ser questionadas. Chegou ao ponto de dizer que Liberdade de expressão existe, só quando minha opinião agrada todes. Isso é desonesto. Liberdade de expressão é liberdade para questionar e dar qualquer opinião, sobre qualquer assunto. Artigo vergonhoso e lacrador.

      1. Obrigado, Jamile. O artigo será revisto. Interessante sua menção à “honestidade”, mas uma força tão arrasadora ao nos julgar. Temos vários artigos publicados diariamente, mas é do humano a preferência por aniquilar o outro. Seria isso também lacração?

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.