Piper descobrindo o mundo: interpretação do filme

Posted on Posted in Psicanálise, Psicanálise e Cultura

Desde a mais tenra origem, os filmes carregam o poder de transmitir mensagens e reflexões por meio de suas imagens. Mesmo com tantos avanços e complexidade textual, o objetivo permanece imutável, garantindo que um entretenimento nos faça rever a vida. Esse é o caso de Piper descobrindo o mundo, uma encantadora história que conquistou o mundo.

Sobre o curta

Piper descobrindo o mundo é uma animação de apenas seis minutos, mas que carrega excelentes reflexões. No curta, um filhote de ave marinha está descobrindo o mundo. Seguindo o ciclo da natureza, chega um momento onde ele tem de se prover sem a ajuda da mãe. Dada à atividade de sua espécie, ele precisa abrir conchas para se alimentar.

Contudo, os pássaros possuem um ritmo para poder catar as peças. Elas só poderiam ser alcançadas se não houvessem ondas quebrando na praia. Inexperiente quanto a isso, o filho acaba por se distrair e é levado por uma onda. Como resultado, acaba por criar um trauma de ir até a praia para catar conchas, embora precise para comer.

Como nada na vida é fácil, ele retorna ao local carregando temores, até que encontra um filhote de caranguejo. A pequena ave se desespera ao ver uma nova onda chegando e o outro filhote em frente para ela. Entretanto, o pequeno caranguejo, involuntariamente, lhe ensina como resistir àquilo. Repetindo seus passos, a pequena ave se finca no chão e descobre que também é capaz de aguentar as ondas.

Interpretação

Claramente, Piper descobrindo o mundo é uma metáfora fofa sobre a vida. O filhote de ave representa a nossa juventude inexperiente que começa a conhecer o mundo. Assim como ele, nós também procuramos o seio dos pais, tanto por costume, como por medo. Aliás, esse é uma constante em nossas vidas, já que nos encontramos com outros seres mais experientes do que nós.

Podemos ver a onda como os desafios inerentes da vida que sempre existiram e sempre vão existir. A sua perspectiva imatura faz com que a ave acredite que a onda é bem maior do que realmente é. Isso é um reflexo direto da forma como enxergamos a vida. Apenas por medo de tentar, atribuímos um valor irreal a qualquer adversidade.

O pequeno caranguejo representa a perspectiva diferente da nossa. Quando observamos que um outro indivíduo consegue resistir a um desafio, podemos segui-lo e tentar também. Surpresos de nossa própria coragem, enxergamos que o medo de tentar inibia nosso potencial e dava um poder maior ao medo. Ao fim, percebemos do que somos capazes se realmente nos dispusermos a tentar.

Como o trauma afeta nossas vidas

Você deve ter assistido a animação e percebido como as ondas passaram a impactar na vida da pequena ave. Graças a elas, o pássaro passou a temer o mesmo ambiente, rejeitando qualquer tentativa de retorno. Embora a ave tenha superado o seu medo, muitos não possuem a mesma coragem e acabam se entregando a ele. Como resultado, acabam em:

Desistir

Ainda que não percebamos, a vida pode ser vista como uma grande competição. Em todas as fases da nossa, seremos testados, independente de nossas capacidades. O que difere uma pessoa da outra é a forma como ela reage a esses estímulos. Graças a um trauma ou tentativa muito frustrada, muitos de nós acabam desistindo no primeiro momento.

Inexperiência

Se não nos colocarmos à disposição de um aprendizado, como iremos crescer? Isso porque enxergamos cada ensinamento como forma de agressão e nos sentimos diminuídos por eles. Devemos ir na rota contrária, agregando cada golpe como forma de lição. Se assim cedermos, acabamos por nos estagnar na vida e freamos nosso desenvolvimento.

O valor do aprendizado

Nada consciente nessa vida já nasce sabendo de qualquer informação. Tudo é repassado e ensinado aos mais novos, de modo que eles possam se prover sozinhos quando chegar a hora. Os pais são nossos primeiros professores, já que nos ensinam as diretrizes mais vitais da vida. Graças a eles, aprendemos a falar, andar, comer…

Entretanto, o aprendizado não escolhe onde ser ministrado. Embora os pais sejam os nossos primeiros tutores, a própria vida envia lições regularmente para que cresçamos. Podemos tirar algo valoroso da vida de outras pessoas, agregando em nós esse conhecimento. Tudo é questão de perspectiva e disposição para enfrentar.

Piper descobrindo o mundo é uma versão mais doce e lúdica desse processo. Só conseguimos ir para frente quando nos colocamos a favor de uma mudança e crescimento. É preciso lapidar a aparência rude de nossa existência. Assim, é por meio disso que nos tornaremos adultos responsáveis e resilientes.

Leia Também:  Behaviorismo e Psicanálise?Principais diferenças

Lições

Piper descobrindo o mundo carrega valiosas lições em seus curtos seis minutos. Graças a isso, podemos fazer reflexões, mesmo já tendo indo tão longe em nossas vidas. Conseguimos atribuir novos valores para nossas atitudes, entendendo o que realmente importa. Agregamos:

O poder da tentativa

Mesmo se decepcionando de início, você precisa seguir em frente e tentar de novo. Ainda que não alcance o resultado que espera no momento, pode se municiar da experiência em si. Talvez o que falte a você naquele momento seja uma bagagem mais robusta para lidar melhor com a situação. Repetindo, tente mais uma vez.

Ser aberto a sugestões

Ainda que não seja verbalizado, a pequena ave decidiu seguir o mesmo caminho do pequeno caranguejo. Ela percebeu que existe mais de uma maneira de fazer a mesma coisa. Graças a isso, pôde enfrentar o seu medo e enxergar novas possibilidades para si. Assim como ela, devemos estar abertos a dicas e sugestões.

Piper descobrindo o mundo é uma delicada reflexão sobre nosso crescimento. Mesmo com poucos minutos de imagem, conseguimos agregar valores concisos e gigantescos à nossa existência. Mais uma vez, o cinema mostra que tem o poder de fazer rever nosso caminho e nos impulsiona para frente.

Após ler essa análise, experimente assisti-lo com base em tudo o que foi discutido aqui. Provavelmente, pode até encontrar alguma peça que ficou de fora desse texto. Se assim o fizer, saiba que já conseguiu dar um passo longe da zona de conforto.

Curso de Psicanálise e Análise

A análise do curta Piper descobrindo o mundo foi feita a partir de um olhar mais profundo da psicanálise. Nesse caminho, você também não quer se juntar ao time? Um curso de psicanálise online pode agregar bastante em sua vida.

As aulas são online, possibilitando extrema flexibilidade na hora de aprender. graças a isso, você pode estudar quando e onde quiser. Mesmo com professores qualificados para te dar apoio, é você quem monta os horários de estudo. Dessa forma, pode tirar melhor proveito das apostilas.

Cabe ressaltar sobre o certificado entregue no fim do curso, válido em todo território nacional. Por pequenas parcelas ao mês, você tem acesso a uma educação de qualidade. Entre já em contato conosco e garanta a sua vaga em nosso curso de Psicanálise. Garantimos que você também se tornará sensível para analisar filmes como Piper descobrindo o mundo. É uma capacidade muito interessante de possuir!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

One thought on “Piper descobrindo o mundo: interpretação do filme

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *