Psicologia perinatal

Psicologia perinatal: significado e fundamentos

Posted on Posted in Conceitos e Significados, Profissões e Psicanálise

Os cuidados com um bebê começam muito antes do parto acontecer. Para o bem da criança e dos seus pais é necessário trabalhar a prevenção contra transtornos psicológicos. Nós vamos explicar o papel fundamental da Psicologia perinatal nessa fase e os fundamentos dessa abordagem para a família.

O que é psicologia perinatal?

A Psicologia perinatal cuida da saúde psicológica dos bebês e dos pais, prevenindo problemas de saúde. Essa abordagem terapêutica faz um acompanhamento dos bebês e pais desde a concepção até a criação das crianças. Logo, as gestantes e os parceiros são acompanhados por um profissional na gravidez, parto e pós-parto.

Com a ajuda do psicólogo perinatal é possível detectar problemas na saúde mental dos bebês e da família. Dessa forma, a prevenção ajuda os pacientes a evitarem complicações antes e após a gestação. Esse acompanhamento pode começar assim que a ideia da gravidez é considerada e pode durar até anos.

A psicologia perinatal e parto humanizado têm uma ligação direta com a qualidade de vida dos pacientes. Logo que a gestante inicie os cuidados gestacionais maiores são as chances do parto e pós-parto serem bem-sucedidos.

Em qual momento um psicólogo perinatal pode ser necessário?

Ter o acompanhamento de um psicólogo perinatal, sem dúvida, melhorará a maternidade para a família. Assim que surge o desejo do casal de ter um filho, é possível consultar com esse profissional. Ou seja, os pais da criança não precisam procurar assistência só depois de confirmar a gestação.

Além disso, a maternidade pode acontecer de forma inesperada para algumas pessoas. Por exemplo, mulheres  engravidam na adolescência ou de forma inesperada. Portanto, ter acesso a um profissional da Psicologia perinatal é importante, pois ele ajudará os pais a se adaptarem a essa nova vida.

O que um psicólogo perinatal faz na prática?

Muitas pessoas têm uma maternidade mais produtiva com a ajuda da Psicologia perinatal. As famílias conseguem entendem melhor o papel que elas possuem e a importância do acompanhamento psicológico. Assim que a família decide se consultar com o psicólogo perinatal ela tem mais chances de ter uma gestação próspera.

O psicólogo auxilia a família por meio de psicoterapia breve, considerando a fase da gestação e o pós-parto. Além disso, esse profissional também presta auxílio para a família em caso de luto perinatal ou reprodução assistida. O psicólogo atua tanto na gestação bem-sucedida quanto na gestação que não prosperou.

Temas centrais da Psicologia perinatal

Os profissionais que trabalham com a Psicologia perinatal sempre destacam a importância do trabalho interdisciplinar. Os psicólogos perinatais têm o apoio de outros profissionais da saúde para prestar um atendimento mais completo. Assim, o psicólogo pode ser proativo e agir rápido antes de uma enfermidade aparecer.

Leia Também:  O que é autoconhecimento para a Psicologia

Os temas mais recorrentes nos consultórios são:

Adaptação dos pais a vivência com o bebê,

Ansiedade e depressão durante a gravidez,

Estabelecer um vínculo saudável com a criança,

Medo da gestação,

Partos traumatizantes,

Perda da criança,

Pessoa que sobreviveu a um abuso sexual,

Problemas para amamentar,

Problemas de fertilidade em um dos cônjuges.

A Psicologia perinatal e parto humanizado

O trabalho de um profissional da psicologia perinatal é importante para as famílias, pois nem todas as gravidezes são saudáveis. Por exemplo, muitas crianças pequenas se desenvolvem em ambientes que não são recomendados para elas. Além disso, muitas mulheres grávidas têm sequelas psicológicas em casos de gestação não planejada.

Ademais, as mulheres sofrem em casos de estupro, problemas conjugais e familiares e violências de gênero. E é difícil para a mulher lidar de forma saudável com a gravidez em caso de doenças. Qualquer tipo de agressão contra a mulher grávida provoca mudanças em seus corpos, hormônios e mente.

Dessa forma, é recomendado para a família preservar a própria saúde e integridade mental por meio da Psicologia perinatal. Como a gravidez é uma transformação importante, a família deve receber o apoio necessário para que tudo ocorra bem.

O psicólogo perinatal na transformação da família

O profissional da Psicologia perinatal é preparado para acompanhar a mulher nas fases da sua gestação. Logo, o psicólogo auxilia casais com problemas durante a concepção, gravidez e antes e após o parto.

Entretanto, as pessoas devem considerar o momento adequado para elas procurarem o psicólogo. Cada pessoa tem uma personalidade e vivem em circunstâncias diferentes umas das outras. Dessa forma, os pacientes não têm um parâmetro específico para buscar essa assistência psicológica.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    A família deve recorrer a Psicologia perinatal assim que achar necessário. Os pacientes que desejam a maternidade devem entender o psicólogo como um parceiro no crescimento da sua família. Com a ajuda desse profissional, as grávidas entenderão melhor questões como:

    Aborto,

    Ansiedade com o parto,

    Depressão pós-parto,

    Estresse gestacional,

    Insegurança com a maternidade,

    Nascimento prematuro,

    Problemas para conceber um filho,

    Reprodução assistida,

    Violência obstétrica.

    A Psicologia perinatal destinada aos pais

    Os homens também podem fazer parte do atendimento em Psicologia perinatal, assim como as mães e os bebês. Pais não ficam de fora e participam de forma ativa das consultas e tratamentos quando é uma recomendação para eles. Os pais e maridos podem sofrer com essa transição e, portanto, devem receber assistência psicológica.

    É bastante comum para os homens se sentirem excluídos durante a gravidez das parceiras. Embora pareça ciúmes dos homens, a necessidade de serem ouvidos está relacionada à sensação de impotência. Afinal, muitos homens podem se sentir incapazes de fazer algo pelos filhos durante os meses de gestação.

    Logo, os homens procuram a assistência perinatal para serem orientados e ajudados em suas questões. Os psicólogos ajudarão os homens a reconhecerem o seu valor e lugar durante a gestação das mulheres. Como resultado, os pais que estão mais seguros de si e do seu papel darão mais confiança para as mães.

    Considerações finais sobre psicologia perinatal

    As famílias recebem a atenção e conforto que precisam na gestação com a Psicologia perinatal. Esse é um momento importante, pois se trata de uma grande transformação para as mães e pais. Logo que consideram a ideia de ter um filho, os parceiros podem consultar o psicólogo a fim de tirar dúvidas e receber assistência.

    Leia Também:  Método Pomodoro: 3 passos para otimizar o tempo

    Além disso, a família pode precisar de acompanhamento para se adaptarem a esse cenário após o parto da criança. É provável que os pais precisem de orientação profissional, já que novas responsabilidades surgem. Logo, um profissional qualificado acompanhando os pais durante a gestação faz muita diferença para a qualidade de vida dessa família.

    Além da Psicologia perinatal, as pessoas também podem melhorar relações familiares com o conhecimento da Psicanálise. Que tal você entrar em contato conosco para ter acesso a um dos melhores cursos online de Psicanálise do mercado? Além de ter um valor acessível, você pode desenvolver o seu potencial interno a fim de melhorar os seus relacionamentos.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *