Quem não é visto não é lembrado: significado

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Eventualmente, um indivíduo acaba por se afastar de terminado grupo, seja por necessidade ou não. Com isso, ele acaba sendo esquecido aos poucos pelos outros membros, mesmo que estes ainda se importem com ele. Descubra o que significa a frase “quem não é visto não é lembrado” e como isso repercute em sua vida.

Quem não é visto não é lembrado: significado

Quem não é visto não é lembrado significa literalmente que alguém perde a atenção quando se ausenta. Muitas vezes, por diversos motivos, alguém se ausenta do próprio círculo social por necessidade ou escolha. Ele acaba abdicando de um lugar que era inerente a ele. Quando sai, um vazio toma conta do seu lugar.

De início é comum que os outros integrantes o procurem, tentando repor a sua ausência. Contudo, quando um indivíduo se afasta, é bem mais fácil deixá-lo ir do que tentar mantê-lo. Aos poucos, os companheiros acabam abrindo mão de sua companhia. Se antes a ausência era um incômodo, hoje ela passa a ser tolerável.

Da mesma forma que acontece com a partida, o retorno também é feito de modo estranho. As pessoas já se acostumaram com o vazio que deixou e recebem de forma estranha o seu retorno. Não que você não seja mais bem-vindo, nada disso. Entretanto, eles vão ter de reaprender a ter você de volta, o que é desconfortável.

Como isso acontece?

Muitos de nós sentem uma necessidade natural de buscar o que está além daqui. Naturalmente, enxerga uma sede de crescer e agregar o novo em sua vida. Para isso, precisa se mudar física ou emocionalmente de onde se encontra para permitir essa transformação. Não dá para se reformular ao futuro aprisionado unicamente ao passado.

Porém, o problema começa daí, visto que muitos não aceitam essa partida. A primeira reação a fazer é negar isso, afirmando o quanto será ruim ao indivíduo mudar dali. Note que, às vezes, é uma atitude inconsciente. O que prevalece é um desejo maior de ter a companhia física do outro por perto do que a essência dele em si.

No começo, trabalharão arduamente para que sua presença não seja esquecida e enterrada. Haverá certa complicação, dado que a comunicação também muda. Com o passar do tempo, por conta do trabalho de mantê-lo por perto, optam por abrir mão de sua companhia. É mais fácil e menos exaustivo assim.

Razões

As razões para um afastamento de um indivíduo podem ser as mais diversas possíveis. Linhas acima, abordamos a necessidade de crescer como fator de afastamento, mas existem outros caminhos pelos quais se faz essa escolha. Quem não é visto, não é lembrado e a ausência constante serve de adubo para isso. Em geral, acontece quando:

Mudança de endereço

Desde crianças notamos o quanto uma mudança de casa pode impactar em nossas vidas. Precisamos reorganizar nossas amizades, rotinas e costumes para se adaptar à nova realidade. Como quem não é visto não é lembrado, muitos de nossos antigos amigos se acostumam com nossa falta. Mesmo na fase adulta, isso se repete.

Mudança de emprego

Da mesma forma que uma mudança de casa, mudar de emprego também impacta na vida de muitos. O que os ligava às pessoas do trabalho era justamente o emprego. Quando essa conexão é cortada, aos mais frágeis, fica difícil manter esse ligamento.

Estilo de vida

Até a rotina de lazer pode impactar na visibilidade de uma pessoa. Comumente, muitos amigos costumam sair religiosamente a cada período de tempo. Por N razões, quando um deles se afasta do grupo, fica difícil se reintegrar posteriormente. É como tentar agregar um estranho à mesa de jantar da família.

Exemplo

Para ilustrar melhor o que foi dito até aqui sobre quem não é visto não é lembrado, observe esse exemplo. Imagine um grupo de quatro amigos que se encontram religiosamente a cada 15 dias. Tarde da noite aproveitam da música, dos bares, festas ou eventos que lhe apeteçam. Ao fim de um encontro, mal podem esperar para ir ao outro.

Entretanto, um deles precisa estudar para um curso ou muda a escala de trabalho. Esse compromisso pode acabar atrapalhando sua nova rotina e ele decide se ausentar de tantas saídas. Inicialmente, há uma preocupação em manter a imagem desse indivíduo. Mesmo que reduzidos a um trio, o grupo manterá o ausente por perto.

Mesmo assim, com o tempo fica cada vez mais complicado trabalhar para manter o lugar desse ente. Aos poucos, ele deixa de ser mencionado, sentido e lembrado. Se antes ele tinha até o poder de consulta, hoje se torna uma vaga lembrança perdida na noite. Quando volta, precisa se readaptar com a rotina do grupo.


Leia Também:  Arteterapia: 7 tipos e suas aplicações

Curso de Formação em Psicanálise Clínica EAD


Como ser notado

Como quem não é visto não é lembrado, é preciso fazer valer a sua presença. Claro, isso não pode ser feito de qualquer forma, já que existe um linha que divide narcisismo de companheirismo. Observe algumas dicas abaixo:

Faça-se presente

Mesmo que distante, mostre que está disposto a manter o círculo de amizades ativo mesmo à distância. Sempre faça contato com os seus amigos, seja via telefone ou internet, se encontrando sempre que possível. Isso vai garantir que os laços entre vocês não se afinem como quando acontece uma ruptura total.

Ofereça apoio

Nada melhor que um momento de necessidade para juntar duas pessoas. Se um amigo estiver em dificuldade, não hesite em ajudá-lo. Graças a isso, conseguirá estreitar ainda mais o seu contato.

Agregue-os

Se possível, tente agregar alguns indivíduos à sua nova vida. Mesmo que uma participação pequena permitirá a entrada deles em seus novos projetos e sonhos.

Em geral, as pessoas que gostam de atenção sofrem mais com isso. Contudo, qualquer pessoa pode passar despercebida na própria vida. Quem não é visto não é lembrado, e tampouco mencionado.



Dessa forma, se sentir que você ou outra pessoa está se desbotando do grupo, veja o que acontece. Pode ser que uma mudança de interesses esteja acontecendo e todos precisam conversar sobre. Quem sabe outro membro não esteja passando pelo mesmo caminho e podem dividir e compartilhar com os outros?

Ademais, experimente fazer o nosso curso de Psicanálise online. É um excelente caminho para você se conhecer e aprender mais sobre si mesmo e os outros. É um excelente adendo ao seu currículo profissional e pessoal.

Nossas aulas são transmitidas via internet, permitindo que você escolha qual o melhor horário para aprender. Com a ajuda dos excelentes professores da área, você navega pelas ricas apostilas com o conteúdo mais completo do mercado. No fim do curso, terá em mãos um certificado que valida e assegura suas capacidades como terapeuta.

Faça parte da equipe que atingiu uma maior clareza mental por meio da Psicanálise. Quem não é visto não é lembrado, mas quem estuda e se destaca é. Assim sendo, inscreva-se no nosso curso de Psicanálise e deixe a sua marca.

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 1 =