solitude

Solitude: significado e 10 exemplos

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Ficar sozinho pode ser um caminho desafiador a qualquer pessoa, já que muitos não lidam com a solidão. Entretanto, é preciso abrir seus horizontes e entender que estar só ou não depende do seu ponto de vista. Aqui você saberá melhor o que é solitude e 10 exemplos práticos e simples.

O que é solitude?

Solitude se trata do ato voluntário de ficar a sós consigo mesmo sem se incomodar com qualquer sensação de vazio. À primeira vista parece algo complicado de entender porque não somos acostumados com isso. Todavia, necessitamos desse tempo para ressignificar a nossa própria existência e cuidar de nós mesmos.

Mergulhando na solitude, significado em estar bem e em paz com a própria vida. É o momento que temos de fazer uma observação pessoal a fim de alcançar nosso crescimento. Não existe a dor de estar sozinho porque você está muito bem acompanhado de sua própria clareza e autoconhecimento.

Nossa música compreende bem o significado, questionando o modo de vida que temos atualmente. Em solitude, Djavan expõe muito bem os declínios que experimentamos e nos quais continuamos a insistir.

Diferença entre solitude e solidão

Muito se questiona a respeito do embate da solidão versus solitude, pois as plavras são confundidas. A solidão significa ter angústia e a dor com o vazio, causando a tristeza por falta algo em sua vida. Por exemplo, alguém que deseja uma relação amorosa com urgência certamente carrega a solidão em seu interior.

Contudo, a solidão vai muito além dos relacionamentos amorosos como se imagina e reduz. Ela se amplifica, abraçando também estar perto ou não da família, amigos e demais indivíduos. Por outro lado, a solitude indica que alguém está só, mas não sofre e consegue ter paz internamente.

Assim, você não precisa se distanciar de todo mundo para que alcance a sua plenitude. É possível manter seus relacionamentos e ainda assim gostar de ficar desacompanhado.

A solitude no desenvolvimento da inteligência emocional

Saber alimentar a solitude em nossas vidas é um exercício fundamental para que possamos crescer. Isso porque muitos não se dão ao trabalho de descansar por 10 minutos e fazer absolutamente nada. Quem nunca em horário de almoço ou depois do trabalho foi mexer em celular em vez de descansar e pensar em si?

Manter esse tipo de comportamento é extremamente prejudicial ao desenvolvimento de nossa inteligência emocional. Já que não dedicamos um tempo à avaliação pessoal, perdemos a oportunidade de nos conhecer e apreciar. Basicamente, nos tornamos desconhecidos a nós mesmos, fugindo da clareza em saber de nossas capacidades.

Assim, saber refletir sobre si e o seu cotidiano acaba por nutrir o seu autoconhecimento. Pense em como melhorar a sua postura, de maneira a se reeducar e evitar os desconfortos que encontra pelo caminho. Tenha em mente que as suas decisões serão tomadas com mais satisfação e controle, gerando melhores resultados a você.

A solitude no empreendedorismo

Quando se fala em empreender, a solitude ajuda a refletir sobre acertos e erros cometido em um negócio. Por meio desse tempo você pode pensar de quais maneiras pode aprimorar o seu negócio. A continuação de qualquer projeto depende do quão longe está o limite da sua capacidade de pensar e reinventar.

Para exemplificar, pense numa pessoa que trabalha de maneira contínua, sem dar descanso a si mesmo. Sua criatividade encontrará um limite porque ele não se dá a chance de descansar e pensar em si. Quando parar por um momento, visualizar o que acontece e descansar, pode voltar relaxado e com mais controle da situação.

Leia Também:  12 frases de Alice no País das Maravilhas

Refletir influencia positivamente nas suas escolhas e nos resultados que deseja em seu trabalho. No momento em que abre mão disso, o seu aprendizado se torna ineficaz e sem propósito. Com isso, sempre tire um tempo a sós para pensar e encontrar alguns insights.

A solitude não é para todos

Nosso modo de vida acelerado e extremamente extrovertido sempre foi o “recomendado” pela sociedade. Com isso, pessoas mais quietas e solitárias socialmente eram vistas como problemáticas e com dificuldades. Existe uma certa necessidade em ver todo mundo socializando com os outros e feliz com isso.

O ser humano nasce com estruturas próprias que o inclinam a ser extrovertido ou não conforme suas necessidades. Enquanto alguns se sentem bem socializando e como o centro das atenções, o caminho inverso também chega na felicidade. Outros se sentem confortavelmente bem longe da multidão a isolados ficam mais felizes.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

Por isso que muitos interpretam o que significa estar e ser sozinho com base nas suas estruturas internas. O ambiente em que crescemos e a disposição pessoal influencia diretamente sobe a concepção da solitude.

Mudanças

Através da solitude é possível colocar as peças de nossas vidas em seus devidos lugares. Com a desordem à qual somos expostos continuamente, podemos retirar um tempo para redefinir a nossa vida. Nisso, tempos espaço para:

Definir nossos projetos

Ter um momento em que ninguém está perto dá mais espaço para sonhar e avaliar as nossas metas. Com base nisso, aproveite desse espaço para definir as suas metas e traçar os seus planos.

Relacionamentos tóxicos

Nem sempre estar rodeado de pessoas significa que possui amigos de verdade ou mesmo qualquer amigo. Quando toma um tempo para pensar pode acabar percebendo relacionamentos abusivos e até falsos. Seja namoro ou supostas amizades, consegue definir quem é de verdade e quem é falso e tóxico.

Impulso à criatividade

Por fim, a sua criatividade ganha mais espaço para florescer, mudar e melhorar com conforto. Dedicar um tempo a isso permite que suas ideias se renovem e encontrem novos postos de expansão.

10 Exemplos

Caso esteja com dificuldades em encontrar isso na prática, aqui estão alguns exemplos simples de como a solitude acontece:

  1. Uma pessoa que medita experimenta a solitude;
  2. Sair da cidade e ir para o campo, fugindo da vida agitada do dia a dia também é um bom exemplo;
  3. Fazer pausas no trabalho para perceber como está se saindo pode ajudar;
  4. Escritores que precisam de silêncio para criar preferem a solitude;
  5. Músicos que precisam apenas de si mesmos para compor e produzir também têm a mesma necessidade;
  6. É também o caso de quem busca autoconhecimento para se aprimorar, dando mais espaço para se expandir;
  7. Indivíduos que fazem retiro para contatar a natureza e sua própria essência também são um exemplo;
  8. Quando pensamos sobre a nossa própria postura em momentos de conflito e tensão, a solitude é uma aliada;
  9. A solitude beneficia o processo de aprender uma nova habilidade, focando sua atenção nos seus limites e possibilidades;
  10. Por fim, ela ajuda a repensar sobre o rumo da sua vida, o que tem feito e alcançado até aqui.

Considerações finais sobre solitude

Mesmo que não pareça, a solitude não significa que você precisa ser contra a socializar. A proposta dela é que possa ter em mente que você sozinho pode se bastar para ser feliz. Assim, você não precisa se ancorar em alguém ou alguma coisa para determinar a sua existência e razão de viver.

Leia Também:  Recalcar: significado no dicionário e na psicanálise

Ademais, com o tempo, entenderá que possui mais espaço para encontrar tudo aquilo que sempre desejou e precisava. Como disse Paul Tillich, A linguagem criou a palavra solidão para expressar a dor de estar sozinho. E criou a palavra solitude para expressar a glória de estar sozinho.

Para se ajudar nessa busca, se inscreva em nosso curso 100% online de Psicanálise e alcance por completo a solitude. Através dele, você entrará em contato com o seu autoconhecimento, atingindo o seu potencial por completo. Entre em contato conosco e garanta a oportunidade de fazer acontecer a vida reflexiva que deseja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 4 =