somnifobia

O que é Somnifobia? Como a Psicanálise pode ajudar?

Posted on Posted in Psicanálise, Transtornos e Doenças

O sono exerce papel revitalizante em nossa vida, uma vez que nos ajuda a ficar de pé e fazer nossas coisas com atenção todos os dias. Contudo, existem aquelas pessoas que sentem desconforto em repousar, não importa o quanto estejam cansadas. Assim sendo, entenda melhor o que significa somnifobia e como a Psicanálise pode ajudar seus portadores.

O que é somnifobia?

Somnifobia significa um medo agudo de adormecer, contrariando o instinto natural. Por causa de fatores externos, muitas pessoas desenvolvem traumas que maculam a composição de sua mente. Neste caso, um indivíduo teme adormecer, ainda que precise de repouso, imaginando que um grande mal atingirá ele.

Por conta disso, os portadores dessa fobia acabam desenvolvendo males de saúde física e mental. De início, apenas a tensão em pensar em dormir é suficiente para causar qualquer mal. Entretanto, a falta de sono propicia um quadro desagradável de saúde, além de comportamento instáveis. Qualquer pessoa sai de si se não dorme bem como deve.

Cabe ressaltar que este mal pode acontecer com indivíduos de qualquer idade. Infelizmente, isso pode significar maiores reações a essa fobia, de modo a incapacitá-lo. Por exemplo, as crianças que têm medo de dormir podem ter o seu desenvolvimento comprometido se uma solução não for dada o quanto antes.

Sintomas

A somnifobia acaba por causar rupturas na composição de qualquer pessoa, maculando sua essência verdadeira. Isso quer dizer que a doença deixa marcas bem evidentes de sua existência, chamando a atenção dos mais atentos. Isso pode ficar evidente quando encontramos sinais de:

Tendências a doenças

A baixa imunidade se deve por causa da ausência de um repouso adequado. Por conta disso, uma pessoa pode aparecer constantemente gripada, indisposta ou até com outro problema maior. É preciso que os entes mais próximos saibam como a rotina de quem tem somnifobia está sendo conduzida para ajudar.

Falta de concentração

O sono proporciona a reorganização de informações obtidas e energia gasta durante o dia. Quando se compromete sua atividade natural, se compromete também os resultados de sua função. Cria-se uma tensão, de modo a atrapalhar o funcionamento comum do cérebro. Isso abre espaço para que a concentração não chegue a nós.

Sonolência diurna

Meio óbvio que quem não dorme a noite deveria acabar fazendo isso durante o dia. Para os “somnifóbicos”, nem isso acontece, visto que adormecer pode causar pavor. Assim, o mesmo mostrará uma postura mais lenta na hora de desempenhar qualquer tarefa, correspondendo assim com o seu estado físico e mental. Haverá uma briga entre trabalhar ou ceder ao cansaço.

Quais as causas?

Ao que parece, a somnifobia é a soma de outras fobias, acrescidas de alguns problemas pessoais do indivíduo. A exemplo, o medo de ter problemas enquanto dorme, ter sonhos ruins ou até morrer. Diversos fatores contribuem diretamente ao problema principal, mas em geral, os mais evidentes são:

Medo da morte

A tanatofobia, ou medo da morte, é algo recorrente nas pessoas. Em quem sofre desse mal há uma crença de vulnerabilidade enquanto está dormindo. Assim, o sono representa um desarme contra qualquer ameaça possível. Ainda que contrarie suas reais necessidades, a pessoa doente fará de tudo para que não adormeça.

Exposição

Muitos alimentam a crença de que são mais sugestionáveis enquanto dormem. Em suas mentes, acreditam que revelam segredos pessoais que possam comprometer a sua imagem externa. Entretanto, isso pode acontecer com qualquer indivíduo, independente de estímulos de fora, sendo reação comum também a fala com incoerências.

Leia Também:  Satiríase: o que é, quais sintomas?

Ansiedade

A ansiedade sobre o amanhã pode afetar a condução de um presente mais tranquilo. Em primeira instância, a insônia pode surgir logo de imediato, já que a mente não relaxa. Isso acaba por aumentar os seus receios infundados sobre algo improvável de acontecer. Sem contar que causa uma tensão bastante negativa no corpo e mente.

Ficção

A somnifobia é trabalhada em diversas obras cinematográficas, sendo a mais famosa A hora do pesadelo. O enredo conta a história de um assassino deformado que procura suas vítimas enquanto elas dormem. Distorcendo a realidade onírica ao seu favor, Freddy Krueger pode saciar seu desejo de vingança e assassinar seus alvos sem piedade.

Para escapar do vilão, os jovens tentam a todo custo não adormecer, por mais que isso lhes cause mal. Na trama qualquer recurso é válido, desde beber energéticos, até remédios para não dormir. Movimentando uma franquia de filmes, a série mexeu com a dinâmica da cultura popular. O medo em dormir passou a ser uma pauta mais observada a partir de então.

A origem de A hora do pesadelo advém de um caso real de um jovem rapaz. O mesmo afirmava ter medo de dormir, acreditando que morreria caso o fizesse. Segundo relatos, o rapaz permaneceu dias em estado desperto até cair no sono. Inexplicavelmente, acabou indo a óbito enquanto dormia, como temia.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


Tratamento para somnifobia

Ainda que a somnifobia seja mais comum na infância, muitos adultos convivem com ela diariamente. Alguns ainda cometem o equívoco de procurar ajuda exclusivamente na internet. Todavia, a intervenção de um psicoterapeuta é fundamental para que o quadro se reverta.

O descanso começa quando técnicas de unificação da mente com o corpo entram em ação. Dentre as diversas possibilidades, yoga e meditação conseguem proporcionar um alívio bastante rápido. Isso porque conseguem alinhar os pensamentos racionais e irracionais, bem como suas emoções.

Além disso, a conversa, diminuição da hipersensibilidade e psicoterapia podem fazer o indivíduo perder o medo de dormir. Somente em casos mais graves que a medicação passa a ser indicada.

Considerações finais: somnifobia

Por incrível que pareça, mesmos cansados, algumas pessoas têm o medo mórbido em adormecer. Gradativamente em sua mente se cria uma bola de neve permeada de pesadelos, angústias e ansiedades. Tudo se potencializa por situações ainda não vividas ou bem imaginadas, ajudando na permanência do quadro.

É preciso intervir de forma enérgica a fim de trazer luz sobre o problema da somnifobia. Por vezes, só temos real dimensão de um problema quando este passa a afetar aqueles que mais amamos. Independente disso, é preciso focar na própria saúde, entendendo que dormir é a melhor coisa a se fazer em alguns momentos.

Para ajudar na reabilitação da somnifobia ou de outros males, se inscreva em nosso curso 100% online de Psicanálise Clínica. A psicoterapia consegue propor alternativas saudáveis problemas psíquicos que afetem a mente ou o corpo. Ademais, o autoconhecimento adquirido no curso te faz encontrar catalizadores para ações e pensamentos. Assim, não perca a oportunidade de aprender mais, ter uma formação extra e se conhecer melhor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 1 =