o que é vício

O que é vício? Conceito e exemplos

Posted on Posted in Conceitos e Significados

Qual a definição exata de o que é vício? Em que se pode viciar? E por que isso acontece? Ah! O vicio! Imagino que se acredite em vários motivos que a sociedade produziu e que a sua criatividade também o convenceu. Por quê? Como? Para que? Já pensou nisso?

Onde você imagina que se originou essa necessidade em sua vida? Ou devo dizer na sua falta de vida? Forte isso, não? E se te disser: Não pense na sua tristeza! Não pense na sua dor! Não pense no que te constrange! Não pense no que te faz falta! Não pense no que agoniza! Não pense no que te revolta! Não PENSE!

Introdução para entender o que é vício

Poderia apostar como agora esta pensando em ao menos parte destas coisas. Se já chegou ao ponto em que todo o terreno já foi preparado, não podemos construir sem antes criar uma base sólida! Fazer as sapatas para a fundação, ter os alicerces e então estabelecer o piso, para depois ai então levantar a nova vida. Para isso primeiro é preciso entender oque aconteceu com a antiga que desmoronou… Lá, não se pode mais estar!

Se posso te fazer um convite, peço que imagine oque te deu mais conforto na vida. Sim, por que foi a falta deste conforto que colocou o nesta situação. Nos primeiros meses de vida, o prazer vem de forma oral. Dali vem toda a nossa satisfação… Depois de alimentados, quentinhos e saciados, essa sensação levamos essa sensação por toda a vida. Se no inicio da existência, se entendermos que é preciso tomar para ter, então tomamos.

Que é preciso gritar para ser ouvido, gritamos também. Que é preciso brigar e bater pra se impor, quando tiver medo vai fazer o mesmo e assim por diante. Também se no inicio de nossa vida não obtivemos prazer de outra forma que se não pelo instinto primário de sobrevivência, não há como saber que se terá outra maneira de se obter o conforto.

O que é vício, o essencial e necessário

O Humano é o único animal que realmente necessita empiricamente de um provedor que lhe proporcione o essencial e o necessário. O necessário é oque lhe sustenta o sobreviver e o essencial, e mais importante que tudo na vida, é oque lhe ensinará como viver! Enquanto um sustenta o corpo o outro sustenta a alma! Se lhe é proporcionado somente o amparo da sub existência, não terá sentido a existência. E ainda há situações em que nos é subtraído do que ainda não temos!

Por isso é chamado de vitorioso! Quem chega até a beira do precipício e por mais que dele grite o eco de sua voz lhe chamando lá pra baixo, responde baixinho: HOJE NÃO! Segue incessantemente a procura de preenchimento, tapar a rachadura, calar essa voz, suprir essa falta… Muitas vezes se pensa que é louco. Triste é saber que não é o pior, pensar que a quem nos deveria amparar não o fez!

Bem, provavelmente é porque este também não teve, então como dar aquilo que não tem, cada um da somente oque tem! Faltou colo, faltou abraço, faltou beijo na testa, uma palavra de que vai ficar tudo bem, faltou dizer que não precisa ser um herói e aguentar tudo, e sobrou dizer “engole o choro” que isso não é coisa que se faça, sobrou dizer você não consegue porque não é capaz; Veio o safanão, o desamparo, o mau exemplo, a critica, a solidão…

Um solução

E depois disso tudo foi lhe dito ainda que precisa ser melhor que isso ou aquilo, que estava sendo uma decepção, que parecia com um determinado pessoa. Como se exigisse que se construísse uma casa com o material que acabara de pegar fogo e com ele tudo que restava a sua energia naquele momento.

Muito bem, do mesmo modo deve esquecer o que te fez mal, o outro errou? Você Também errou… Se julgar o outro, estará se condenado também. Quanto mais julgar, menos confortável se sentira, mais compulsivo fica, porque mais ansioso se torna. E se não houver julgamento!

Ao em vez de gastar energia procurando culpado, que tal procurar a solução? Todos podem seguir sem carregar qualquer peso. Se caso o outro escolher carregar a culpa ou lhe culpar, esse fardo é dele, você aceita se quiser. A partir do momento que decide não julgar mais, você não se sentira mais julgado!

Leia Também:  Assertivo: o que significa e qual grafia correta

Conclusão

Como poderá haver pedras contra você se você não as lançar? Por mais que queiram ou tentem, nada ira te atingir. Porque o julgamento também não faz mais parte de você. Não chame de vício, a tentativa desesperada de fugir da dor! No entanto para buscar o conforto você precisa estar inteiro, então pare de tirar mais de você!

Não foi sua culpa! Não existe a culpabilidade para uma alma em aprendizado, de mesmo modo não se culpa a criança que cai ao aprender a andar, e que depois das pernas fortes e firmes terá um único prumo, a vitória!

O presente artigo foi escrito por J. C. Ocanha. Possui formação em Direito e Psicoterapia, atuação na área terapeuta por volta de 20 anos com ênfase em estudos dos povos, cultura, costumes e tradições; ciências políticas e sociais; desenvolvimento e evolução da consciência pessoal e de grupo. Contato pelo email [email protected] ou blog nasasasdoespirito.blogspot.com (blog pessoal)

2 thoughts on “O que é vício? Conceito e exemplos

  1. Achei sensacional o texto e me parece neste exato momento, que foi escrito pra mim!! Obrigada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.