O que é abundância e como ter vida abundante?

Posted on Posted in Uncategorized

Você está à procura de maneiras para encher a sua vida com abundância? Neste artigo, falaremos sobre algumas maneiras de encarar uma vida abundante e ensinaremos 7 maneiras práticas de chegar lá. Confira essa leitura do início ao final porque o conteúdo está bastante completo e imperdível!

O conceito de abundância

Para começo de conversa, é bacana que você entenda que tipo de vida abundante deseja ter. Por exemplo, a maneira como os cristãos entendem a abundância é completamente da maneira que pessoas de outras religiões e filosofias de vida pensam no assunto.

Pensamos que seja fundamental entender a abundância a partir de uma perspectiva específica. Dessa forma, fica mais fácil estipular passos práticos a fim de trazer esse conceito para a sua vida.

Na Bíblia

A abundância bíblica pode ser compreendida a partir de um versículo bastante conhecido pelos cristãos:

“O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” (João 10:10)

Esta citação é de autoria de Jesus, considerado como o Filho de Deus para quem é cristão. Ao falar que Ele veio ao mundo para dar vida e vida com abundância, se coloca em oposição ao mal. É interessante que, além de ser o único que pode perdoar pecados, o Filho de Deus ainda se propõe a trazer sentido e prazer para a vida humana.

Portanto, na tradição cristã, a existência do homem não possui apenas aflições e dores, ainda que essa seja uma consequência do pecado e da queda no Jardim do Éden. Na reunião do homem com Deus por meio de Cristo, a abundância de vida pós-pecado é retomada em algum nível, permitindo ao ser humano esperança de ter uma vida abundante novamente. 

Nas finanças

Diferente da abundância bíblica prometida em Cristo na Bíblia, a abundância financeira diz respeito ao patrimônio acumulado das pessoas. Assim sendo, é válido perguntar se é esse tipo de abundância que está procurando para lhe dar satisfação.

De fato, ter abundância de dinheiro permite adquirir uma série de produtos, serviços e experiências como:

  • itens de luxo: variam de pessoa para pessoa, já que o luxo pode estar em um resort na sua cidade ou em uma ilha paradisíaca no Oceano Pacífico;
  • viagens: seu valor também varia, mas é difícil viajar para dentro ou para fora do Brasil sem dinheiro para bancar passeios turísticos, comprar itens da culinária local e se deslocar de um lugar para o outro;
  • festas: desde as festas de aniversário até as de casamento, sua organização envolve dinheiro;
  • casas: não importa se estamos falando de aluguel, financiamento ou outra coisa;
  • carros: para algumas pessoas o objetivo é facilitar o traslado, mas para outras o carro é símbolo de status e poder;
  • roupas: são itens importantes que conferem estilo e personalidade para as pessoas de modo geral, mas custam muito dinheiro;
  • independência: seja ela a financeira ou emocional, trata-se do assumir a responsabilidade por sua própria vida;
  • conforto: característica importante de manter tanto no lar quanto no estilo de vida;
  • oportunidades: se apresentam mais facilmente para pessoas que ocupam determinados espaços que só é possível ocupar a partir do dinheiro;
  • entre muitas outras coisas.
Leia Também:  Ansiedade nos dias atuais: o que fazer?

Quando você pensa em uma vida abundante, são essas coisas que passam pela sua cabeça?

Nas emoções

Por outro lado, para algumas pessoas, a abundância de vida se reflete na plenitude e na satisfação de viver. Portanto, é um conceito que se liga facilmente à saúde mental. 

Para quem pensa dessa maneira, é possível ter muito dinheiro e, mesmo assim, não ter uma vida abundante. Onde há dinheiro, posses, mas não há felicidade e alegria, não há abundância.

Caso você pense assim, sua jornada será diferente das jornadas que apresentamos mais acima. Para os cristãos, a abundância está em Cristo; para quem acredita que uma vida abundante é aquela em que há prosperidade financeira, ela está nas posses. 

Como ter uma vida abundante em 7 passos? Confira exatamente o que fazer

Agora que explicamos que a abundância pode se configurar de diferentes maneiras para as pessoas, apresentaremos sete orientações práticas para alcançá-la. Obviamente, seja lá como ela for para você.

1 – Entre todas as modalidades possíveis, defina o que é abundância para você

A primeira orientação que trazemos para quem quer ter abundância na vida é discriminar o que essa palavra significa para si. Como vimos, não é verdade que a vida abundante tem o mesmo significado para todos.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Portanto, antes de seguir as próximas anotações, entenda o que é que você está procurando.

    Vamos analisar alguns exemplos?

    Para um cristão, a a abundância de dinheiro não apresenta nenhuma relação direta com a vida abundante. Para ele, é perfeitamente possível ter prosperidade e felicidade mesmo passando por alguns apertos. Isso acontece porque a fonte da vida abundante dessa pessoa está na promessa de Jesus e não nos bens materiais.

    No entanto, para quem relaciona a vida abundante com as finanças mais “gordas”, a ausência do conforto que o dinheiro pode trazer é motivo para muita dor de cabeça. Os bens trazem uma certa tranquilidade, poder para desfrutar de experiências caras sem se preocupar com preços e a possibilidade de não fazer sua família passar por apertos.

    Por fim, nenhuma das duas realidades acima satisfaz aquele para quem abundância é sinônimo de bem-estar interno. Ainda que a religião e o dinheiro possam ser fontes desse bem-estar, nem sempre são suficientes para todo mundo. Portanto, é necessário procurar pela prosperidade interna em algum outro lugar.

    2 – Estipule metas pequenas que ajudem você a conquistar uma vida abundante

    Sabendo bem qual é a abundância que você está procurando, hora de delimitar algumas metas para conquistar essa vida. Contudo, para tal, é necessário acreditar que a conquista da vida que satisfaz é possível. Do contrário, você não terá a determinação necessária, ou até mesmo a fé, para trilhar a caminhada rumo à satisfação.

    Confira alguns exemplos

    Se você faz parte das pessoas que creem na vida abundante prometida por Cristo, sabe que precisa de fé para acreditar que apenas Ele satisfaz verdadeiramente. Ainda que essa crença não atrapalhe a busca por independência financeira e bem-estar, a verdadeira satisfação está no filho de Deus e na vida eterna que Ele promete para os que creem. Nesse contexto, o exercício da fé vem por meio de disciplinas espirituais como a oração e a leitura da Bíblia.

    Porém, por outro lado, quem se determina a ter uma vida financeira confortável e plena precisa trabalhar para conquistar esse objetivo. Portanto, aqui já não temos metas para relacionar com a conquista da fé, mas do dinheiro. Assim, é importante determinar como você gostaria que a sua carreira se desenvolvesse, até um ponto máximo. Responder às perguntas “quanto eu quero ganhar por mês/ano?” também é relevante.

    No caso de quem procura uma vida mais cheia de bem-estar, o que pode ajudar é fazer uma boa análise das faltas. por exemplo, refletir na questão “O que falta na minha vida para que eu perceba abundância nela?”. Talvez, nesse contexto, a questão seja de perspectiva mais que de ausência. Porém, por outro lado, é possível que haja a necessidade de fazer reparos relevantes no estilo de vida da pessoa.

    Leia Também:  A posteriori: o que é, significado, sinônimos

    3 – Procure auxílio terapêutico para se conhecer na jornada e aprender a interpretar diferentes fases de vida

    Independentemente de qual seja a sua modalidade de abundância, saiba que o auxílio do acompanhamento terapêutico é muito importante. Cada uma delas apresenta motivos específicos, por exemplo:

    • pessoas religiosas podem apresentar questionamentos e problemas com o exercício da fé, precisando de alguém que ajude a mediar uma relação saudável com a doutrina religiosa, como é o caso de pessoas em jugo desigual ou homossexuais;
    • quem está em busca de uma carreira promissora pode enfrentar desafios com relação ao estresse, burnout, depressão, ansiedade e outros problemas que se apresentação como desafios na jornada,
    • pessoas com dificuldade de entender aquilo que falta poderão, com o auxílio de terapia, mergulhar dentro de si para encontrar as respostas que trarão satisfação de viver.

    4 – Junte-se a pessoas que motivem a sua busca por abundância, sem fazê-lo desistir de tentar

    Já ouviu o dito popular “Diga-me com quem andas e te direi quem és”? Pensar nele é relevante para a discussão de hoje, pois andar com pessoas procurando ou vivendo a abundância que desejamos para nossas vidas é motivador e educativo. Confira alguns exemplos:

    • O cristão que está fora de uma comunidade de fé sente que sua fé fica um pouco mais fraca. Logo, faz sentido que a comunhão com outros praticantes da mesma doutrina religiosa seja importante para continuar na procura por uma vida abundante em Cristo;
    • A pessoa que está motivada a crescer profissionalmente e nas finanças continua motivada quando acompanhada de pessoas que estão lutando pelos mesmos objetivos ou que já conquistaram o objeto de seu desejo;
    • Quem procura por bem-estar se sente muito melhor na presença de pessoas com o mesmo objetivo que com gente que acha esse desejo uma bobagem.

    Ainda que sejamos “obrigados” a conviver diariamente com todo tipo de pessoa, podemos escolher aquelas que nos influenciam e motivam. Estas podem nos ajudar com motivação, força e acolhimento ao longo da jornada, que é longa. 

    5 – Reconheça as pequenas vitórias que conquistar pelo caminho

    Algo que não podemos deixar de orientar aqui é que você não se fixe tanto nas metas finais que estabelecer. Observe que tanto a vida religiosa, quanto a busca por uma vida financeira confortável e plenitude interior são apenas jornadas. Assim, por muito tempo você ficará estagnado em um mesmo ponto ou andará devagar.

    Já que essa é uma expectativa que todos precisam ter, por que não aproveitar o caminho enquanto você não chega no ponto final?

    Ainda que você não tenha entendido perfeitamente o conceito de abundância, pode observar:

    • sua fé ficando mais forte de outras maneiras: ao exercitar disciplinas espirituais próprias da sua doutrina religiosa, entenderá muito melhor as motivações e a história por trás da fé que quer ter;
    • você pagando contas e trabalhando com muito mais tranquilidade e afinco: ao trabalhar com objetivo, terá muitos resultados profissionais, produtividade e direcionamento;
    • mais momentos de felicidade e plenitude no dia ou na semana: você se satisfaz mais facilmente com uma boa conversa, um momento feliz, um sorriso espontâneo.

    Muitas pessoas cometem o erro de focar tanto na reta final que as pequenas vitórias do caminho passam batido. No entanto, se você parar para olhar para cada uma delas e comemorá-las a sua vida ganhará muito mais cor. As vitórias alegram, motivam, transformam e ajudam a continuar com foco. Aproveite-as!

    6 – Identifique o que há de abundante na sua vida hoje

    Considerando a discussão logo acima, não podemos deixar de recomendar que você reconheça a abundância que há na sua vida hoje. Veja que a orientação agora é diferente! Antes dissemos para que você não foque tanto no ponto final de sua jornada para olhar as conquistas do dia a dia.

    Leia Também:  Psicodrama para Terapia de Casal: como fazer?

    Agora, recomendamos que você faça o exercício de identificar pontos de abundância que já estão presentes no seu cotidiano. Se você parar para analisar, eles já estão lá.

    Muita coisa bacana passa por nós de maneira imperceptível. Elas são abundantes, mas estamos tão concentrados no plano original que esquecemos de olhar para elas também.

    Veja que:

    • É possível acreditar na abundância que vem da religião, mas comemorar conquistas profissionais relevantes para a sua carreira ou uma semana de tranquilidade com sua família,
    • Não é errado procurar por bem-estar e tranquilidade mesmo que você esteja muito focado em seu sucesso profissional, pois as duas coisas não são excludentes,
    • Você pode estar em uma jornada em busca do bem-estar pessoal, mas não precisa excluir as pessoas que fazem parte da sua vida dessa caminhada.

    A vida é um emaranhado de pessoas e contextos complexos, que estamos tentando organizar o tempo todo. Ao se dar conta disso, você verá que a abundância está em muitos outros lugares além daquele que você originalmente pensou.

    Ela está nos seus relacionamentos, nas suas vitórias, na sua história e na sabedoria que você vai acumulando enquanto continua vivendo. Ela está na vida de modo geral, não apenas em um momento. Veja que, quando você finalmente conseguir aquilo que pensa ser a plenitude da vida abundante, logo precisará de um novo sentido de vida.

    Por outro lado, caso já enxergue a vida como uma mistura complexa de abundâncias, entenderá a importância do que conquistou, mas verá que já vive abundantemente!

    7 – Exercite a gratidão diariamente até chegar no lugar em que deseja

    Considerando a discussão acima, nossa última orientação sobre como cultivar abundância e ter uma vida abundante é que, ao ver reflexos dessa prosperidade em sua vida, você seja grato. A expectativa é de que quanto mais você vê pontos de prosperidade na vida, mais eles se tornem evidentes para você.

    Essa discussão sobre a necessidade de ser grato ficou bastante popularidade nos últimos anos. Infelizmente, a popularidade foi tanta que um sentimento nobre ganhou uma certa negatividade. Pessoas que se esforçam para enxergar o bom da vida ficaram conhecidas pelo termo “gratiluz”.

    No entanto, apesar disso, é importante saber reconhecer o bom que chega até nós e expressar a gratidão por meio da vida. Para alguns essa gratidão se manifestará para o Deus da Bíblia, enquanto para outros a fonte do bem é o universo ou outros deus.

    Na realidade, a quem você será grato nem sempre importa. O foco da gratidão está mais no reconhecimento do bem que foi alcançado que no doador desse bem. Dessa forma, reconhece-se a importância de valorizar as coisas boas ao nosso redor e a de contribuir com a vida do outro positivamente também.

    Considerações finais sobre como ter uma vida cheia de abundância

    Neste artigo, você aprendeu sobre as diferentes modalidades de abundância. Apesar de existirem tipos diferentes, todas as 7 orientações que demos nesta leitura te ajudarão a caminhar em direção a uma vida mais abundante, principalmente reconhecendo o bem que já faz parte da sua vida agora!

    Uma outra fonte de conhecimento sobre o comportamento humano que também é útil para refletir sobre as questões da vida é nosso curso de Psicanálise Clínica completo e EAD. Com ele, você tem uma preparação completa para clinicar como psicanalista. Porém, caso o seu propósito seja apenas autoconhecimento, você terá muito material para aprender e ajudar outras pessoas também.

    Esperamos que essa discussão sobre abundância tenha sido proveitosa e, que a partir de agora, você consiga percebê-la mais facilmente em seu dia a dia!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *