Os 5 pilares da Arte da Sedução segundo a Psicologia

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Já falamos aqui no blog sobre a arte da conquista, agora vamos conversar sobre a arte da sedução. Pode parecer que estamos falando da mesma coisa, mas há algumas diferenças entre conquistar e seduzir. Por essa razão, é importante ler os dois artigos para ter uma dimensão do tema. Afinal, se você quer seduzir alguém, nenhuma dica é demais, não é?

O que é sedução

A sedução é uma palavra que usamos de modo habitual em nosso cotidiano. Seja em nossas conversas, seja em mensagens na internet.

Seu conceito envolve a ação de seduzir e obter o resultado esperado com este ato. Ou seja, quem realiza esta ação quer ser capaz de provocar em outra pessoa uma determinada emoção.

Dessa forma, a sedução se encontra em estreita comunhão com a persuasão. Isso porque o objetivo final de quem seduz será chamar a atenção de quem recebe a ação sedutora.

Vale ressaltar que a palavra sedução é usada predominantemente em um contexto sexual. Isso acontece, pois quando uma pessoa quer seduir uma outra que a atrai sexualmente, coloca em prática várias estratégias. O sexo e a atração motivam.

Altos e baixos da sedução

Essa palavra pode ter uma conotação positiva, se estiver orientada a um fim positivo. Por exemplo, chamar a atenção de quem você gosta. Quantas esposas ou namoradas não gostariam de sentir que são desejadas por seus parceiros, e vice-versa?

Por outro lado, a sedução pode ser negativa. Tome como exemplu um caso em que a ação da sedução é realizada com a missão de enganar alguém. Dessa forma, através disso, a sedução é usada para convencer a realizar algo que prejudique alguém.

Sedução e encantamento

A palavra sedução também se refere ao encantamento. Ou seja, à atração que uma coisa ou um indivíduo provocam em outra pessoa. Dessa forma, esse recipiente se torna um objeto de desejo e de afeto.

Em algumas situações, este deslumbramento pode superar os limites da normalidade. Por consequência, esse sentimento pode dar origem a obsessão de um indivíduo com esse objeto ou pessoa de seu desejo.

Agora que já entendemos um pouco do que é, objetivamente, a sedução, vamos falar da arte da sedução.

Pilares da Sedução

Há cinco Pilares da Sedução importantíssimos para a arte da sedução. O funcionamento dos cinco é de extrema importância. Assim, se qualquer um desses pilares falhar, todo o jogo de sedução pode ser considerado como perdido. Em seguida, falamos desses pilares que você deve ter em mente se quiser se tornar um sedutor de sucesso.

Atitude

A atitude é a primeira coisa que se destaque nos sedutores bem sucedidos. Eles são pessoas ativas e que sempre tomam a iniciativa. Se você enxergar uma oportunidade para conhecer alguém, não pense duas vezes.

Confiança

Uma pessoa confiante faz a abordagem ou o convite para sair e tem certeza de que tudo dará certo. Não treme na base ou fica constrangida durante a conversa.

Assim sendo, seja você também uma pessoa destemida e que acredita no que tem a oferecer. Obviamente, a estratégia pode dar errado. No entanto, não vá pensando que isso é o pior que vai acontecer. Pessoas nem sempre são compatíveis. O não sucesso de chegar em alguém não se deve à sua incompetência. Trata-se de uma questão de compatibilidade de interesses.

Lembre-se: a maneira como os outros nos enxergam tem mais a ver com o deixamos que eles vejam. Por essa razão, muitas pessoas se enganam ao apostar que o visual de alguém reflete o que têm por dentro. Se assim não fosse, não veríamos tantos relacionamentos destruídos pela desculpa do “eu não sabia que ele/ela seria assim”. A gente se engana o tempo todo.

Obviamente, traumas passados podem interferir em nossos comportamentos. E, consequentemente, na nossa confiança. No entanto, é preciso trabalhar esses traumas para que consigamos acreditar em nós mesmos.

Leia Também:  Teoria da Abundância: 9 dicas para uma vida próspera

Atração

Um dos grandes pilares da arte da sedução é a atração.

Para começo de conversa, há uma enorme diferença entre ser bonito e ser atraente. A pessoa bonita nem sempre é atraente. Na verdade, essa pessoa conhece e compreende os gatilhos de atração da mente. Em posse deles, sabe usá-los com maestria para atrair o seu objeto de desejo.

Conversa

Muitos acreditam que uma boa conversa resolve todos os problemas. Dessa forma, faz sentido que para uma estratégia de sedução funcionar,é importante saber conversar. Porém, muitas vezes, saber conversar é saber ouvir.

Assim, mostre interesse sobre o que o outro tem a dizer. Se lembre das informações compartilhadas com você e faça perguntas, pois isso é essencial para seduzir uma pessoa.

Quando você consegue entender o outro por meio do que ele diz e demonstra apreço, chama muito a atenção. Como dissemos ali em cima, a atração é muito mais que uma coisa física. A intelectualidade e a conversa são fundamentais para a arte da sedução.

Experiência

Você não saberá seduzir depois do primeiro encontro. Se você quer se tornar alguém experiente para conquistar alguém, precisa da disposição para não desistir. Nenhuma pessoa é igual e isso te ajudará a entender o que fazer com diferentes interesses quando tiver encontros diferentes.

Essa instrução não significa que você deva estar com uma pessoa enquanto se encontra com várias outras. Tudo depende dos acordos internos dos relacionamentos. Traição gera traumas tanto em quem traia quanto em quem é traído, não se esqueça.

O que queremos dizer é que um primeiro encontro raramente se transforma em um namoro. Ou seja, você, provavelmente, conhecerá muitas pessoas antes de começar algo mais sério.

Só através da experiência você aprenderá a sua própria arte da sedução. Dessa forma, conseguirá o que tanto almeja.

A sedução além do romantismo

A arte da sedução não está ligada apenas ao romantismo. Nem sempre você quer seduzir alguém para um relacionamento. Muitas vezes, você quer seduzir alguém para fechar um negócio ou conseguir uma vaga de emprego, como já dissemos lá em cima.

Essas intenções nada tem a ver com o espectro de manipulação. Aqui a sedução é usada para levar o outro a admiração e desejo. Por exemplo: Se você está disputando uma vaga de emprego, você precisa mostrar que você é o melhor para aquilo, não é?

Ou seja, você tem que se mostrar confiante, atraente, saber conversar e mostrar experiência. Não é uma sedução tão apelativa como em um encontro.

Neste ou em qualquer outro caso, vale a pena destacar que o melhor jeito de seduzir é sendo autêntico. Por meio da autenticidade, atinge-se com maestria todos os pilares listados acima. No entanto, para ser autêntico você precisa se conhecer. Só assim você saberá quem é realmente.

Comentários finais: a arte da sedução

A arte da sedução é algo que devemos aperfeiçoar diariamente. Nós estamos diariamente seduzindo e sendo seduzidos. Diante disso, desenvolver os pilares da sedução nos ajudará a conquistar nossos objetivos. Não dizemos isso apenas com relação aos objetivos românticos, mas também no tocante aos profissionais e sociais também.

Para isso, é preciso buscar o autoconhecimento. Dessa forma, é possível encarar quem somos e aperfeiçoar nossas qualidades. Também há a oportunidade de trabalhar os defeitos. Nesse contexto, a psicanálise nos ensina que tudo que somos está relacionado com o que nossa mente internalizou.

Leia Também:  Análise do filme Um Método Perigoso, sobre Freud e Jung

Ou seja, a maneira como nos comportamos como os outros tem a ver com o que vivemos antes. Por isso, é importante fazer terapia, analisar nossos gestos e reflexos.  Esteja você curioso sobre o tema ou com o desejo de ajudar pessoas, matricule-se em nosso curso de Psicanálise Clínica online. Nele estudam-se temas essenciais para a arte da sedução. Confira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × quatro =