o que é autofobia

Autofobia, Monofobia ou Isolofobia: medo de si mesmo

Posted on Posted in Fobias

Autofobia é o medo incomum e irracional de ficar sozinho. A pessoa desenvolve um pânico, passando a ter medo de si mesmo, evitando situações que imagina, de forma até mesmo insana, que os levarão a solidão.

Quem sofre desta fobia acaba por sentir a necessidade de estar próxima a outras pessoas. Isso as leva a ter comportamentos impulsivos e desesperadores, somente para ter alguém ao seu lado.

Esta fobia pode estar ligada outras patologias da mente, como síndrome do pânico, transtorno de ansiedade, depressão e síndrome Borderline.

O que é autofobia?

É o medo incomum de ficar sozinho, é o temor patológico da solidão. Quem sofre desta fobia, sente, todo momento, que está sendo ignorada por todos, temendo o isolamento, a rejeição.

Autofobia, é a junção das auto, igual a próprio, mais fobia (medo), cuja palavra significa medo patológico de estar sozinho, um pavor de estar sozinho. Esta fobia também é conhecida pelas palavras: monofobia ou isolofobia.

Quando medo se transforma em fobia?

No geral, todas pessoas têm medo, instintivamente, para sua própria defesa. Mas também exitem medos comuns, às vezes relativamente irracionais, como medo do escuro e medo de altura. Entretanto, são medos aos quais conseguimos conviver, sem mudarmos nossa rotina, tomando apenas algumas precauções para evitar a ansiedade que estes medos causam.

Porém, o problema surge quando este medo é paralisante, que condiciona os comportamentos da pessoa, como se ele o perseguisse e dominasse suas atitudes. Quem sofre de uma fobia, acaba por alterar seu cotidiano, para evitar a ansiedade e angústia que determinada coisa ou situação lhe causa.

Ou seja, o medo se transforma em fobia quando a pessoa muda toda sua rotina para que, assim, não arriscar ser surpreendida. Passa, então, a viver em função deste medo, deixando que ele faça parte de todo planejamento de vida, sempre com o pânico somente de imaginar vivenciar o que tanto teme.

Sintomas de autofobia

Quem sofre de autofobia sente-se incapaz de viver sozinha e acaba, irracionalmente, comportando-se como se fosse incapaz de resolver sua vida sozinha. Até em situações cotidianas, o autofóbico tem atitudes compulsivas, com padrões comportamentais que afetam diretamente seus relacionamentos interpessoais.

Além disso, aquele acometido por autofobia, em meio a situações que, em sua cabeça, representam sinais de que poderá estar só, apresenta sintomas como:

  • tontura;
  • sudorese;
  • boca seca;
  • frequência cardíaca acelerada;
  • náusea;
  • tremores;
  • falta de ar;
  • medo do desconhecido;
  • ansiedade excessiva;
  • ciúme exagerado;
  • medo da morte;
  • estresse;
  • ataque de pânico;
  • dormência, etc.

Quais as principais causas da autofobia?

Como dito anteriormente, a autofobia pode ser desenvolvida cumulativamente a outros transtornos mentais, ou seja, pode ser sua causa ou consequência. No mais, comumente esta fobia advém de traumas infantis, como o abandono dos pais.

Saiba que as fobias podem ter diversas causas para o seu desenvolvimento. Nesse sentido, conforme elencado por especialistas na área da saúde mental, as fobias têm como causas principais:

  • experiências traumáticas;
  • crenças e superstições;
  • pensamentos ansiosos, catastróficos e fantasiosos;
  • falta de autoconfiança e autoestima;
  • arquétipos;
  • falta de informação.

Qual tratamento para autofobia?

Há uma linha tênue entre o medo e a fobia, que somente profissionais especializados na saúde mental pode analisar, conforme o caso concreto. Para que, assim, possa auxiliar ou, até mesmo, curar o fóbico. Desse modo, acontece com quem está sofrendo de autofobia.

Dentre os tratamentos está a psicanálise, onde o profissional buscará, primeiramente, a causa da autofobia, seja pela análise da mente consciente, quanto da inconsciente. Vale enfatizar que os tratamentos mudam conforme o analista e analisando.

Portanto, se você sofre de autofobia, ou de qualquer outra fobia, não sinta vergonha e procure ajuda. Comumente as pessoas acabam por sofrerem sozinhas, pois não conseguem imaginar a hipóteses de expor seu medo e, pior ainda, ter de enfrentá-lo.

Porém, se a pessoa não procurar ajuda profissional quanto antes, poderá agravar a doença e os tratamentos terapêuticos podem não ser mais suficientes. Ou seja, o paciente, em casos graves, terá de recorrer a medicamentos psiquiátricos.

Como se curar da isolofobia e ter solitude?

Primeiramente, saiba que solidão e solitude são conceitos diferentes. A solidão, temida por quem sofre de autofobia (ou isolofobia), não é benéfica. Em outras palavras, a solidão trata de uma desconexão com o mundo externo, que pode desencadear, por exemplo, tristeza profunda e depressão.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Ao contrário, a solitude, em simples palavras, é gostar da sua própria companhia. Nesse sentido, é uma inteligência emocional adquirida pelo autoconhecimento. Adquirindo solitude, você tem autoconfiança, parando de fugir de si mesmo. Então, aceita ser perfeito a sua maneira, sem necessidade de ter a aprovação do outro.

    Leia Também:  Medo de mudanças: entenda a Metatesiofobia

    Mas, afinal, como sair da fobia de si mesmo e conseguir solitude?

    Nesse ínterim, o profissional da saúde mental que optar, utilizará de técnicas para encontrar as causas da sua fobia, lhe ajudando a encontra sua cura. Para que, assim, consiga atingir a tranquilidade da solitude.

    Sabemos que sair da fobia de si mesmo e ter solitude pode não ser uma tarefa fácil, mas acredite, não é impossível. Se você está passando por isso, busque ajuda.

    Contudo, se você estiver passando por isso e ainda têm dúvidas sobre o assunto, deixe seu comentário logo abaixo. Responderemos com o maior prazer todos os seus questionamentos sobre autofobia. Além disso, sua história poderá ajudar e ser fonte de inspiração para quem está sofrendo por isso.

    Além disso, se quer conhecer mais sobre a mente humana, inclusive sobre fobias, conheça nosso curso de formação em Psicanálise 100% EAD. Com este estudo, terá um conhecimento profundo sobre a psique humana, que, dentre os benefícios, aprimorará seu autoconhecimento. Pois, proporcionará visões sobre si mesmo que seria praticamente impossível obter sozinho.

    Ainda mais, melhorará seu relacionamento interpessoal, tendo em vista que conseguirá um melhor relacionamento com os membros da família e do trabalho. O curso lhe ajudará a entender pensamentos, sentimentos, emoções, dores, desejos e motivações de outras pessoas.

    Por fim, se gostou deste artigo, não deixe de curtir e compartilhar em suas redes sociais. Assim, nos manterá sempre motivados a realizar pesquisas e trazer, cada vez mais, conteúdos de qualidade para nossos leitores.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.