carpe diem poema de walt whitman, tradução

Carpe Diem: análise do poema de Walt Whitman

Posted on Posted in Psicanálise e Cultura

Por muitas vezes, palavras inspiradoras transcenderam o tempo e continuam a nos mostrar valiosas lições sobre a vida. É o caso do poema carpe diem, reconhecido historicamente por seu conteúdo inspirador. Vamos para uma breve análise de como ele pode colaborar com a nossa perspectiva de vida.

 

Origens do poema Carpe Diem

Carpe diem é uma frase em latim, nomeando um dos mais famosos poemas de Horácio, significando “aproveite o dia”. Esse aproveitar o momento é um convite para que não percamos mais tempos com coisas sem valor e inúteis. Assim, precisamos fazer imediatamente aquilo que nos dará prazer sem qualquer arrependimento.

O termo teve origem na queda do império romano, servindo para designar algo como “cada um por si”. Já que o império estava se desconstruindo, havia uma perspectiva de que o hoje poderia ser nosso último dia.

Como deve imaginar, as palavras acabaram ressignificadas e hoje apontam para algo positivo e construtivo ao nosso futuro. O desespero causado pela destruição do império acabou dando lugar a um incentivo colossal a vivermos nossas vidas como queremos.

 

O poema Carpe Diem de Walt Whitman

“Aproveita o dia” (tradução), Walt Whitman

Aproveita o dia,

Não deixes que termine sem teres crescido um pouco.

Sem teres sido feliz, sem teres alimentado teus sonhos.

Não te deixes vencer pelo desalento.

[ou] permitas que alguém te negue o direito de expressar-te, que é quase um dever.

[ou] abandones tua ânsia de fazer de tua vida algo extraordinário.

Não deixes de crer que as palavras e as poesias sim podem mudar o mundo.

Porque passe o que passar, nossa essência continuará intacta.

Somos seres humanos cheios de paixão.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


A vida é deserto e oásis.

Nos derruba, nos lastima, nos ensina, nos converte em protagonistas de nossa própria história.

Ainda que o vento sopre contra, a poderosa obra continua, tu podes trocar uma estrofe.

Não deixes nunca de sonhar, porque só nos sonhos pode ser livre o homem.

Não caias no pior dos erros: o silêncio.

A maioria vive num silêncio espantoso. Não te resignes, e nem fujas.

Valorize a beleza das coisas simples, se pode fazer poesia bela, sobre as pequenas coisas.

Não atraiçoes tuas crenças.

Todos necessitamos de aceitação, mas não podemos remar contra nós mesmos.

Isso transforma a vida em um inferno.

Desfruta o pânico que provoca ter a vida toda a diante.

Procures vivê-la intensamente sem mediocridades.

Pensa que em ti está o futuro, e encara a tarefa com orgulho e sem medo.

Aprendes com quem pode ensinar-te as experiências daqueles que nos precederam.

Não permitas que a vida se passe sem teres vivido…

 

Você vive ou existe?

Embora pareça um questionamento bobo, a pergunta é pertinente quando pensamos sobre nosso cotidiano. Muitas pessoas deixam que as suas vidas passem pelos olhos sem que possam sentir o real sabor dela. Isso se trata de existir: não fazer escolhas conscientes que te possibilitem sentir o prazer em estar vivo.

Por outro lado, as pessoas que vivem entendem o significado do maior bem que qualquer um poderia possuir. Graças a isso que valorizam até as menores coisas e sempre traçam planos para que as suas vidas possam fazer sentido. Ainda que não carreguem riquezas, sabem muito bem os prazeres que suas vidas podem proporcionar.

Leia Também:  Relações entre Freud e Einstein

Nisso, após ler carpe diem, convidamos você a refletir sobre o modo de vida que tem levado até aqui. Encontre-se com as lições que aprendeu, projete os seus sonhos e encontre os pilares do seu crescimento. Acredite, por mais obscuro que o caminho seja agora, a luz que precisa para chegar ao outro lado está contigo.

 

Sociedade dos poetas mortos

No filme Sociedade dos poetas mortos conhecemos um grupos de rapazes que vivem sob rígido controle de um colégio interno. O ensino é cuidadosamente regulado para que a sua conduta caminhe com os parâmetros da instituição. Com isso, abdicam de si mesmos e se tornam reféns de um sistema opressor que visa a tradição e disciplina à excelência.

Entretanto, tudo muda quando o professor Keating passa a incentivar que eles mudem a sua perspectiva sobre o mundo. Quebrando as regras da escola, a paixão de Keating pela vida inspira os estudantes a encontrarem suas paixões individuais. Mesmo sem abandonar o bom senso, precisam encontrar a própria felicidade e controlarem as próprias vidas.

Desse modo, eles precisam transcender o conservadorismo que inibe qualquer reação distante do que é imposto à comunidade. Caso contrário, precisam abdicar da própria individualidade e perderem sua vontade pessoal. Dentre as lições do carpe diem, poema serve de pilar para eles serem o que quiserem, sem qualquer pressão externa.

 

O transcendentalismo

Essa ideia surge na Inglaterra durante o século XIX e acabou chegando aos EUA e se fixando por lá. Aqui se tornou um modelo de protesto aos meios culturais e sociais unilaterais que afetavam a pluralização e liberdade educacional. Com o exemplo do filme, existia uma necessidade de estudantes “de verdade” e que fugissem dos dogmas impostos pelas instituições.

Aos transcendentalistas, propostas inovadoras sobre cultura, ensino e religião deveriam abraçar a existência individualista de um estado espiritual equivalente. No momento em que escapamos do físico e até do lado empírico, temos consciências livres e com intuição própria. As experiências repassadas deveriam se ligar ao interior de cada um e não apenas à sensação.

Dessa forma, o transcendentalismo vira uma ação cultural, uma expressão do pensamento humano dá luz a uma filosofia idealista. Basicamente, motiva a todos nós a observar o mundo de modo pessoal e a tirar as próprias conclusões. O fluxo de nossos espíritos se expandirá quando mergulhamos nas revoluções do mundo.

 

Metas para um verdadeiro Carpe Diem

A proposta de carpe diem, poema de estímulo à vivência, é fazer a quebra de padrões nocivos que impeçam a felicidade. No decorrer do texto expomos continuamente que a nossa vontade não deve ser sufocada. Com isso, o trabalho destaca:

 

1. Liberdade

O poema motiva a dissolução do controle que uma sociedade continua a exercer sobre os seus cidadãos. Nesse caminho, os problemas causados pela impregnação de fortes dogmas ficam mais vulneráveis e de conhecimento público.

 

2. Rompimentos estruturais

Por vezes acabamos deixando passar como as tentativas de controle e condução acabam por serem normalizadas, ainda que causem prejuízos. Aqui os espaços educacionais e outros meios de formação passam por um refinamento para detectar essas falhas comprometedoras.

Lições do poema Carpe Diem

Apesar de limitado pelas quantidades de palavras, o poema carpe diem traz uma lista gigantesca de lições. Os aprendizados adquiridos aqui podem reforçar a nossa sede de encontrar a nossa melhor versão. Com isso:

 

1. Seja autêntico

Jamais deixe de ser você mesmo em qualquer situação ou circunstância por conta de alguém. Pessoas que se rendem assim aos outros jamais conseguirão alcançar a felicidade verdadeira. Em vez de abraçarem a sua individualidade, se esforçarão para escondê-la e caber em algum meio.

Leia Também:  Caverna Interior: Entendendo este Mito Através da Psicanálise

 

2. Não desvie dos seus sonhos

Assim como a sua essência, evite abrir mão daquilo que tem vontade de ser ou fazer. Sim, sabemos que muitas vezes o momento pode parecer desgastante e bastante difícil. Porém, tenha em mente de que você é o maior projeto de vida e isso não deve ficar em segundo plano.

 

3. Evite recuar e se afastar de si por qualquer pessoa

Se alguém disser que você não vale a pena e não é capaz, não dê crédito a isso. Certamente sabe do seu potencial, possui alguma inveja e como não tem as mesmas capacidades, tenta te diminuir. Seja firme, continue em seus planos e mostre sem dizer uma palavra única do que é capaz.

 

O que você achou do poema Carpe Diem de Walt Whitman?

Carpe Diem funciona como um hino poético à liberdade, nos motivando a caminhar em direção a ela. É um objeto de profunda reflexão, fazendo com que encontremos nossas verdadeiras prioridades naturalmente e sem bloqueios.

Assim, revitalize a sua maneira de se posicionar na existência e encontre aquilo que te faz feliz. Tenha confiança de que isso fará toda a diferença em seu futuro.

Para te ajudar nessa busca, se inscreva em nosso curso 100% online de formação em Psicanálise. Todas as aulas te ajudarão a lapidar o seu autoconhecimento e permitir que acesse o seu potencial completo. Entre em contato conosco, depois com a sua essência ao crescimento. Por fim, mergulhe nas águas profundas e claras do carpe diem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − oito =