não se diminua para caber no mundo de alguém

Não se diminua para caber no mundo de alguém

Posted on Posted in Comportamento

É comum a qualquer pessoa mudar a sua postura para se alinhar com determinado ambiente em algum momento. Contudo, muitos acabam abrindo mão da própria essência para favorecer exclusivamente o outro. Continue a leitura com atenção e não se diminua para caber no mundo de alguém.

 

Não se diminua para caber no mundo de alguém

Nunca abra mão de si mesmo para que consiga se encaixar no mundo de outra pessoa. Tenha em mente que se ela te quisesse perto, abriria espaço para que você pudesse se chegar confortavelmente. Quando isso não é feito, você acaba mudando a sua postura apenas para ficar servindo aos outros.

Isso vale também para quando tentamos agradar alguém que não se importa em fazer o mesmo por nós. Pense nos presentes, lugares e tempo dedicados a um indivíduo que sequer soube retribuir isso. Não se trata do dinheiro ou valor material, mas a parte sentimental é extremamente importante para algo dar certo.

Ademais, não se deixe levar pelas aparências, já que é fácil fantasiar sobre coisas que não existem. Em geral, pode ser apenas o oportunismo de alguém sugando a sua boa vontade por interesse próprio. Ao invés de deixar sua carência dominar, se ame, deseje o bem a si mesmo e não sofra por algo inexistente.

 

O valor da reciprocidade: seja igual, não se diminua

Não se diminua para caber no mundo de alguém que não te valoriza e tão pouco se importa com você. Com o desejo de ser aceito pode vir a sensação de que precisa se esforçar mais para conquistar alguém. Em outras palavras, você apenas está se deixando levar por uma necessidade de receber atenção de alguém que gosta.

Uma das primeiras coisas que deve ter em mente com honestidade é se isso é algo recíproco. Afinal de contas, de que adianta investir em alguém que não faz metade desse esforço por você? É preciso que tenham prioridades equivalentes em relação um ao outro sem qualquer desgaste por isso.

Com isso, é preciso ser claro se você é tão valorizado quanto o modo que trata a outra pessoa. O outro tem de se mover ao seu favor, dedicando parte de si e gerando um ciclo positivo de trocas. Aproxime-se apenas das pessoas que te aceitam como é, sem perder a sua essência ou fazer algo que não gostaria.

 

Reconhecer-se

Mesmo sendo fácil dizer não se diminua para caber no mundo de alguém, a realidade é outra. Isso porque muitas pessoas se que notam o extremo sacrifício que fazem pelos demais sem serem reconhecidas. Por conta disso que o relacionamento é pautado em:

Deixar de fazer o que quer para ceder sempre ao outro

É comum que precisemos abrir mão de algumas coisas para que outras possam surgir no caminho. Contudo, se tratando de um relacionamento, isso se torna desagradável por acontecer constantemente. Cria-se uma meta para deixar o outro feliz sempre, mas deixando a própria felicidade de lado para isso.

Falta de equilíbrio

Aquilo que damos deveríamos receber em igual proporção, mas isso quase nunca acontecer. O relacionamento se sustenta em uma entrega contínua e gigantesca a quem não caminha na sua direção. Com o passar do tempo, o contato se torna cada vez mais desgastado e doloroso de se manter a esse indivíduo.

Leia Também:  Mudança de vida: 7 passos do plano à ação

Desrespeito

Quando dizemos “não se diminua para caber no mundo de alguém”, estamos pedindo para que se ame em primeiro lugar. Esse tipo de entrega somente beneficia o outro que pouco se importa com a sua vontade e necessidade individual. Mesmo que não perceba, é um desrespeito dele e de você mesmo com sua própria existência.

 

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

Ouça o seu coração com o juízo da sua mente

A sua própria intuição acaba pedindo para que não se diminua para caber no mundo de alguém. Com o passar do tempo você ficará mais sensível aos incômodos causados por causa dessa entrega excessiva. Evite pensar que tudo é fase, vai melhorar ou que pode mudar o outro e ouça sua sua voz interna.

Porém, quando notar isso, não se deixe ser guiado pela raiva ou qualquer veneno emocional que possa surgir. Em vez de descontar no outro, ressignifique esse sentimento em algo bom para você mesmo. Assim, toque a sua criatividade e encontre novas maneiras de alcançar a sua felicidade e com prazer.

Com base no que vem aprendendo, nunca deixe de se sentir especial para si mesmo. Deixe que os outros partam se não perceberem isso, mas jamais se abandone por qualquer razão. Ame-se, queira o seu próprio bem e cresça com isso porque estará pronto a dividir com alguém que reconhecerá isso.

 

Relações abusivas que nos diminuem

Ainda que o parceiro não encoste um dedo em sua pele, isso não significa que não vive uma relação abusiva. Muitos parceiros acabam moldando a vontade dele sobre a sua e fazendo com que escolha em favor dele. Em vez de escolher qual das asas deverá cortar, se preocupe se existe alguma algema que te impede de voar.

Evite desperdiçar o seu tempo pensando sobre o que vale mais em sua vida e siga seu coração, incluindo relações abusivas. Quando uma pessoa te escuta de verdade, sabe de suas necessidades e te apoia na busca dos seus sonhos. Não apenas te admira por isso, mas faz o que pode para te ajudar a chegar lá.

 

Além do amor, círculo social

Falando a alguém para que não se diminua para caber no mundo de alguém, as amizades também contam a isso. Em determinados períodos de nossas vidas nos vemos solitários e sem a sensação de pertencimento. Por causa disso que acabamos espelhando as ações de outras pessoas para nos aproximarmos delas.

Veja a adolescência, por exemplo, uma das fases mais difíceis que vivenciamos. Concordamos em adentrar em um grupo, agindo com ele e até ferindo outras pessoas para isso. Sem contar que nós mesmos éramos alvos disso e passamos essa dor a alguém para fugir dela.

Nunca se aproxime de qualquer pessoa que claramente pode diminuir você a troco de nada ou em favor pessoal. O desprezo que ela sente por você pode impedir que os seus sonhos, vontades e outras metas se concretize. Entenda quando deve se retirar e preservar a própria vida.

Dicas: Não se diminua para caber no mundo de alguém

É preciso segurar o impulso de tentar agradar os demais enquanto você mesmo continua a ser deixado de lado sempre. Assim, Não se diminua para caber no mundo de alguém, pois ninguém nunca precisa abrir mão de si para ser amado. Preste atenção a essas dicas:

Leia Também:  Amor Inventado e Amor Romântico em Psicanálise

 

1. Encontre alguém que some a você

Sempre dê prioridade as pessoas que fazem o mesmo esforço para permanecer perto de você. A força e o apoio devem ser mútuos, de modo que sejam também o pilar um do outro. Nisso, permaneça com alguém que alimente a sua autoestima e qualidades enquanto faz o mesma por ela.

 

2. Sempre foque no seu crescimento existencial

Como aberto linhas acima, você é o seu principal projeto de vida e nunca deve se desviar disso. Mesmo que conheça outra pessoa e se dedique a isso, se mantenha em primeiro lugar e foque no seu desenvolvimento. Acredite, à medida em que cresce encontrará alguém que partilha da mesma jornada.

 

3. Desenvolva Autorrespeito

Conheça a si próprio para entender suas necessidades antes que se entregue por completo a qualquer pessoa. Ter respeito pela própria individualidade é importante para a construção do seu próprio destino. O autorrespeito vai impedir que se torne refém de qualquer pessoa que possa comprometer a sua integridade.

 

Conclusão: não se diminua para caber no mundo de alguém

Não se diminua para caber no mundo de alguém que não quer te escutar e prestar apoio equivalente. Ele possui autonomia, personalidade e vontade suficientes para gostar de você da maneira que é.

Invista essa força e cuide de si mesmo, lidando melhor com as suas emoções e postura. Enalteça a si mesmo, carregando uma afeição pelo o que representa e pode fazer. Acredite, alguém vai reconhecer você por isso e te apreciar como merece ser feito.

A fim de conquistar a sua independência e controle, se inscreva em nosso curso EAD de formação em Psicanálise Clínica. Seu valor ficará à mostra graças ao autoconhecimento adquirido, revelando melhor a melhor versão de si que pode ser. Não se diminua para caber no mundo de alguém quando pode contatar o seu potencial máximo à mudança e crescimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + três =