conceito de ideologia

Conceito de Ideologia: o que é?

Posted on Posted in Comportamento, Conceitos e Significados

O conceito de ideologia é muito amplo e possui vários estudiosos sobre o tema, sendo o Karl Marx o mais famoso. Entenda mais sobre o assunto no nosso post. Então, não perca tempo, confira agora mesmo.

Qual é o conceito de ideologia?

A palavra ideologia tem vários sentidos, o que torna a conceituação do termo um pouco difícil. Além disso, a ideologia é tão antiga quanto a filosofia! Suas origens estão ligadas à Antiguidade Clássica.

Contudo, a palavra “ideologia” só foi ganhou notoriedade na modernidade, com o filósofo Destutt de Tracy. Outros que contribuíram para a divulgação do termo foram os estudiosos do positivismo. Em suas teorias, eles concluíram o quão necessária é a ideologia, pois ela exemplifica como é possível estudar de modo concreto um tema abstrato!

Atualmente, o termo tem ampla distribuição. Inclusive, temos uma corrente crítica que se debruça sobre o assunto, com origem no século XIX.

O que é ideologia?

A sociedade define a ideologia como um grupo de ideias ou uma idealização sobre algo. Porém, o significado de ideologia é muito maior do que essa definição. Isso porque temos dois conceitos de ideologia:

  • visão clássica: é uma ciência que se organiza de forma metódica e estuda as ideias que compõem a nossa intelectualidade;
  • visão crítica: é uma ilusão criada por uma classe social para manter de forma aparente a legitimidade de um sistema de dominação.

Saiba mais…

Alguns estudiosos, como a filósofa brasileira Marilena Chaui, defendem que a origem da ideologia está nas mãos dos gregos. Segundo eles, a população da Grécia tinha o hábito de separar a vida intelectual em dois tipos de atividades:

  • poiésis: atividades que os comerciantes, artesãos, artistas e escravos faziam. Elas não demandavam tanto esforço intelectual;
  • práxis: ações cotidianas respaldadas por ideias e estudos sobre a política e a ética.

Além disso, os gregos valorizavam as ideias e não conseguiam ver se havia um contexto histórico no mundo em que viviam. Platão e Aristóteles, por exemplo, já tinham ideologias que eles defendiam. Contudo, eles nem sabiam disso, já que o termo foi criado mais tarde.

Origem da visão clássica

Neste tópico, detalharemos melhor o conceito de ideologia na visão clássica. Essa linha de pensamento teve origem com o francês Destutt de Tracy. O filósofo tinha muito entusiasmo nas ideias promovidas pelo iluminismo.

Além de ser antimonarquista, ele acreditava que a Revolução Francesa era o melhor jeito de o país progredir. Tracy acreditava no materialismo, cuja ideia principal era a valorização da ciência e a rejeição a metafísica e a religião.

Por fim, o filósofo defendia que a melhor forma de estudar ideias de modo científico era por meio da ideologia. O fundador do positivismo, Auguste Comte, aponta que essa ideia de Tracy é a principal forma de avanço do pensamento abstrato no campo das ideias.

Conceito marxista de ideologia

Agora que entendemos um pouco mais sobre esse termo, vamos falar sobre o que é ideologia para o alemão Karl Marx. Ele fundou o socialismo científico. Ademais, criou o método de análise social materialista histórico dialético. Nesse contexto, ele contribuiu muito com um olhar mais crítico sobre a ideologia.

Com essa visão mais crítica, o termo começou a ganhar um sentido mais negativo. Marx não enxergava nenhuma possibilidade de distinguir a produção de ideias da realidade material e histórica. Por isso, ele defendia que as ideias têm origem em um contexto e por um motivo.

Leia Também:  Afrodite: a deusa do amor na mitologia grega

O alemão afirmava que a ideologia é um instrumento que serve para que a classe dominante (burguesia) possa dominar a classe dominada (proletariado). Para ele, existe uma infraestrutura (economia) que mantém o sistema capitalista de dominação. Aliás, essa estrutura tem como respaldo o Estado, a cultura, a religião e as ideologias.

Entenda mais…

Karl Marx defendia a existência de um aparato ideológico. O objetivo desse aparato era legitimar o predomínio dos interesses da classe alta sobre os interesses da classe trabalhadora. Além disso, esse aparato objetivava tornar moral e correto esse mecanismo de dominação.

Por isso, para Marx, o Estado era um mecanismo de dominação. Por essa razão, tinha o sistema político como aliado. Aliás, a ideologia, os meios de dominação eram a cultura e a religião. Assim sendo, faziam com que a classe trabalhadora aceitasse essa situação.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Por fim, Marx explica que a ideologia era uma forma de manter as pessoas tranquilas. Isso acontecia por meio de uma ilusão. As pessoas acreditavam na propriedade privada e que o capitalismo era algo justo e correto.

    Louis Althusser

    Louis Althusser foi um filósofo marxista francês contemporâneo que contribuiu com uma visão crítica sobre a ideologia no século passado. Em suas discussões, ele tomou como base a linha de pensamento marxista.

    Althusser defendia que a ideologia funciona por intermédio de um discurso lacunar que parece válido e real. Contudo, como diz o próprio nome, esse discurso deixa lacunas. Por sua vez, essas lacunas no discurso ideológico resultam em brechas para a legitimação falsa daquilo que não é legítimo.

    Para que serve a ideologia?

    Afinal, para que serve a ideologia? Para responder essa pergunta, vamos partir da linha de pensamento de Destutt de Tracy. Como já vimos, ele defendeu que a ideologia serve para entender e organizar os grupos de idéias pela sociedade.

    Por isso, a ideologia serviria para manter uma aparência de verdade em um discurso falso. Tudo a fim de manter o domínio da classe burguesa sobre a classe trabalhadora. Ou seja, o objetivo era tornar hegemônica uma ideia que é falsa.

    Ficou mais confuso? Vamos exemplificar o que isso significa com uma discussão bem atual.

    Ideologia de gênero

    Muito se escuta falar sobre a ideologia de gênero, certo? Contudo, você entende o que esse termo significa?

    No século XX, a discussão sobre as questões de gênero se tornou popular por conta dos movimentos feministas. Consequentemente, surgiu o debate sobre o que é ser mulher e o que é ser homem.

    Com essas discussões, muitos autores concluíram que ser homem ou mulher não tem ligação com sexo biológico.  Portanto, trata-se de uma questão de papéis culturais sociais. Porém, a fim de desqualificar essa teoria, os setores conservadores da sociedade começaram a denominar essa ideia de “ideologia de gênero”.

    Nesse caso, o objetivo é afirmar que a teoria de gênero é um discurso falso. Assim sendo, uma pessoa que acredita nas teorias de gênero não pode usar a expressão “ideologia de gênero”. Isso significaria que a pessoa reprova o discurso sobre o gênero.

    Considerações finais sobre o conceito de ideologia

    Nós esperamos que você tenha entendido o conceito de ideologia. Aliás, sabe qual melhor forma de entender mais sobre esses assuntos e outros temas relacionados? É com nosso curso online de Psicanálise Clínica. Com ele, você acessará um riquíssimo conteúdo que te ajudará a desenvolver seus conhecimentos.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *