controle-emocional

Controle emocional em 5 passos simples

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Nós sabemos que todas as pessoas passam por dificuldades na vida. Claro que essas situações adversas podem ter intensidades diferentes. Imaginamos que é muito mais simples realizar uma prova surpresa do que receber o diagnóstico de uma doença incurável. Ainda assim, em todos os cenários é necessário ter controle emocional

Como lidamos com os nossos problemas?

Nós não queremos tratar aqui dessa diferença de complexidade dos problemas, mas sim da forma como nós lidamos com as adversidades. Voltando aos exemplos que nós demos acima, é possível que um estudante reaja de uma forma muito negativa à notícia que ele terá que realizar um teste sem ter a oportunidade de se preparar para isso. Da mesma forma, é possível que uma pessoa não se desespere ao descobrir que têm uma doença crônica.

Isso porque há pessoas que têm mais controle emocional do que outras. Você pode estar pensando agora que é uma das pessoas que não tem a habilidade de lidar com os seus sentimentos. Nós reconhecemos que lidar bem com o desespero, a tristeza e a dor não é nada fácil. Mas também não afirmamos que é uma tarefa impossível.

Muito pelo contrário! Todos nós podemos aprender a ser mais resilientes e a superar as nossas adversidades. Por sabermos disso, nós resolvemos abordar neste artigo cinco passos simples para você seguir caso queira ter mais controle emocional. Antes de você ceder ao desespero, lembre-se de pôr essas dicas em prática. Acreditamos que você irá reagir bem melhor aos seus problemas!

Cinco passos para controlar as suas emoções

Vamos começar então a nossa lista! Fique atento a cada uma de nossas sugestões. Pode ser que uma dica te ajude mais do que a outra. Acreditamos também que os resultados podem não ser imediatos. Mesmo assim, tenha paciência e não desista na primeira vez. Aprender a ter resiliência é um exercício constante (mas você vai conseguir!).

Dê atenção à sua respiração

Pode parecer uma dica boba, mas não é. Quando nós estamos passando por uma situação complicada, o nosso corpo reage dando sinais de que nós estamos estressados. Isso acontece porque o nosso sistema nervoso é condicionado a reagir em situações de perigo. Uma das respostas que ele dá aos momentos de estresse é acelerar a nossa respiração e torná-la superficial.

Felizmente, é possível acalmar o seu corpo nesses momentos. Quando nós aprendemos a controlar a nossa respiração, nós mandamos a mensagem para o nosso corpo de que ele pode relaxar, diminuindo assim a sensação de ansiedade. É possível fazer isso respirando profundamente. Quando aprendemos a falar a linguagem do nosso corpo, podemos obter resultados incríveis!

Trabalhe com o seu lado racional

Agora que você já está mais relaxado, procure refletir sobre a situação. Quando estamos desesperados, tendemos a pensar que não é possível resolver os nossos problemas ou que a única solução possível não está no nosso alcance. No entanto, na maioria das vezes, nós estamos errados.

É importante fazer uso da razão nessa hora. Se o problema é familiar, será que não é possível encontrar respostas por meio de uma conversa franca e pacífica? Pode ser que sim! No caso de um diagnóstico médico, a saída pode estar na busca pelas formas de como curar a doença ou atenuar os seus efeitos.

Leia Também:  Controle emocional antes de disparar: A Culpa é Sua!

Às vezes a solução para o seu problema é perceber que você precisa de ajuda. E não podemos nos esquecer que abrir mão de certas situações é a melhor forma de lidar com elas. Cada caso é um caso. O importante é que você busque a calma necessária para descobrir o que você precisa fazer para passar pela situação adversa.

Seja mais otimista

Às vezes, nós assumimos uma postura problemática: nós decidimos nos concentrar nos nossos problemas em vez de procurarmos soluções para eles. É importante tomarmos a decisão de abrir mão dos sentimentos negativos para enxergarmos aquilo que a vida tem de bom. Quando você fizer isso, você perceberá que a ansiedade e estresse terão menos lugar no seu coração.

Nesse sentido, quando você se deparar com alguma adversidade, busque perceber o que você pode tirar de positivo dessa situação ou o que você pode fazer para te ajudar a superar esse problema. Não se concentre apenas no que está errado! Há muita beleza na vida para ser aproveitada!

Se rodeie de pessoas positivas

Não há nada melhor do que receber aquele bom conselho na hora certa. Também sabemos o quanto é importante ouvirmos uma palavra de ânimo no momento em que nos sentimos tristes ou preocupados. Por essa razão, se você deseja cultivar boas emoções, esteja ao lado de pessoas que te incentivem nessa caminhada.

Nós falamos isso porque sabemos o efeito destrutivo de estarmos acompanhados de pessoas que sempre vêem a vida numa perspectiva negativa. Principalmente, quando nós estamos passando por alguma dificuldade. Elas minam a nossa vontade de superar o problema e nos incentivam a murmurar. Certamente, essas pessoas são pouco úteis na nossa jornada em busca pelo controle emocional.

Busque a ajuda de um profissional

Esse passo é tão importante que poderia ser o primeiro dessa lista! Não é vergonhoso reconhecer que você precisa de ajuda! Uma das formas de controlar as suas emoções é identificar a origem dos seus sentimentos e esse é um dos procedimentos realizados nas psicoterapias.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


É muito bom poder contar com amigos confiáveis para pedir conselhos. Contudo, não podemos negligenciar a importância de consultar bons profissionais. Por essa razão, recomendamos que você experimente fazer uso desse recurso que certamente irá te fazer bem!

Considerações finais

Esperamos ter te ajudado com essa lista de cinco conselhos de como obter controle emocional. Como já falamos, nós sabemos que os resultados podem não aparecer de um dia pro outro. No entanto, quando nós temos persistência em criarmos hábitos que nos fazem bem, o nosso corpo passa a responder melhor aos momentos de estresse.

Assim, não deixe de prestar atenção à sua respiração nos momentos de ansiedade. Depois disso, quando você se sentir mais calmo, reflita sobre a situação e busque encontrar soluções possíveis para o seu problema. Além disso, seja otimista e se afaste das pessoas que optam por sempre enxergar o lado negativo da vida. Por fim, procure a ajuda de um profissional!

Você perceberá com o tempo que você se tornará uma pessoa muito mais resiliente do que é agora e com muito mais controle emocional. Enquanto isso não acontece, tenha paciência com você mesmo e respeite os seus processos! As melhorias irão acontecer gradualmente. O tempo sempre é um excelente remédio! Para ajudar você com isso, confira os conteúdos de nosso curso de Psicanálise Clínica 100% online!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três − 1 =