corpo e mente

Corpo e Mente: Tudo que você Precisa saber sobre essa Conexão

Posted on Posted in Comportamento

Mesmo que nós não pensemos sobre isso, nosso corpo e mente estão sempre conectados. Por isso, muitas coisas de ordem psíquica têm reflexos no nosso corpo. E aflições corporais têm, também, reações em nossa mente. Você sabe como essa conexão  construída? Descubra agora!

Corpo e mente: conectados

Ao menor sinal de silêncio, a mente, conectada à sua história, liberta o que estava guardado em nosso inconsciente. Mesmo que na presente consciência haja negação, ou nenhuma lembrança guardada, isso não significa que nada ficou recalcado. Isso porque trancamos tudo que pode ou irá nos fazer mal no “esquecimento” do inconsciente.

Tudo está em conexão: mente, corpo, ambiente, natureza, segredos do consciente e do inconsciente. Assim, isso constrói o intelectual, o fantasioso e a realidade, que é o que se quer ao longo da a história de vida de cada um.

Ao longo da história, pensadores, médicos e psicanalistas sentiram na pele a realidade que, na época, ninguém prestava muita atenção. Portanto, pensamentos, práticas, teoria e conspiração andavam juntos, possibilitando uma visão, hoje, de grande amplitude. Assim, hoje, podemos entender o corpo e mente amplamente conectados.

Diante destes fatos, podemos notar que, com o tempo, nós desenvolvemos uma bagagem história pessoal. Ou seja, todos os eventos da vida pelos quais passamos. Assim, junto com essa bagagem, carregamos traumas físicos e emocionais que, ao olhar médico, muitas vezes não são possíveis de serem curados dentro do universo médico, pois não se tinha compreensão científica sobre a conexão entre corpo e mente.

O que relaciona o corpo e mente?

Portanto, pequenos detalhes que nosso corpo apresenta, como dores adversas, sudorese etc. devem ser levados em consideração. A cada relato e pesquisa laboratorial, nota-se a sincronia da memória biológica e patológica. Isso mostra, também, o tempo e o período que  cada problema se manifesta.

Ademais, a constância e o desligamento do corpo, como paralisia e repetições, além da descarga de informações que a mente a qualquer momento desencadeia de forma motora ou silenciosa, podem significar doenças psíquicas, que estão se manifestando no corpo do paciente.

Além disso, pensamentos e perguntas ocultos, problemas familiares e a falta de informações sobre a sexualidade, são questões externas e internas que podem causar problemas relacionados entre o corpo e mente. A visão futurista para época, mostrou que a mente comanda e é comandada, por estímulos visuais, físicos e psíquicos, levando à loucura de cada um, ou aos desafios e desafetos de cada um, de acordo com o social em que vive.

Quais os problemas de uma má relação entre o corpo e a mente?

O excesso de algumas funções ou a falta disso em nossa mente pode causar diferentes problemas. Assim, o nosso sistema nervoso central nos dá sinais de alerta, através de dores e desequilíbrios, doenças reais ou psicossomáticas. 

Somos um todo sistêmico. E resolver o que se vê de imediato, sem procurar a causa, poderá desencadear outras deficiências e disfunções, que estão guardadas em nosso inconsciente. Portanto, quando esses problemas não são resolvidos, transformam-se em inúmeros sentimentos, ações e reações, fazendo com que nosso corpo e mente entrem em sofrimento.

Nada pode ser descartado quando se trata do ser humano. Pois a cada momento, acredito termos a doença e a cura em nossa caixinha de pandora. Freud, ao ouvir, tornou-se mais do que uma arte, tornou-se um método, uma via privilegiada para o conhecimento, a qual os pacientes lhes davam acesso¨. (Gay, p.80,1989).

Conclusão

O nosso corpo fala e nossa boca exprime, a cada dor e alegria, pesar e medo. Assim, que cada detalhe é importante. Por isso, existem vários métodos e vários experimentos, mas ser ouvido e ser um bom ouvinte nos conecta com as informações que não são aparentes. 

A troca que é feita ao falar e o ouvir caracteriza-se como libertação fragmentada, sendo exposto e entendido cada período de vida. Realmente, podemos ser fênix, como a mitológica e comparativos de outros pesquisadores. Isso, desde de que voltemos ao nosso ninho interior, aceitemos a condição, de reconexão e construção, deixando para trás cada momento que nos transformou virar cinzas. E, desta cinza, entrar em um processo gestacional de um novo eu, que se reconecta e se constrói com liberdade quantas vezes for necessário.

Gostou do artigo? Deixe um comentário sobre o que sua mente gerou como sintoma em seu corpo! Quer aprofundar seus conhecimentos? Então se inscreva no nosso curso, 100% online, de Psicanálise Clínica. Com ele, você estará apto a clinicar e a expandir seu autoconhecimento!

Este artigo foi criado pela nossa aluna de Psicanálise Clínica Simone Rosa Vassiliades. Especialmente para o nosso Blog.

 

 

 

 


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ


Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 5 =