o que é dependência emocional

O que é Dependência Emocional: sintomas e tratamentos

Posted on Posted in Conceitos e Significados

Você já ouviu falar sobre o que é Dependência Emocional? Quantas vezes mulheres já falaram ou ouviram “Como eu vou viver sem ele?” Todos nós queremos ser amados, é isso não é nenhuma vergonha ou problema.

Receber carinho, saber que se importam conosco, se sentir bem na presença de um outro alguém, sentir que pode confiar no outro.

O que é Dependência Emocional

Todos nós queremos isso, mas a verdade é que quase ninguém aprender a ser amado, nem a amar. Principalmente, as mulheres. Mulheres aprendem, que amor é servir, é ser escolhida. É importante ressaltar que no artigo falaremos especificamente em relações heteronormativas constituídas dentro do patriarcado. Freud nos diz que “tememos a perda de amor porque uma marca infantil que permanece em nós, é a necessidade de proteção.”

Precisamos da proteção do outro, o medo da rejeição é o medo que nos consome, que nos faz abdicar de sermos quem somos, doamos nossa capacidade ao outro e, o que nos sobra é pouco. É importante entender aqui a diferença entre amor e dependência. Para começar é preciso entender que o amor só pode ser identificado onde a mulher tem o poder de escolha.

O amor tem como base o respeito, a liberdade e a justiça, ele não pode vir de uma violência, por exemplo. Porém, o que vemos são pessoas usando a confiança depositada do outro para utilização em manipulações e domínio. Confiança em uma relação nada tem haver com trair ou não, afinal, isso definitivamente é impossível. A segurança numa relação esta diretamente ligada à liberdade de cada um.

O que é Dependência Emocional hoje

Como hoje, as referências que nos são apresentadas estão adoecidas e distorcidas pelo poder e a vontade de dominação, muitos indivíduos usam dessa confiança e segurança para dominar o outro. Essa dominação se mostra na privação da individualidade e liberdade do outro, como se desta forma fosse capaz de controlar o desejo alheio.

Como se isso determinasse alguma garantia de que o outro que deseja hoje, irá desejar amanhã. A dependência é uma estratégia que usamos para lidar com a dor do abandono e da falta de autoestima. Comportamentos dependentes tem objetivo de evitar entramos em contato com os sentimentos de abandono e rejeição.

Quem não suporta a solidão, não consegue suportar a si próprio, e com isso acaba por procurar relações como crianças, esperando de um companheiro o que se espera dos pais. Mulheres acabam por ser ensinadas a sempre temer a solidão, com isso se anulam para atender o desejo dos outros. Se tornam obsessivas por terem seu “mestre”, alguém que lhes diga o rumo de sua própria vida, dão ao outro o rumo de sua existência. E, quando algo der errado, elas terem a quem culpar, fugindo da responsabilidade de suas próprias escolhas.

Padrões de relacionamento

Esta é a lógica do senhor-escravo, a mulher serve a um homem, o homem a governa e em troca não se preocupa nem com o que irá vestir ou comer, fazendo desta mulher, mãe. Este é o padrão de relacionamentos que vemos ser disseminado há anos, gerando sempre relações infantis. Mulheres que não querem assumir determinadas tensões da vida e, homens que não querem cuidar de suas próprias necessidades básicas adultas.

“Relações baseadas na energia feminina e masculina partem da lógica do senhor-escravo. Essas pessoas não querem uma relação, querem uma troca incestuosa e infantil para fugirem de si mesmas.” Juliana Matos (Psicanalista) Não é difícil identificar em mulheres a dependência emocional, com certeza você conhece ou é uma.

Essa mulher precisa de aprovação do outro para tudo, morre de medo de ser abandonada e não suporta ficar sozinha, age sempre passivamente e deixa o outro ditar seus desejos, abre mão dos próprios desejos em prol do outros, anula e passa por cima de seus limites para que o outro seja favorecido e por medo de ser deixada. “Alguém vai me amar?”, “Será que um dia encontro alguém que queria ficar comigo?”, “O que eu fiz de errado?”, “Será que já não estou muito velha?”

O que é Dependência Emocional nas relações

Esse tipo de pergunta vive rondando a cabeça das mulheres, que diante do final de uma relação, mesmo que péssima, se culpam. Praticamente toda mulher criada dentro do patriarcado acaba se tornando dependente emocional em algum momento de sua vida. Esta é uma forma inteligente de nos colocar como inferior, loucas, infantis, nos submeter a situações para que sejamos alienadas e obedientes.

Leia Também:  Big Brother Brasil: análise do BBB para a Psicanálise

Obviamente tudo muito bem camuflado, sempre revestido pelo romantismo, que idealiza homens cuidadosos, protetores e preocupados, quando na verdade, a realidade que vemos nas estatísticas dia após dia é outra. A verdade é que são eles que matam mulheres, são eles que abandonam filhos tão desejados e pedidos por eles e, que são gestados por mulheres.

Os homens não servem mulheres, são servidos por elas. Eles não impulsionam, não caminham com a mulher. Pelo contrário, o que vemos são homens silenciando mulheres, humilhando, fazendo com que se sintam péssimas e tenham a autoestima destruída e eterna sensação de incapacidade. “Ser amada pelo outro é estar em paz com a casa bagunçada; ser escolhida é ter que varrer tudo e jogar a sujeira debaixo do tapete.” – Manuel Xavier (Psicanalista)

Ciclos e relações

Mulheres, não podem e nem devem achar comum e normal lugares onde não se sintam realmente amadas, respeitadas e acolhidas. Não devem se contentar com pouco, com migalhas, com o “pelo menos ele…”. Mulheres não devem esquecer que tem fome de amor e, que tem uma a outra. Não é preciso prolongar ciclos e relações falidas apenas pelas boas memórias que ficaram.

Temos a tendência de preservar em nós as boas memórias, porque a idealização preserva o que é de seu interesse. Algo ruim não é é bem vindo, e por este motivo acaba por ser “esquecido” para que seja possível tolerar a dor das relações. Porém isso não deve permanecer, memórias não sustentam uma relação.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    A dependência emocional é um assunto muito sério, não pode ser minimizado. Os efeitos dela na vida não podem ser deixados de lado, pois a pessoa se coloca à disposição do outro. Na Psicanálise, podemos levar mulheres a entender que quem irá erguer seu castelo, é ela própria, que é preciso ser dona de si e de sua história e, que um companheiro poderá vir para agregar e somar, jamais diminuir ou prejudicar.

    O que é Dependência Emocional e sua relação com o afeto infantil

    Fazê-la entender que homem nenhum deve ser o maior amor de sua vida e sim ela mesma. A forma que recebemos afeto e carinho em nossa infância está diretamente ligada em nosso modo de receber e dar carinho. Se durante a infância essa necessidade não for suprida, na fase adulta, essa lacuna irá se manifestar de diversas formas. Para que se “cure” dessa carência é preciso entender suas raízes.

    É preciso entender que ninguém livrará ninguém da solidão, em nenhuma relação, nem mesmo na recíproca. Pelo contrário, para que se tenha uma relação saudável é preciso suportar a solidão.

    Buscar junto à paciente um caminho de independência, entender de onde vem a insegurança e nomear os obstáculos que a travam de seguir seus caminhos com autonomia, fazendo com que reconheça a origem de seus medos, inseguranças a baixa auto estima.

    Conclusão

    Fazendo assim, com que encontre um caminho baseado na coragem e autoconfiança. É preciso se amar para amar e, se mostrar diante do outro com a tranquilidade de que somos adultos responsáveis pela nossa existência e projeções, isso nos faz mais livres e donas do próprio caminho.

    A Psicanálise pode fortalecer mulheres, conduzir por caminhos de recomeço, rompimento com o ciclo de dependência emocional nas relações e deixar de ser refém de aprovações masculinas. É preciso fazer com que mulheres saem de seus cativeiros e encontrem amor próprio.

    Este texto sobre dependência emocional foi escrito por Pamella Gualter(pamellagualterleite201[email protected]), estudante de Psicopedagogia e Psicanálise. Amo descobrir e conhecer como funciona a mente humana para a partir disso junto com o indivíduo chegarmos a um equilíbrio entre o que se é e, o que precisa ser para convivermos em sociedade, evitando sempre anular nossos desejos reais.

    3 thoughts on “O que é Dependência Emocional: sintomas e tratamentos

    1. Muito boa a conclusão, CORAGEM E AUTOCONFIANÇA é tudo que uma mulher precisa para enfrentar os desafios que a vida lhe apresentar.

      1. Isso mesmo Vilma, tentam nos cegar e distrair nos colocando limitações e padrões para que assim, estejamos distantes do que realmente importa. Poder, política, economia…

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.