desânimo

Desânimo: causas, sintomas e como vencer

Posted on Posted in Comportamento, Conceitos e Significados, Psicanálise

Uma pessoa nem sempre estará disposta e motivada para realizar os seus projetos pessoais. Porém, o que significa desânimo para as nossas vidas e como ele é capaz de nos afetar? Vamos entender melhor o seu conceito, causas, sintomas e como você pode vencê-lo.

O que é desânimo?

Desânimo é um estado de desmotivação que uma pessoa sente em relação às suas atividades. Essa falta de energia pode ser o resultado das expectativas que nós não conseguimos concretizar. Ou seja, é uma reação a frustrações da vida. Assim sendo, qualquer pessoa está sujeita a se sentir desânimo pelos mais variados motivos.

A princípio, as dificuldades que nós enfrentamos no cotidiano nos deixam muito desanimados. Essa falta de energia é normal quando nós ficamos receosos ou enfrentamos muitas perdas e derrotas pessoais. Contudo, essa sensação vivida com exagero pode ser um sinal de problemas maiores.

Causas

Às vezes não é simples entender quais as causas do desânimo total de uma pessoa. Talvez ela esteja passando por problemas financeiros, familiares ou um desempenho escolar ruim. Além disso, essa sensação de cansaço pode surgir sem motivo aparente ou “do nada”.

Sendo até um comportamento comum, nós acreditamos que essa falta de energia repentina acontece por causa de fatores externos. Entretanto, quem sente essa falta de energia do nada precisa olhar para dentro de si mesmo. Afinal, é necessário que as pessoas entendam os seus pensamentos e emoções e como eles interferem no seu comportamento.

Por isso que é tão importante para nós fazermos uma autoanálise a fim de entender as causas de tais sensações. Os nossos próprios pensamentos e emoções negativas, com certeza, sugam a nossa força sem que nós percebamos. Assim, uma incerteza ou medo injustificado pode nos desencorajar muito rápido.

Sintomas

Além da afirmação “sinto desânimo”, é fácil reconhecer uma pessoa desanimada por meio de alguns sintomas, como:

  • Baixa autoestima,
  • Tristeza,
  • Falta de apetite,
  • Problemas para dormir,
  • Fadiga constante,
  • Falta de interesse nas atividades que gosta,
  • Sensação de desesperança,
  • Humor instável,
  • Culpa por não conseguir superar a situação ou pelos erros cometidos,
  • Problemas de concentração e raciocínio,
  • Sensação de insegurança ou desamparo,
  • Dificuldades para fazer tarefas simples,
  • Em alguns casos, dores ou desconforto físico sem motivo aparente, como gases, dores musculares ou sensação de peso,
  • Falta de libido.

O papel da ansiedade

As causas para o desânimo quase sempre envolvem as dificuldades da vida de uma pessoa. Assim sendo, lidar com muitos problemas pode tirar a energia de qualquer um, além de afetar a sua disposição. São exemplos disso os indivíduos que vivem o luto, que estão desempregados e depressivos se desanimam mais fácil.

Entretanto, a ansiedade pode influenciar uma pessoa a se preocupar bastante com o futuro. Ainda que nada tenha acontecido ainda, o ansioso antecipa o problema e a possibilidade de fracassar. Logo, a expectativa de que um mal possa acontecer faz o ansioso se sentir bastante desanimado.

Fatores que contribuem para o desânimo total de uma pessoa

Segundo psicólogos, os fatores a seguir pode influenciar uma pessoa a se sentir desanimada. São eles:

Leia Também:  Fluir: significado no dicionário e na Psicanálise

Medo de fracassar

Quem se cobra demais pode entender os erros como defeitos em vez de lições. Por isso, muitas pessoas se desanimam com uma tarefa antes de começá-la por causa do medo de fracassar.

Pouca autoestima

Já que não acreditam muito em si mesmas, pessoas sem autoestima se sabotam com frequência. Tanto que podem assumir diversas tarefas, mesmo que saibam não serem capazes de cumprir e justificam o fracasso como “excesso de trabalho”. Além disso, também procrastinam ou dão pouca atenção para essas tarefas, sentindo bastante estresse como resultado.

Depressão

Pessoas depressivas podem perder o interesse em atividades que antes eram prazerosas para elas. Ademais, é comum que os depressivos se sintam cansados e sem motivação de tempos em tempos quando não recebem cuidados.

Mudança de hábito

Algumas mudanças no cotidiano podem ajudar as pessoas que desejam superar o desânimo. Boa alimentação, exercícios regulares, dormir bem e aprender a relaxar mais são alguns dos primeiros passos para a mudança. Assim que os sintomas da desmotivação diminuem a pessoa desanimada pode lidar melhor com as suas limitações.

Como vencer o desânimo

Confira cinco dicas de como lidar com o desânimo:

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Trace objetivos para você

    Uma das razões para uma pessoa sentir desânimo é a ausência de objetivos mais claros para a vida dela. Mesmo que sejam planos pequenos, é importante para uma pessoa ter metas pessoais como forma de se estimular. Seja de curto, médio ou de longo prazo, ter um objetivo que te movimente vai dar mais significado para as suas ações.

    Recompense a si mesmo

    O autocuidado também envolve se recompensar, inclusive quando você bate algumas metas pessoais. Assim sendo, saber o momento de se presentear pode deixar você mais feliz e motivado para realizar uma atividade. Compre algo para si mesmo ou passe um tempo a sós cuidando da sua autoestima e saúde para se revigorar.

    Tenha hábitos saudáveis

    Pessoas que dormem bem e se alimentam de maneira mais saudável se sentem mais dispostas com facilidade. Essa cominação simples é essencial para o corpo humano funcionar de modo equilibrado e funcional. Se nós não dormimos direito e comemos alimentos pouco nutritivos, sentimos mais dificuldades para sermos produtivos. Portanto, evite os hábitos ruins!

    Desenvolva o seu autoconhecimento

    O autoconhecimento é uma excelente ferramenta para você desenvolver mais disposição na sua vida. Afinal,  reconhecer e entender as suas necessidades dá mais segurança para lidar com os seus problemas. Nunca tenha medo de entender a si mesmo e as suas necessidades quando for necessário.

    Evite relações tóxicas

    Por fim, a proximidade de pessoas tóxicas é a receita ideal para você perder a sua força de vontade. Pessoas tóxicas são capazes de influenciar a maneira como nós pensamos e agimos e afetam o nosso desenvolvimento. Saiba identificar quem não contribui com seu desenvolvimento. Por fim, se afaste de quem atrapalha os seus projetos pessoais.

    Considerações finais sobre desânimo

    Por causa do desânimo, muitas pessoas não acreditam mais em si mesmas e no futuro. Elas não encontram em si mesmas a força necessária para mudar. Logo, perdem muitas oportunidades de crescimento. Não há interesse em conquistá-las.

    Se esse é o seu caso, invista no auxílio de um psicoterapeuta. Dessa forma, aprenderá a identificar as causas dessa desmotivação. Com um profissional capacitado dando apoio, fica muito mais fácil superar esse ânimo abatido. O importante é não ignorar as próprias necessidades. Ou seja, acreditar que essa conquista é possível.

    Leia Também:  Neurose: descubra agora o que é!

    Após você conhecer as causas do desânimo, nós te apresentamos o nosso curso online de Psicanálise. O nosso curso é uma ótima ferramenta de desenvolvimento pessoal. Nossas aulas ajudam você a melhorar o seu autoconhecimento e descobrir o seu potencial interior. Portanto, garanta já a sua vaga e comece hoje mesmo a revitalizar a sua vida.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *