Esgotamento emocional: significado e 12 dicas

Posted on Posted in Psicanálise, tratamento

Muito tem se falado em esgotamento emocional. Porém, você sabe o que é isso? Talvez, inclusive, você possa estar passando por isso. Considerando que você ou alguma pessoa próxima possa estar sofrendo, este artigo é uma maneira de ajudar.

Para isso, queremos construir com você a compreensão do que é esgotamento emocional a fim de que, por meio da informação, seja possível vencer. Falaremos sobre os sintomas, e sobre como isso interfere em nossas vidas. Além disso, achamos importante mostrar a diferença que há com relação ao esgotamento físico. Por fim, nós comentamos algumas dicas que podem te ajudar a sair dessa situação.

O que é esgotamento emocional

O esgotamento emocional está ligado ao nível psicológico. Assim, quando nos encontramos nessa situação nós sentimos que não temos capacidade nenhuma de enfrentar o dia a dia. Há em nossa mente um cansaço tão grande que parece gerar em nós incapacidade de viver.

Geralmente, o esgotamento emocional ocorre quando há muita coisa a ser resolvida e mudanças acontecendo. Assim, nós acabamos por sentir muita coisa ao mesmo tempo e exigimos demais do nosso sistema psicológico. Nós nos encontramos em um turbilhão tão grande que não damos tempo ao nosso corpo de se recuperar dos desafios enfrentados diariamente.

Dessa forma, esse esgotamento se reflete em nosso dia-a-dia. Não se trata apenas de não se sentir capaz, ou não conseguir enfrentar os problemas.

O esgotamento emocional provoca sintomas físicos mesmo. Ele interfere na nossa saúde e bem-estar. Isso é proporcional ao modo como interfere em nossas relações familiares, fraternas, de trabalho. E, até mesmo, em nosso futuro, dado que ficamos estagnados.

Sintomas do esgotamento emocional

Para podermos identificar se estamos tendo um esgotamento emocional ou não, precisamos conhecer os sintomas. Para isso, trouxemos uma lista com os principais deles:

Nosso sono não é reparador

Nessa situação nós nos sentimos cansados a todo tempo. A gente já acorda cansado, na verdade. Parece que mesmo que durmamos dois dias seguidos, nada poderá reparar esse cansaço. Além disso, ele vai piorando, e não conseguimos começar e/ou terminar nossas tarefas.

Queda de rendimento

Como dissemos, você não se sente capaz de realizar as tarefas e se ente muito cansado. Isso interfere não só em novas atividades, mas até mesmo naquelas que você sempre foi muito bom. Assim, você não consegue pensar no que está fazendo, não tem clareza para tomar decisões. Além disso, você acaba agindo de forma tão automática que deixa de fazer diferença no seu emprego.

Memória fraca

Você passa a ser dependente de tudo aquilo que te avise sobre o que precisa fazer. Assim, como sua cabeça anda tão sobrecarregada, você não consegue se lembrar das coisas mais corriqueiras.

Não tem mais entusiasmo de fazer sair

Você se sente não cansado que qualquer coisa é muita coisa. Dessa forma, acaba se isolando e deixando de aproveitar a vida porque quer sempre dormir. Até mesmo conversar com outras pessoas é algo que você evita.

Dores de estômago e intestino alterado

Nosso aparelho digestivo é muito sensível a nossas mudanças emocionais. Você já reparou, por exemplo, que quando está nervosa seu estômago fica “estranho”?

Quem tem esgotamento emocional também sente isso. Inclusive, quem sofre com esse problema, pode fazer o tratamento que for, nada muda. Isso acontece porque o problema não é só físico e nada adianta tratar disso e não da mente.

Dores de cabeça

Quando você vem sofrendo de dores de cabeça de maneira recorrente, pode ser um sinal de esgotamento emocional. É preciso visitar um médico e fazer exames, claro. No entanto, não esqueça que pode ter algo a ver com suas emoções.

Vontade de chorar a toda a hora

Uma pessoa com esse tipo de esgotamento está mais sensível que o normal. Consequentemente, coisas e situações mínimas desencadeiam suas emoções. Por isso, não é raro que você esteja chorando “por nada”. Assim sendo, é preciso ficar de olho nisso.

Dificuldade para assimilar novos conteúdos e ler

Manter o foco em algo é complicado. No meio da página, durante uma leitura, você se dispersa e vai para qualquer outro lugar. Além disso, aprender algo novo se torna uma missão impossível. Você se sente impaciente e não vê a hora de tudo acabar. Talvez a razão para tudo isso seja apenas cansaço. É por isso que não aguenta mais.

Leia Também:  Obra e trajetória do Psicanalista Contardo Calligaris

Pensamentos negativos

Você está tão esgotado que não consegue ver nada de positivo nas coisas ou pessoas. Mesmo que você fosse alguém minimamente positivo, agora nada é bom. Você sente que tudo vai dar errado, que nada vale a pena e você se foca mais nisso que no lado positivo das situações. Você só quer desistir e dormir.

Prefere ignorar as situações de confronto

Você está em um estado tão desanimador que acha que não há o que fazer. Se sente irritadiço com tudo, mas prefere não confrontar os problemas. Afinal, você sente que não vale a pena. Pode até ser humilhado, mas prefere engolir essa situação para não gastar suas energias. Isso é um problema muito grande, pois você se deixa ficar em situações abusivas, só porque está cansado demais.

Como o esgotamento emocional interfere nas nossas vidas

Quando o esgotamento emocional não é tratado, ele pode resultar em problemas mais graves e complexos. A pessoa pode desenvolver uma depressão, transtornos de ansiedade e doenças coo úlcera e gastrite. Além disso, esse esgotamento acarreta problemas com a autoestima.



Lembra que lá no começo comentamos que a pessoa se sente incapaz? Então, a pessoa está em um estado de sobrecarregamento tão grande que ela não consegue enxergar suas qualidades. Para além disso, ela começa a focar tanto nos problemas e derrotas, que se esquece das suas vitórias passadas e atuais.

É como se estivéssemos regredindo. Contudo, essa regressão afeta todas as áreas de nossa vida. Não conseguimos manter relacionamentos fraternos, familiares e profissionais. Como dissemos, começamos a render menos, sair menos, viver menos. Dessa forma, se estamos tendo um esgotamento emocional, estamos deixando de viver.

Diferença entre esgotamento emocional e esgotamento físico

É importante também comparar o esgotamento emocional com o esgotamento físico. Este último está associado ao desgaste excessivo provocado por hábitos destrutivos. Dentre esses hábitos podemos destacar muitas horas de trabalho, ou assumir tarefas demais.

Além disso, uma má alimentação e uma vida sedentária contribuem para esse esgotamento. Diferentemente do esgotamento emocional, aqui o esgotamento é resultado de situações físicas.

Como combater o esgotamento emocional

Como pudemos ver, o esgotamento emocional é algo que requer atenção e cuidado. Por isso nós trouxemos algumas dicas que podem te ajudar a enfrentar esse problema:

Não assuma muitas tarefas ao mesmo tempo

Como dissemos antes, o esgotamento emocional tem a ver com as tarefas que não concluímos. Às vezes é melhor dar um passo atrás e terminar o que precisa e pode ser terminado para só depois assumir coisas novas.

Entenda que você é um ser humano

Justamente por isso, não tem como fazer tudo ao mesmo tempo. Além disso,  você falha. Todos nós falhamos.

Tente fazer atividades que promovam relaxamento

Assim, busque se reconectar com suas emoções e sair do estado automático de acordar (queremos voltar a dormir) e dormir.

Saia de relacionamentos abusivos

Assim como dissemos lá em cima, você pode estar se sujeitando a situações abusivas. Contudo, você não precisa disso. Dê um basta a qualquer relacionamento que envolva mentiras e humilhações.

Pare de absorver problemas que não são seus

Isso também promove a sobrecarga emocional.

Faça coisas que te dão prazer

Assim, mesmo que você se sinta cansado, tente lembrar do que te traz alegria e faça isso por você.

Faça exercícios mesmo se você estiver muito cansado e queira apenas dormir

O exercício ajuda a liberar endorfina, o que, por sua vez, nos ajuda a melhorar.

Tire um tempo para descansar

Se você puder tirar férias, vá para algum lugar que você goste ou queira muito conhecer e se conecte com sua força interior.

Cuide de você, da sua autoestima

Se arrume, corte o cabelo, faça uma transformação. Isso te ajudará a se reanimar.

Busque o autoconhecimento

Afinal, como dissemos, quando esgotados nós nos esquecemos de quem somos. A gente passa a focar tanto no lado ruim que não esquecemos nossas vitórias. Dessa forma, fazera trajetória do autoconhecimento trará sabedoria e nos fará reconhecer nossas qualidades e vitórias.

Desenvolva inteligência emocional

Com essa inteligência você será capaz de agir de uma forma mais equilibrada e racional.

Procure ajuda profissional!

Muitas vezes nós estamos em uma situação que vai além do que podemos agir. Um profissional terá as ferramentas certas para nos ajudar. Definitivamente não precisamos passar por tudo sozinhos.

Leia Também:  Breve, brevíssima história da Psicanálise

Conclusão

Esperamos que este artigo tenha lhe ajudado a compreender mais sobre esgotamento emocional. Além disso, torcemos para que nossas dicas lhe sejam úteis. Por fim, gostaríamos de informar que, se você tem interesse de saber mais sobre o tema, o nosso curso de Psicanálise Clínica pode te ajudar. Confira!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × quatro =