O que é uma Pessoa Evasiva? Será que sou evasivo?

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Em sua pluralidade, uma mesma roda de conversa pode apresentar personagens distintos e com características próprias. Enquanto alguns se mostram mais diretos e abertos, outros procuram ser mais discretos e evitam se comprometer com algo abertamente. Conheça a pessoa evasiva, tema do artigo abaixo, e o significado de ser assim.

O que é uma pessoa evasiva?

Uma pessoa evasiva é aquela que busca alternativas para escapar de determinada situação sem se comprometer. É o indivíduo que se vale de subterfúgios, sejam esses quais forem, para não criar um discurso direto. Basicamente, é aquele que procura fugir de alguma situação com a qual se sinta comprometido de alguma forma.

Por meio de atitudes sutis e bastantes vagas, o indivíduo muda a diretriz da conversa a outro ponto. Em geral, eles costumam ser provocados por alguém a fim de se posicionarem com relação a algo. Com o intuito de escaparem de qualquer desconforto, constroem um discurso pouco concreto e bastante vago. Para quem pediu uma posição clara, acaba recebendo uma resposta sem muita solidez.

É possível perceber que uma pessoa evasiva não é direta em relação a determinado tema. Sua objetividade está longe de agradar e literalmente foge de algumas conversas. Ademais, o ouvinte acaba se confundindo com o discurso criado por este, já que não possui substância.

Por que age dessa maneira?

A pessoa evasiva, em geral, se sente exposta quando envolvida em algum processo social. Em sua mente é construída a ideia de que qualquer resposta, independente da intenção, sempre será a errada. Com isso, tem medo de dizer algo que possa atingir diretamente a outra parte. Dessa forma, acaba se desvencilhando do contexto trabalhado.

Nisso se inclui a sensibilidade em relação a algo ao qual foi questionado. Muitas pessoas evasivas procuram amenizar qualquer situação em relação ao outro de forma quase inconsciente. Assuntos delicados e provoquem uma tensão no ar são imediatamente pulados quando se apresentam. Isso porque o desconforto ali acaba se tornando geral.

Cabe ressaltar que esse processo se torna consciente quando o indivíduo se vale desse artifício para conseguir algo. A ambiguidade de suas respostas pode levar alguém a fazer determinada ação que o beneficie. Por exemplo, caso alguém queira minar o seu próprio ambiente laboral. O mesmo pode indicar que determinada ação desagradou alguém sem citar nomes.

Características

A pessoa que é evasiva possui uma espécie de “digital comportamental” que a denuncia imediatamente. Por conta disso, fica mais fácil identificar quem age dessa forma, bem como quando. Cabe ressaltar que o conjunto dá mais credibilidade para identificar alguém assim, não devendo apontar quem possui apenas um sinal. São eles:

Dar voltas para abordar um assunto

É notável a falta de diretriz quando consultada em relação a determinado tema numa conversa. Ainda que suas palavras se desenvolvam, o seu discurso não é objetivo e facilmente foge de um desfecho. Depois de dar várias voltas no assunto, é comum que entregue uma conclusão vaga sobre o tema.

Não possuir clareza nos argumentos

Por mais que fale em abundância, se analisarmos o contexto geral, seu comentário não agrega em nada na conversa. O mesmo construiu sua fala de modo a caminhar pelas beiradas, evitando se aprofundar no tema. Tentando ser muito sutil, acaba denunciando a sua falta de envolvimento na conversa.

Confundir quem está ouvindo

Com tantas sutilezas e desvios, a pessoa evasiva acaba plantando dúvidas, propositalmente ou não, em quem a ouve. Facilmente encontramos aqueles que levam tempo para digerir as palavras que ouviram porque não as entenderam por completo. Graças a essa ambiguidade, sua mensagem pode ter o efeito contrário ao qual pretendia.

Consequências

A pessoa evasiva, com o tempo, acaba imprimindo uma marca de desconfiança aos olhos dos demais. Ela passa a ser vista como uma incógnita, sendo necessários cuidados ao se lidar com ela. Em geral, quem interage com esse indivíduo costuma nutrir:

Pouca confiança

Com o tempo, fica quase que impossível contar com alguma veracidade informacional dessa pessoa. Nós costumamos ser práticos e diretos, indo direto ao assunto para evitar gastos de energia com rodeios. Contudo, esse indivíduo em particular fornece incertezas em suas palavras e ações. O conceito que se cria é que não dá para confiar.

Confusão

A conversa sem compromisso pode tomar diretrizes bastantes desconfortáveis. A informação pedida inicialmente acaba sendo distorcida por conta de tantas voltas para ser devolvida. Ao fim, quem se envolve com alguém evasivo pode facilmente se confundir com a mensagem recebida. A depender do contexto, pode causar desconfortos maiores.


Leia Também:  O que são pais tóxicos para a Psicanálise?

Curso de Formação em Psicanálise Clínica EAD


Disposição ao conflito

Algumas pessoas usam intencionalmente o discurso evasivo para obter ganho ou simplesmente dificultar a vida dos demais. Insinuações acabam sendo fomentadas de acordo com a resposta dada por este. A depender do ambiente e da mensagem recebida, a confusão pode se inflamar. Esse tipo de situação deve ser evitada.

Exemplos

Há diversos exemplos de pessoa evasiva em nosso cotidiano. Podemos citar um ambiente de trabalho ao qual envolva muitas pessoas e está em crise. Imagine que uma das equipes cometeu um erro e isso acabou por chegar até o superior delas. O mesmo pode repreender a equipe de forma evasiva, dando suspeitas em quem poderia culpar.

Ademais, pense que nesse mesmo ambiente de trabalho se instaure uma conversa a respeito de política. Cada indivíduo expressa abertamente sua ideia, levantando questionamentos dos demais. Ao perguntar a um evasivo sua opinião, este evitará ser tão direto para não instigar a discussão. Nesse caso, ele só quer se preservar das críticas.

Tenha em mente que estamos considerando aqui que uma pessoa evasiva conseguiu um trabalho. No geral, apresentar essa característica é um grande erro na hora de procurar emprego. Assim sendo, é um comportamento que deve ser evitado se você deseja conduzir sua vida normalmente.

Considerações finais sobre ser uma pessoa evasiva

A pessoa evasiva procura se eximir de qualquer participação social ativa a fim de se preservar. A mesma entende que a sua opinião pode se contrapor com as demais e fomentar uma discussão inesperada. Já imaginando que o pior possa acontecer, evita a todo custo se envolver diretamente. Assim, se vale das fugas para evitar a tensão.



Ainda que seja um mecanismo de defesa, é preciso deixar claro que isto acaba envenenando seus relacionamentos. Com o tempo, a confiança nesse indivíduo se tornará incerta, fazendo com que os demais o isolem. Caso se encaixe em todo o problema apresentado aqui, reveja as suas ações. A insegurança que carrega pode afetar a vida de todos.

Um excelente caminho para reverter isso é através de nosso curso online de Psicanálise Clínica. Isso porque as aulas proporcionam um direcionamento interno, fazendo com que se enxergue de verdade. Com o autoconhecimento sendo trabalhado, pode entender melhor o gatilho de suas evasões. Ademais, poderá trabalhar esse aspecto profissionalmente, treinando equipes e pessoas para serem claros em suas considerações.

Com nosso curso online, você tem flexibilidade o suficiente para aprender na hora em que desejar. Isso permite que sua rotina permaneça quase que inalterada, já que decide seus próprios horários. Aliado a isso, nossos professores te acompanharão constantemente e ajudarão a trabalhar o material didático sem rodeios. Conosco, você aprende sem voltas.

Quando concluir sua formação psicanalítica com louvor, receberá em casa nosso certificado impresso comprovando sua excelente formação na área. Garanta sua vaga em nosso curso de Psicanálise e focalize suas ações na vida. Se gostou deste artigo sobre as implicações de ser uma pessoa evasiva, não deixe de compartilhá-lo com outras pessoas!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + um =