Hábitos Atômicos

Hábitos Atômicos: o que são, como utilizar na prática

Posted on Posted in Psicanálise, Psicanálise e Cultura

Um conceito que está se tornando cada vez mais popular é o de hábitos atômicos. Você já ouviu falar sobre esse termo? No artigo de hoje explicamos tudo o que você precisa saber para ter uma opinião sobre o assunto ou aplicá-lo no seu dia a dia. Confira!

Para começo de conversa… O que são hábitos atômicos?

Quem criou e popularizou esse conceito foi o norteamericano James Clear. Em sua proposta, ele afirma que a implementação de um grande hábito começa com avanços bastante pequenos, mas que devemos repetir exaustivamente.

A palavra “atômico” vem de “átomo”, isto é, uma partícula minúscula!

No livro “Hábitos Atômicos” de James Clear você verá que toda mudança de hábito deveria começar com hábitos pequenos, comparáveis a um átomo. 

É muito comum desistirmos de hábitos que exigem demais de nós, pois eles se tornam insustentáveis logo no começo da implementação.

Exploraremos como empregar o raciocínio do hábito atômico de maneira prática mais adiante. Porém, antes disso, apresentaremos as principais características de um hábito tão pequeno quanto um átomo.

Características dos hábitos atômicos

Podemos caracterizar os hábitos atômicos como hábitos que:

  • focam na identidade da pessoa: não se trata de emagrecer, mas de se tornar uma pessoa saudável, por exemplo;
  • são fáceis de repetir: comer uma fruta todos os dias fica mais fácil de repetir se você deixa uma fruta na sua mesa de trabalho todos os dias;
  • são atraentes: é mais fácil comer uma fruta que você goste do que uma que não seja agradável ao seu paladar;
  • fazem você se sentir bem: é melhor para a pessoa saudável sentir satisfação ao comer uma fruta ao invés de um doce após o almoço.

5 exemplos práticos de hábitos atômicos: aplicação simples e rápida!

Agora que você já sabe algumas das principais características dos hábitos atômicos, vamos compartilhar com você alguns exemplos práticos. Dessa forma, será mais fácil para você entender como o conceito se aplica na hora de mudar de hábito.

Confira!

Para quem deseja estudar mais

Para começo de conversa, já sabemos que “estudar mais” não só é um objetivo vago como também não diz nada sobre a sua identidade.

O objetivo deve se concentrar em “ser um bom estudante” ou “ser especialista no assunto x”. Essas são metas que falam sobre a pessoa em quem você deseja se tornar, o que te motiva a repetir as ações necessárias para chegar lá.

Falando nessas ações, quais são elas? 

Não temos como estipular exatamente o que você precisa fazer, uma vez que o conceito de ser um bom estudante varia para cada um. Porém, aqui vão algumas ideias:

  • sempre que eu tiver uma aula, vou fazer pelo menos uma pergunta;
  • quando eu estiver com meu caderno em mãos no transporte público, vou correr os olhos pelas páginas e revisar o conteúdo;
  • quando eu chegar na escola, vou escolher um lugar mais à frente.

Para quem deseja seguir uma dieta

Mudando de assunto e voltando para a discussão sobre hábitos atômicos para o mundo da alimentação, você já sabe que o objetivo não é seguir uma dieta. Na verdade, o que está em jogo aqui é a identidade de uma pessoa saudável. 

Sabemos que pessoas saudáveis incluem alimentos nutritivos em sua dieta. Logo, os hábitos atômicos devem seguir esse raciocínio. Porém, não faça mudanças extremas ou radicais demais porque sabe que elas são muito mais difíceis de manter no longo prazo.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Aqui vão alguns exemplos:

    • sempre que eu me servir em um restaurante self-service, vou pegar pelo menos um item da seção de salada;
    • vou deixar uma fruta na mesa da cozinha à noite para lembrar de comê-la na manhã seguinte;
    • quando eu for ao mercado, não vou passar pelo corredor de doces.

    Para quem deseja praticar exercícios físicos constantemente

    Começar a praticar exercícios é fácil, o difícil é manter esse hábito na rotina. Ademais, quando as pessoas começam a se exercitar, experimentam modalidades que não se sustentam no longo prazo com facilidade.

    Por exemplo, há quem decida jogar tênis algumas vezes na semana antes do trabalho. Nenhum problema até vir a lembrança de que:

    • a aula começa cedo demais e você dorme tarde;
    • as quadras ficam a 30 minutos de carro da sua casa;
    • você chega no trabalho quebrado depois de jogar algumas partidas.

    Essas consequências são indesejáveis porque acabam fazendo você pensar duas vezes se quer ou não continuar fazendo atividade física. Logo, um hábito que era interessante se torna um problema e você desiste do objetivo geral porque o específico não deu certo.

    Nesse caso, começar a movimentar o corpo caminhando ou indo de bicicleta para o trabalho seriam alternativas mais interessantes.

    Para quem deseja poupar dinheiro

    Lidar com dinheiro também não é uma tarefa nada fácil. Entretanto, estabelecer um percurso para atingir objetivos financeiros com o auxílio dos hábitos atômicos facilita o processo.

    Por exemplo, você pode:

    • programar o aplicativo do seu banco para enviar dinheiro automaticamente para uma conta poupança todo mês,
    • salvar uma lista de compras de itens essenciais no seu aplicativo de entrega de mercado a fim de evitar gastos com excessos.

    Estas são duas maneiras simples de gastar apenas o necessário e garantir que o dinheiro vá para sua poupança sem que você tenha que pensar demais. 

    É um modo de proceder prático, fácil, satisfatório e corresponde à identidade de uma pessoa cuja saúde financeira é boa.

    Leia Também:  Quem foi Anna Freud?

    Para quem deseja ler mais

    Por fim, vamos conversar sobre leitura? 

    Enquanto para algumas pessoas ler é uma atividade super viciante, para outras o extremo é que é verdadeiro. Ler mais de uma página é um martírio, mas aprender é importante e os livros são fundamentais nesse processo.

    Portanto, o hábito de ler sempre aparece em pauta como algo digno de dedicação. Assim sendo, se você pertence ao grupo dos que acham a leitura algo chato, que tal começar com livros:

    • curtos;
    • interessantes;
    • divididos em capítulos curtos.

    Ademais, é interessante que você pense no horário em que vai fazer a sua leitura. Que tal o transporte público ou a hora de ir ao banheiro? Para se transformar em um leitor você não precisa de uma biblioteca chiquérrima com uma poltrona suntuosa.

    Lembre-se: o foco é se tornar um leitor e, para isso, tudo o que você tem que fazer é começar a ler e não parar. Invista em hábitos atômicos o suficiente para garantirem o início e a renovação dessa decisão todos os dias.

    Considerações finais sobre “Hábitos Atômicos”

    Gostaram da discussão que tecemos sobre hábitos atômicos? Caso sua resposta seja positiva, não deixe de ler o livro de James Clear e consumir o conteúdo gratuito do autor!

    Falando em conteúdo gratuito, aqui no site contamos com diversos artigos sobre temas variados que se relacionam de algum modo com o universo da psicanálise. Se desejar se aprofundar mais na teoria de Sigmund Freud, fique por dentro de como funciona o nosso Curso de Psicanálise Clínica 100% EAD!

    As condições de pagamento são excelentes, o curso é bastante completo e você ainda termina o conteúdo recebendo um certificado para clinicar como psicanalista.

    Não perca a oportunidade de aprender sobre hábitos atômicos entre outros conteúdos de aprimoramento pessoal conosco. Seja no curso ou aqui no blog, temos muito conhecimento à disposição para você!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *