Se você é estudante de psicologia ou está procurando adentrar nessa área, confira os 15 melhores livros de Psicologia para iniciantes.

Livros de Psicologia para Iniciantes: 15 melhores

Posted on Posted in Profissões e Psicanálise, Profissões e Psicanálise

Se você é estudante de psicologia ou está procurando adentrar nessa área para aquisição de conhecimento, esse post é para você. Pois, mostraremos os 15 melhores livros de Psicologia para iniciantes. Assim, todos eles abordam a psicologia de um ponto de vista singular. Então, venha conosco e acompanhe quais são!

Veja os melhores livros de Psicologia para iniciantes

1 – O homem que confundiu sua esposa com um chapéu (1985) – Oliver Sacks

Oliver Sacks é cientista e neurologista. Assim, nesse livro, composto de 24 ensaios, o autor relata casos de pacientes que sofreram danos cerebrais.  Como consequência, acabam criando situações únicas. Nesse sentido, as histórias são recheadas de imaginação e fantasia. Isso porque os pacientes perderam a memória e não diferenciam as pessoas de objetos.

Ademais, o diferencial do livro é que Sacks tem a habilidade de transformar relatos clínicos, muitas vezes frios, em narrações literárias, aguçando a curiosidade do leitor. Então, vale conferir essa obra.

2 – História da Psicologia Moderna (1969) – Sydney Ellen Schultz e Duane P. Schultz

Este livro aborda a chamada era da psicologia moderna, que dá os seus primeiros passos no fim do século XIX. Isso ocorre pois a psicologia começa a se desvincular de outras ciências como a Filosofia e a Sociologia.

Ademais, esta edição contém sites que falam sobre fatos, pessoas e movimentos que foram importantes nesse período de emancipação da psicologia. Portanto, o diferencial deste livro é um capítulo que aborda um pouco da história da Psicologia no Brasil.

3 – Cartas a um jovem terapeuta (2021) – Contardo Calligaris

O psicanalista e escritor Contardo Calligaris morreu neste ano de 2021. Calligaris tinha 72 anos e foi vítima de um câncer. Assim, o autor nos deixou um farto material, desde livros, palestras gravadas a aulas. Dentre tudo isso, há o destaque para o livro Cartas a um jovem terapeuta.

Dessa maneira, em seu subtítulo temos: reflexões para psicoterapeutas, aspirantes e curiosos. Ou seja, o autor recomenda esse livro a todos. Isso porque, temos reflexões e dilemas da profissão, a vocação profissional. Também é colocada os prazeres e dificuldades da profissão e a insistência em abordar os problemas dos pacientes através da sexualidade.

Leia Também:  Psicologia no Brasil: história, ideias e autores

4 – O corpo guarda as marcas (2020) – Bessel Van Der Kolk

O Dr. Van Der Kolk fala sobre um assunto que é comum a muitas pessoas: a questão do trauma. Deste modo, o autor nos traz casos de coragem e superação. Ademais,  como isso pode ser tratado através da neuroplasticidade do cérebro, resultado de décadas de pesquisa.

5 – Inteligência Emocional (1995) – Daniel Goleman

A Psicologia aborda cada vez mais o conceito de inteligência emocional. Aqui, Daniel Goleman nos fala sobre como as mentes, racional e emocional, são essenciais para moldar o nosso destino. Entretanto, o emocional, se trabalhado de forma errada, pode arruinar carreiras e criar contendas na família. Além de  atrasar o processo de maturidade nas pessoas.

Conheça mais alguns livros de Psicologia para iniciantes

6 – Mentes Inquietas (2014) – Ana Beatriz Barbosa Silva

Crianças hiperativas, adolescentes com dificuldades de aprendizagem e adultos com frequentes episódios de esquecimento. Esses e outros temas são abordados pela Dra. Ana Beatriz nesse livro. Por meio de uma linguagem acessível, a autora trata de desmistificar o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, ou apenas, TDAH.

Assim sendo, esse transtorno se manifesta de diversas formas. Portanto, um acompanhamento desde a infância é a chave para minimizar seus efeitos na vida adulta.

7 – O Mal Estar na Civilização (1930) – Sigmund Freud: um clássico dos livros de Psicologia para iniciantes

Na nossa lista não poderia faltar o pai da psicanálise. Assim, para Freud, a civilização seria criada a partir da renúncia às pulsões dos indivíduos. Vontades universais como a opressão, repressão e regras impostas a todos, como se fossem um contrato já estabelecido, são a base para o estabelecimento da sociedade.

Por isso, a pergunta que fica é: de quais formas o homem teve de renunciar às suas vontades para que a civilização (cultura) pudesse se estabelecer? Existe uma saída para essa dicotomia? Somente Freud irá nos responder.

8 – Imagens do Inconsciente (1981) – Nise da Silveira

Nise da Silveira foi uma importante psiquiatra brasileira. Neste livro, a autora traz a sua rica experiência no Centro Psiquiátrico de Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro. Avessa às técnicas dominantes da época, como o uso de eletrochoque e lobotomia, Nise introduziu a terapia ocupacional no local, extraindo excelentes resultados.

Dessa forma, o livro possui 271 ilustrações feitas pelos pacientes, muitos deles com esquizofrenia. Assim, mostram os talentos escondidos. Além de uma forma alternativa de linguagem, que pudesse auxiliar na recuperação dos pacientes.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    9 – Massa e Poder (2019) – Elias Canetti

    Autor de mais um dos  livros de psicologia para iniciantes, Elias Canetti foi o vencedor do Nobel de Literatura. O pesquisador foi contemporâneo ao crescimento do regime nazista na década de 1930. Por causa desse acontecimento, ele procurou desvendar nos 30 anos seguintes todas as motivações manifestadas pelas pessoas que viveram esse período.

    Nesse sentido, Massa e Poder contém reflexões pautadas não só na Psicologia, mas em Antropologia, Ciência Política e a História das Religiões.

    10 – Psicologia das Massas (1895) – Gustave Le Bon

    Como o indivíduo reage diante de manifestações coletivas? Ele consegue raciocinar sobre o que acontece em seu entorno, ou age apenas pelo instinto? Com essas e outras indagações, o ensaísta Gustave Le Bon reflete sobre os movimentos de massa, especificamente o fascismo e o nazismo.

    Leia Também:  Atestado psicológico é reconhecido? Quem pode emitir?

    Ademais, o autor defende que a multidão é formada por um corpo só. Esta é dotada de comportamentos e características únicas que influenciam os indivíduos, tornando-os uma única unidade em suas opiniões.

    Livros de Psicologia para iniciantes que você precisa conhecer

    11 – O Corpo Fala (2015) – Pierre Weil e Roland Tompakow: um dos melhores livros de Psicologia para iniciantes

    A obra discorre sobre o poder da comunicação não-verbal, em que os movimentos do corpo podem dizer muito sobre várias situações. Assim, as cerca de 350 ilustrações dão uma visibilidade melhor do que queremos dizer com coisas simples. Ou seja, os significados por trás de um movimento de braço, um cruzamento de pernas ou um sorriso.

    12 – Mindset: A nova psicologia do sucesso (2017) – Carol S. Dweck

    O mindset é algo que pode dizer muito sobre o nosso sucesso ou o fracasso. Essa é a teoria que a Dra. Carol Dweck defende em suas pesquisas. Para ela, o mindset deve ser sempre trabalhado para que possamos alcançar o crescimento constante.

    13 – O Animal Social (2009) – Elliot Aronson

    Em mais um livro de psicologia para psicólogos e não psicólogos, O Animal Social traz temas da Psicologia Social. Assim, o autor mostra como é o comportamento do homem em grupo e diante de situações absurdas.

    14 – O Palhaço e o Psicanalista (2019) – Christian Dunker e Cláudio Thebas

    Neste livro, os dois autores discorrem sobre o poder da escuta e como ela pode transformar vidas. Ou seja, em um mundo onde ninguém parece escutar ninguém, falar sobre esse tema é muito pertinente.

    15 – Coisa de menina?: Uma conversa sobre gênero, sexualidade, maternidade e feminismo (2019) – Maria Homem e Contardo Calligaris

    Freud costumava chamar a mulher de “o continente negro” para falar sobre sua sexualidade. Aqui, neste livro, existe uma conversa franca entre dois renomados psicanalistas sobre como esse conceito mudou. Apesar de ainda haver certos preconceitos acerca do feminino.

    Assim sendo, qual o papel do desejo entre homens e mulheres? Como colocar um debate saudável sobre as várias facetas do feminino nos dias de hoje? Portanto, os autores procuram responder essas e outras questões.

    Considerações finais sobre os 15 melhores livros de Psicologia para iniciantes

    Você acompanhou conosco uma seleção dos 15 melhores livros de Psicologia para iniciantes. Todos eles abordam essa área de um prisma diferente e direcionado para todos os tipos de públicos.

    Além disso, o nosso curso online de Psicanálise Clínica também proporciona uma extensa abordagem do tema. Assim, para aqueles que estão interessados em aprender um pouco mais ou mesmo fazer disso uma profissão. Por isso, não perca tempo e matricule-se já!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *