orientador educacional

Dia do Orientador Educacional: Como a Psicanálise ajuda a profissão?

Posted on Posted in Profissões e Psicanálise

Hoje, dia 04 de dezembro, nós comemoramos o dia do Orientador Educacional. Você sabe como esse profissional atua na sociedade e como a Psicanálise ajuda essa área? Não? Então descubra agora!

O que faz um Orientador Educacional?

Esse profissional atua dentro das escolas como um mediador entre o aluno, os professores e a comunidade. Assim, o orientador educacional trabalha com o desenvolvimento pessoal de cada aluno, buscando ajudar em sua formação ética como cidadão e na mediação de conflitos.

Além disso, o profisisonal atua em uma tríade, junto com o professor e com o diretor da escola. Assim, ele busca melhorar o desempenho educacional do aluno, além de buscar incentivá-lo a descobrir o que ele quer para seu futuro. Ele também ajuda o professor a entender o porquê do comportamento de cada aluno.

Entretanto, o orientador educacional não pode ser confundido com um psicólogo, pois enquanto o psicólogo lida com um atendimento terapêutico, o orientador educacional lida com dificuldades de aprendizagem por um viés pedagógico.

Esse profissional só atua dentro da escola?

Ao contrário do que muitos pensam, o orientador educacional não deve se prender apenas ao ambiente escolar. Isso porque há muitas coisas que influenciam o comportamento dos indivíduos dentro da escola, principalmente a comunidade em que vivem.

Por isso, esse profissional deve estar atento ao ambiente fora da escola, ao núcleo familiar dos alunos e a tudo que possa interferir em seu desempenho dentro da sala de aula.

Todas as escolas têm um Orientador Educacional?

Por mais que seja uma profissão importantíssima atualmente, o orientador educacional não é presença obrigatória nas escolas. Assim, há muitas escolas que não tem esse apoio para o alunado, mas também há muitas que têm.

Normalmente, esse profissional se mostra presente desde a matrícula da criança na escola, apresentando-se para os pais e explicando o projeto pedagógico da escola.

Como se tornar um Orientador Educacional?

No Brasil, para atuar como orientador educacional, é necessário que você tenha formação acadêmica em Pedagogia, podendo ser a graduação ou uma pós-graduação em Orientação Educacional.

Além disso, há alguns cursos livres que podem auxiliar nessa profissão, por exemplo, o curso de Psicanálise.

Diferença entre um Orientador Educacional e um Psicólogo

O orientador educacional não deve ser confundido com um psicólogo, nem deve atuar como tal. Isso porque o psicólogo tem o aval para tratar seus pacientes, utilizando terapias e tratamentos diferentes.

Assim, o orientador educacional busca trabalhar com os alunos pelo viés pedagógico, buscando entender no que eles têm dificuldade e o motivo desses problemas.

O que é Psicanálise?

A Psicanálise é uma técnica terapêutica criada por Sigmund Freud,o pai da psicanálise. Nessa terapia, são consideradas três “partes da mente”: o consciente, o pré-consciente e o inconsciente. Para a Psicanálise, o mais importante são as memórias os recalques presentes no inconsciente, que revelam para o psicanalista os traumas do indivíduo.

Assim, por meio da associação livre, o psicanalista consegue acessar as lembranças e os traumas presentes no inconsciente. Com isso, ele pode auxiliar seu paciente a entender e a se livrar das sequelas causadas por esses traumas.

Fora isso, a psicanálise também considera a existência de três instâncias psíquicas: o Id, o Ego e o Superego. Estas explicam nossas pulsões, tanto de vida quanto de morte, além de nossos desejos. Assim, sendo o Ego a instância que “comanda” nossa mente.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


Como a Psicanálise auxilia esse profissional?

O orientador educacional formado em Psicanálise poderá entender muito melhor quais são os gatilhos mentais que motiva seus alunos a se comportarem de uma ou de outra maneira.

Leia Também:  Motivado no Trabalho: 15 incríveis dicas

Além disso, ele também conseguirá entender o ambiente familiar daquele aluno. Assim, buscando respostas para suas dificuldades pedagógicas. Ou seja, a técnica da psicanálise será de grande utilidade para o orientador educacional. Pois ele terá a capacidade de identificar os traumas e os recalques feitos pelo inconsciente do aluno, assim, melhorará cada vez mais o seu desempenho quanto cidadão e quanto estudante.

Conclusão

Por fim, é importantíssimo realçarmos a necessidade da formação acadêmica do orientador educacional em pedagogia ou em uma pós-graduação de Orientação Educacional. Ademais, também devemos ressaltar que a formação em Psicanálise irá melhorar o desempenho do profissional orientador, mas não fará com que ele possa começar a aplicar a terapia em seus alunos.

Gostou do artigo? Tem interesse em descobrir tudo sobre a Psicanálise e se tornar um psicanalista de sucesso? Então confira agora nosso curso, 100% on-line, de Psicanálise Clínica! Não perca essa oportunidade de alavancar a sua carreira!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =