como funciona o pensamento

Como funciona o pensamento: processos conscientes e inconscientes

Posted on Posted in Teoria Psicanalítica

Como funciona o pensamento? “Je pense, donc je suis ‘’, a famosa frase do filósofo francês René Descartes (1596-1650) que traduzida do francês é “penso, logo eu sou” que geralmente é traduzida para o português como, “penso, logo existo”, nos dar a ideia de que o individuo como ser que é ou o ser que existe, é aquele que pensa, distinguindo o humano dos demais animais.

De acordo com a neurociência os pensamentos são formados a partir de conexões neurais. Essa atividade mental vai influenciar em nosso comportamento. “o conjunto de neurônios ou a rede neural são os responsáveis por influenciar nossos comportamentos e por produzir processos cognitivos, como raciocínio, abstração, memória, atenção, entre outras funções”.

Então, o que seria pensar?

Como funciona o pensamento e qual as conseguências em nossa vida?

O pensamento é ato de pensar, de tomar consciência de refletir ou meditar. Todavia, na maior parte do tempo nós não temos consciência de nossos pensamentos, ou seja, eles são inconscientes. Para Freud o pensamento é a “ativação” ou “inibição” de sensações associativas de origem nervosas e neurais.

Nesse processo ele distingue dois processamentos: o processo primário, que é inconsciente, em que os pensamentos fluem livremente, “ações imediatas ou reflexas, sendo associado, assim, ao prazer, ao emocional do indivíduo e ao fenômeno de arco reflexo.” E o processo secundário, está associado ao pré-consciente e ao consciente, e seriam os “processos racionais do pensamento”.

Diferencia-se dos processos primários pelo fato de não se livre, mas condicionado, ficando sujeito as ações. No pensamento consciente como definido acima, são os pensamentos em que o sujeito pensante está atento no momento da reflexão (pensamentos racionais) em outras palavras, os pensamentos conscientes são pensamentos voluntários que nos ajudam a tomar uma decisão, a defender nosso ponto de vista sobre determinado assunto, a questionar nossos próprios pensamentos e as ideologias do mundo que nos cerca.

Como funciona o pensamento negativo e positivo

Esses pensamentos podem ser ainda, negativos e positivos. Segundo alguns estudos de pesquisadores da Universidade de Concordia, em Montreal (Canadá), os nossos pensamentos podem influenciar nossa vida positivamente ou não.

Os pensamentos positivos estão relacionados à saúde e ao bem estar, enquanto nos pensamentos negativos estariam a origem de doenças.

“Amargura persistente pode resultar em anseios de raiva e hostilidade que, quando fortes o suficiente, poderiam afetar a saúde física de uma pessoa”.

Como funciona o pensamento Inconsciente

Os pensamentos inconscientes são permanentes e automáticos (pensamentos intuitivos), em que nós não estamos conscientes no momento em que eles ocorrem, eles simplesmente acontecem. São como o recalque e a repressão que banimos para o inconsciente. Esses pensamentos são em sua maioria repetitivos e negativos (ruminação de pensamentos negativos) estes são os causadores de doenças físicas, mentais e emocionais, mas que podem ser modificados à medida que tomamos consciência deles.

E é justamente esse o trabalho da psicanalise, tornar consciente os pensamentos inconscientes que causam dor, é liberar emoções e experiências reprimidas. Como nos damos conta desses pensamentos inconsciente?

“O inconsciente é desconhecido para o indivíduo, mas partes de seus conteúdos podem, às vezes, passar à pré-consciência e daí vir a se manifestar no consciente”. Com um pouco de esforço, podemos ser cada vez mais consciente de nossos pensamentos e, assim modificá-los, quando eles forem desagradáveis.

Leia Também:  Ciência Psicanalítica: história e princípios do método

Pensamentos repetitivos e automáticos

Do mesmo modo que alguns de nossos pensamentos são repetitivos e automáticos no sentido negativo, podemos torna-los automáticos no sentido positivo e nos beneficiarmos mais. Ou seja, a partir do momento que ficamos mais atentos ao que pensamos, nós poderemos “reprogramar” esses pensamentos, transformando o que é ruim em algo bom, o negativo no positivo. “Até você se tornar consciente, o inconsciente irá dirigir a sua vida e você vai chamá-lo de destino”. (Carl Gustav Jung).

Não por acaso, nem por obra do destino que nossa realidade é formada, mas sim a partir de modo de pensar, sentir e agir. Você é resultado de seus pensamentos É a partir de nossos pensamentos também, que criamos ou destruímos nossa autoimagem.

A ruminação interna eu sou gorda, eu não posso, eu não sei, eu não consigo, eu sou feia, eu sou burra, etc., são pensamentos negativos sobre nós mesmo esse pode nos levar a depressão, baixa-autoestima. Ao contrário, quando os pensamentos sobre nós mesmos são positivos, nossa autoestima é elevada, somos confiantes, determinados e mais dispostos.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Considerações finais

    Se nós somos o que pensamos ser como disse Henri Ford, “ se você pensa que pode ou se você pensa que não pode, de qualquer forma você está certo”, é mais logico nos esforçarmos para pensar que podemos. Que podemos ser mais felizes, que podemos ser mais saudáveis, que podemos ser tudo que desejamos ser.

    Os mesmos pensamentos geram os mesmos resultados. Ter consciência, portanto, de nossos pensamentos faz-se necessário para uma melhor qualidade de vida. Não podemos controlar o que vem a nossa mente, nem impedir as emoções que os pensamentos nos causam, mas podemos sim ser mais conscientes deles, e assim, direcionar nossa energia para os pensamentos que nos deixam mais alegres e saudáveis.

    E quando não é possível realizar esse processo de “controle” de pensamentos sozinhos, devemos buscar ajuda psicanalítica, porque como vimos todas as enfermidades são antes geradas em nossa mente.

    Referências

    https://medium.com/@pirangy/teoria-freudiana-processo-de-pensamento https://amigosmultiplos.org.br/noticia/pensamentos-negativos-podem-afetar-saude/ https://melhorcomsaude.com.br/os-efeitos-das-emocoes-e-pensamentos-negativos-no-nosso-corpo/ https://cienciadocerebro.wordpress.com/2013/03/10/como-o-cerebro-pensa-e-onde-ocorre-o-pensamento/ MÓDULO 4 – O MÉTODO PSICANALÍTICO

    O presente artigo foi escrito por Gleide Bezerra de Souza([email protected]). Graduação Lingua Portuguesa, Pôs-Graduação em Psicopedagogia

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *