principais ideias de Freud

15 principais ideias de Freud

Posted on Posted in Psicanálise, Teoria Psicanalítica

Para compreender melhor a vasta obra de Freud, se guiar por diretrizes é o melhor caminho. Assim que entender alguns pontos centrais do seu trabalho, fica mais fácil fazer conexões e reflexões com o restante. Confira as 15 principais ideias de Freud para obter esclarecimentos a respeito do comportamento humano.

Inconsciente

O inconsciente se destaca como uma, se não for a maior, ideia do trabalho de Freud. Ao longo do estudo com a Psicanálise, Freud formulou a proposta de que existe uma zona desconhecida em nossas mentes. Mesmo que envolta em tal mistério, seria possível observá-la por meio dos sonhos e das falhas.

Cura através da palavra

Uma das principais ideias de Sigmund Freud resumo é a cura através da palavra. Em suma, ao contrário de outras abordagens da época, o paciente falaria o que viesse em sua mente enquanto o terapeuta somente ouviria. O método de associação livre consiste no paciente externar verbalmente o que vem na mente dele, incluindo suas angústias.

Complexo de Édipo

Outra das principais ideias de Sigmund Freud é o conceito de Complexo de Édipo. Trata-se de um estágio na infância onde a criança se volta amorosamente para um dos pais enquanto rivaliza o outro. Entretanto, por volta dos 5 anos, a criança reequilibra seus laços e acolhe ambos os pais.

Sonhos

Na Psicanálise de Sigmund Freud, principais teorias e ideias, os sonhos ocupam um posto no alto escalão. Sendo temas recorrentes da terapia, são passagens lineares para entender melhor nosso inconsciente. Assim que são traduzidos, podem indicar importantes revelações sobre nós e nossas vidas.

Instâncias da mente

A estrutura psíquica do indivíduo de acordo com Freud se divide no que ele chamava de instâncias. São como peças distintas, mas complementares, que definem a nossa personalidade e postura. São elas:

Ego

Ego é a instância responsável por fazer a ponte do ambiente externo com nosso interior. Isso acaba por fazê-lo um mediador, já que segura os impulsos do Id e constrói nosso equilíbrio.

Superego

Superego representa a figura da moralidade construída com base no meio externo. É graças a ele que limitamos diversos acontecimentos e experiências nossas de acordo com o que se permite socialmente, reprimindo quase tudo.

Id.

Id se identifica como a figura libertadora e influenciadora de nossos impulsos. É como se ele batalhasse constante para assumir nosso controle e fazer nos ceder aos impulsos.

A sexualidade infantil

Sendo um ponto até sensível à época, o conceito de sexualidade infantil chocou a muitos estudiosos quando liberado. O desenvolvimento psicossexual, fase anal e nomenclaturas muito explícitas trouxeram à tona um levante contra essa proposta, que defendia que a criança já entendia sua sexualidade quando pequena.

Não só isso, mas a proposta freudiana compreendia que a criança pequena é capaz de saber quais pontos lhe dão mais prazer, como a boca, ânus ou genitália. As fases psicossexuais de Freud são a fase oral, anal, fálica, período de latência e estágio genital.

Transferência

Transferência é o ato de o paciente projetar em seu analista suas emoções, pensamentos e sensações. Isso acontece porque o indivíduo acaba associando ele com uma pessoa muito importante em sua vida. Como deve imaginar, isso acontece em direção aos pais, fazendo do terapeuta uma figura materna ou paterna inconscientemente.

Estruturação mental

Na explicação das principais ideias de Sigmund Freud, a estruturação mental seria um resultado de desenvolvimento infantil. De acordo com isso, não há normalidade, mas, sim, estágios variados de perversão, psicopatia ou neurose. O normal aqui é quando uma pessoa tem níveis mínimos de um dos três.

Leia Também:  Tempos de Crise: Conceito para a Psicanálise

Complexo

Dentro da principais ideias de Freud, complexo designa uma nomenclatura a comportamentos derivados de perturbações mentais. É como se uma pessoa pegasse uma patente e se criasse sobre ela, sendo algo bom ou não. Por exemplo, pense no “complexo de estrela” para nomear pessoas que gostam de aparecer e serem a atração.

Sublimação

Sublimação é o direcionamento da libido para objetos que não estejam ligados com o sexo. Basicamente, você utiliza dessa força para construir algo bom em sua vida. Por exemplo, pense nas pessoas que cantam, escrevem, fazem arte, dançam alegremente, pintam, entre outras atividades.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

Instinto

Esse impulso descontrolado direciona o indivíduo para que ele possa sobreviver. O mesmo é ativado quando uma situação externa acaba por levantar a sensação de perigo. Por exemplo, quando andamos na rua à noite e encontramos um lugar escuro, o instinto nos move a procurar a luz.

Doenças da mente

Por causa da repressão contínua que experimentamos ao longo da vida, se originam as doenças mentais. Os padrões da sociedade limitam a vida do indivíduo, o forçando a esconder suas emoções e desejos contra julgamentos. Porém, reprimir constantemente suas vontades acaba por adoecer o ciclo natural de sua mente.

Libido

Nas principais ideias de Freud, o libido sempre ocupou um posto de destaque na abordagem. Essa se mostra como uma energia sexual que se interliga diretamente com as funções físicas e mentais de uma pessoa. De acordo com Freud, por meio dela é que alcançamos um desenvolvimento mais completo.

Pulsão

No trabalho de Freud, pulsão é vista como estímulos físicos que fazem nossas mentes reagirem. Diferente do instinto, neste aqui não precisamos nos ligar com algo pertencente à sobrevivência. Ao fim, pode ser vista como uma vontade imediatista que ser atendido o quanto antes.

Níveis da nossa consciência

Para encerrar as principais ideias de Freud, trazemos os nivelamentos da consciência humana. Permitindo que possa ser melhor observada, a consciência se divide em:

Consciência

Neste ponto temos controle sobre a nossa percepção sobre nós e a realidade. A exemplo, os pensamentos, sentimentos, palavras e ações que moldamos e disseminamos.

Pré-consciente

Sendo um meio termo, o pré-consciente interliga a parte clara da parte escura da mente. Embora sejam regiões distintas, isso não significa que não interajam. Por exemplo, os sonhos originados no inconsciente que lembramos após acordar.

Inconsciente

Inconsciente é a região desconhecida de nossas mentes, sobre a qual temos pouca clareza. É neste campo que mandamos os nossos desejos e sensações reprimidos. Mas mesmo que sejam colocados aqui, essas impressões se manifestam de alguma forma.

Considerações finais sobre principais ideias de Freud

As principais ideias de Freud ajudam a mapear o progresso e a genialidade do indivíduo. Por meio delas, conseguimos compreender melhor a razão do trabalho de Freud e como ele impacta nossas vidas. A biografia e principais ideias de Freud podem ser encontradas em sites e bibliotecas online, para viabilizar o acesso. Independente de onde encontre os trabalhos, aproveite dos ensinamentos distribuídos ao longo do tempo.

Contudo, se quer um mergulho de verdade na literatura freudiana, se inscreva em nosso curso de Psicanálise 100% online. Essa chance pode te ajudar a alcançar seu aprimoramento e transformá-lo em alguém mais produtivo, sagaz e com clareza de mente e espírito. As principais ideias de Freud ajudam a formular a estrutura do nosso curso e você aprenderá cada uma delas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + dezenove =