psicologia juridica

O que é Psicologia Jurídica: o que estuda, como atua?

Posted on Posted in Profissões e Psicanálise

A psicologia jurídica dedica sua atenção à união entre o direito e a psicologia. Você já pesquisou sobre essa área? Sabe como ela funciona, quem pratica e como atua? Não? Então confira agora tudo sobre esse âmbito de atuação!

O que é Psicologia Jurídica?

Para início de conversa, o que a área de psicologia e a área do direito tem em comum? Isso mesmo, as duas estudam, em maior ou menor grau, a conduta humana. O profissional atuante na psicologia jurídica tem como fundo para exercer seu trabalho as concepções das duas áreas.

Ademais, o maior uso dessa função é ajudar nas questões relacionadas à saúde mental de quem está envolvido em um processo jurídico. Isso pode estar atrelado tanto a neuroses e psicopatias, quanto a crianças, filhas de pais em situação de divórcio.

Qual o foco da Psicologia Jurídica?

O maior foco da Psicologia Jurídica é, certamente, auxiliar processos jurídicos que envolvam pessoas com transtornos no histórico mental. Além disso, o psicólogo jurídico também acompanha a saúde mental da família envolvida no caso e é, também, requisitado em casos de verificação de abuso infantil.

Além disso, voluntários de psicologia jurídica podem fazer ações em ambientes com defasagens sociais, como comunidades e áreas de risco. Assim, trabalhando com famílias em situação de vulnerabilidade.

Outrossim, esse profissional também auxilia os advogados, fornecendo laudos e dados psicológicos, que podem ajudar nos casos.

Quem pode atuar como psicólogo jurídico?

Para se tornar um psicólogo jurídico, o indivíduo deve ter em mente que há a necessidade de uma formação nas duas áreas. Portanto, o mais recomendado é que o profissional faça uma graduação em Psicologia e, após isso, uma especialização na área jurídica, como uma pós-graduação ou um mestrado.

Com isso, ele estará apto a atuar na área e ser bem-sucedido.

Como a psicanálise ajuda um psicólogo jurídico?

A área da Psicanálise Clínica é de grande ajuda para muitas áreas, inclusive para a psicologia jurídica. Com essa técnica terapêutica, o psicólogo jurídico irá ter mais alcance sobre seus clientes. Assim, podendo observar em que momento foram instaurados as neuroses e os transtornos psicológicos que, agora, fazem com que o indivíduo esteja nessa situação processual.

Ademais, com a formação em Psicanálise Clínica, o atuante da área será mais bem capacitado, podendo ter outras abordagens nos casos. Por fim, quanto mais atualizado, melhor será o profissional.

Como ser um psicanalista?

A área da Psicanálise, como já dito, auxilia diversas áreas profissionais. Ficou interessado e quer alavancar a sua carreira? Então não perca essa oportunidade!

Para se tornar um psicanalista de sucesso, é necessário que você tenha um curso de psicanálise que aborde as questões teóricas e práticas, além do apoio necessário. Com essa formação, você estará apto para ser um bom psicanalista, independentemente de sua área.

Quer melhorar seu desempenho profissional? Então se inscreva agora no nosso curso, 100% online e completo, de Psicanálise Clínica. Com nossa Formação, você será capaz de ser um psicanalista, com aplicações na sua vida, em suas atividades profissionais atuais e, sentindo-se chamado(a), atuar como psicanalista. Vai deixar essa oportunidade passar?

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + sete =