séries de Psicologia

15 séries de Psicologia que você precisa assistir!

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise e Cultura

Assistir uma série que nos faça refletir de verdade sobre nós mesmos é um investimento certeiro de tempo e paciência. Claro, a diversão sempre conta, mas tirar algo produtivo de um produto televisivo é bastante reconfortante. Vamos conferir uma lista com 15 séries de Psicologia para maratonar semanalmente.

Maniac

Uma das séries de Psicologia é construída em um futuro distópico onde a felicidade é dada em medicamentos. á medida em que o casal protagonista passa por experimentos, o público tem mais acesso ao que acontece em suas mentes. Os personagens são construídos complexamente nas diferentes realidades aonde vão.

Mindhunter

Para quem gosta de investigações, uma das séries de Psicologia tenta desvendar o mecanismo mental de um serial killer. Ao longo dos episódios, notamos como os detetives fazem conclusões complexas de diversos assassinatos, às vezes, interligados. Tudo é estudado por meio de criminosos, a fim de levantar uma ficha comportamental padrão.

BoJack Horseman

Visto como um desenho animado para adultos, BoJack Horseman envereda inteligentemente por questões existenciais. O protagonista é um personagem antropomórfico, sendo um misto de humano com cavalo. Apesar do contexto parecer estranho, tudo na série se encaixa, considerando temas como:

Identificação

O protagonista é um misto de homem com um cavalo. Isso faz com que ele tenha dificuldades em agir como um homem adulto. Assim, temos um paralelo com quem não consegue se encaixar em determinadas posições.

Solidão e depressão

A natureza e questionamento dos personagens provocam uma reflexão triste sobre a vida. Dessa forma, muitos apresentam um comportamento depressivo e bastante solitário.

Bates Motel

Antecedendo o clássico de Hitchcock, Psicose, Bates Motel fala da relação complicada entre mãe e filho. Norman Bates tem transtorno dissociativo de identidade e é atormentado por traumas familiares que causam apagões. Isso faz com que tenha atitudes violentas crescentes e fatais. Contudo, o maior segredo está na persona que move ele.

Jessica Jones

Uma das séries de Psicologia trabalha diretamente os traumas guardados dentro da mente de uma super- heroína. A personagem título possui habilidades magníficas, mas vive assombrada pelo seu passado. Anos atrás se envolveu com um homem que possui a habilidade de controlar mentes. É a representação clara de uma relação abusiva.

Hannibal

Hannibal Lecter é um dos assassinos mais lembrados do cinema pelo medo e fascínio que causa. Na série, o personagem é um psiquiatra que atende um agente do FBI atraído por serial killers. Contudo, o mesmo não imagina que seu próprio terapeuta é um assassino. Assim sendo, toda a trama se desenvolve no relacionamento complexo de ambos.

Merlí

Merlí mostra as relações interpessoais de forma minuciosa, fomentadas por um excêntrico professor de Filosofia. Ao mesmo tempo em que se interessa pelos problemas pessoais dos alunos, conhecemos as dificuldades do professor. Tudo gira em torno de sua postura cativante e seu comportamento questionador diante da própria vida.

Atypical

A série conta a história de um jovem autista e como sua condição afeta sua família, os afastando dele. Contudo, em contrapartida, o jovem possui uma relação honesta com um amigo, socializa e vai em terapias de grupo. Ao invés de ser mostrado como alguém incapaz, o protagonista evolui a cada episódio, superando as barreiras que encontra.

Black Mirror

Black Mirror é uma ficção científica provocadora a respeito do comportamento do cidadão moderno em relação à tecnologia. Figurando como uma das principais séries de Psicologia, aborda a inteligência artificial, manipulação, redes sociais e diferenças comportamentais nas câmeras. É um retrato assustador do mundo moderno ao qual vivemos.

Leia Também:  Vicio em Internet: definição e 3 dicas para superar

The Sinner

Em The Sinner assistimos o descontrole de Cora ao assassinar uma pessoa por conta de música alta na praia. O crime passional revela detalhes obscuros da personagem à medida em que investigamos sua vida. Consequentemente, os problemas pessoais da personagem ao longo da vida culminam em ações destrutivas e impulsivas.

Sem contar que a protagonista carrega um espaço em branco de dois meses na memória, o que instiga a curiosidade.

Big Mouth

Outro desenho para adultos, Big mouth é uma produção de humor negro sobre a puberdade. Com os protagonistas passando por alterações hormonais, a animação expõe de forma crua essa passagem. Sem contar que a perspectiva de cada um se torna um show à parte. Os hormônios são personagens que correspondem à essência da série, sendo:

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

Maurice

Maurice figura como a imagem da puberdade nos garotos. Assim, por meio dele, os meninos recebem conselhos pouco corretos e proveitosos quando se fala em sexo.

Connie

Connie é a representação da transição nas meninas. Dessa forma, ela é representada como alguém volátil, expressiva e bastante proeminente quanto às emoções.

Please like me

Please like me é uma viagem ao estado mental de um indivíduo. Por meio de tantos problemas, encontramos a visão surpreendente de como o protagonista é resiliente. Com os passos deles, vemos o quanto é importante ter alguém quando fazemos descobertas grandiosas. A mensagem que fica é a da importância de ficarmos presentes na rotina de quem amamos.

Crazy ex-girlfriend

A comédia romântica foge completamente do esteriótipo louco que as mulheres recebem. Na trama, Rebecca encontra um amor de adolescência e resolve largar tudo para ficar com ele. Ainda que o rapaz tenha namorada, a protagonista elabora planos para conquistá-lo. Nesse caminho, vemos como problemas mal resolvidos agem sobre ela.

Mad men

Mad men mostra, por trás de um belíssimo cenário, como ficamos insatisfeitos com a vida que temos, mesmo possuindo bastante. O protagonista é um homem de sucesso que subiu na vida sem lidar adequadamente com sua essência. Dessa forma, acabou perturbado e dependente de substâncias para lidar com o vazio que carrega.

Sense8

Para finalizar a lista de séries de psicologia, trazemos Sense8. O programa cativou um bom público por trabalhar temas ligados à sexualidade ao mostrar pessoas pelo globo conectadas interdimensionalmente. Assim que olhamos de forma mais clínica, podemos ver a série como uma analogia ao transtorno dissociativo de personalidade.

Comentários finais sobre séries de Psicologia para maratonar

As séries de Psicologia acima servem para que moldemos um paralelo com nossa própria vida. Assim, por meio da vivência dos personagens, podemos fazer identificações, a fim de justificar suas ações e falhas. Sem contar que isso acaba por atingir a nós mesmos, de modo a nos ver representado em tela.

Caso esteja receoso com as indicações acima, não se preocupe. A boa recepção do público comprova a mensagem escrita em cada produção e como isso nos impacta de forma profunda. Dessa forma, certamente, após assistir as produções, tirará valiosas reflexões sobre a própria vida. Até o momento, todas estão disponíveis na Netflix.

Para observar melhor as mensagens veiculadas por essas séries de Psicologia que citamos, se inscreva em nosso curso de Psicanálise online. A psicoterapia consegue elucidar facilmente questões envolvendo o comportamento das pessoas. Por meio de um autoconhecimento bem construído, você compreende como suas ações impactam em sua vida. Matricule-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 12 =