Símbolo do amor

Símbolo do amor em 6 culturas diferentes

Posted on Posted in Conceitos e Significados, Psicanálise e Cultura

O coração é um símbolo do amor que é mundialmente conhecido. Mas você sabia que ele não é o único? Então, confira aqui no nosso post, quais são os outros símbolos utilizados para representar esse sentimento.

1. Símbolo do amor no ocidente: coração

Como já dissemos no início do nosso post, o coração é bastante usado para representar o amor. Esse formato, como conhecemos, apareceu pela primeira vez em um poema do Francesco Barberino, no século XIV. No século seguinte, uma tapeçaria chamada “o presente do coração” tinha um homem com uma figura semelhante a que usamos hoje.

Mas por que o formato de um coração ganhou esse significado para representar o amor? Há duas hipóteses. A primeira é que na Líbia, nos tempos antigos, a vagem da semente do sílfio era utilizada como contraceptivo. Essa planta possui um formato que lembra um coração que usamos atualmente.

A segunda é que essa figura de coração remete à figura de uma pessoa de costas ou a uma vulva. Além disso, o livro “The Amorous Heart: An Unconventional History of Love“, da autora Marilyn Yalom, traz uma outra ideia. A obra menciona que esse formato era encontrado em moeda e em cálices no Meditarrâneo no século VI a.C.

Saiba mais…

Vale destacar que o filósofo Aristóteles tem uma participação para afirmar essa associação entre coração e amor. Ele disse que os sentimentos vivem no nosso peito e não na nossa cabeça. Aliás, os gregos tinham uma ideia de que o coração foi o primeiro órgão criado pelo nosso corpo.

Contudo, no início o símbolo tinha um outro formato, havia figuras de peras e pinhas. Além disso, até o século XIV, o coração era muitas vezes representado de cabeça para baixo. Uma reportagem da revista SuperInteressante aponta porque o formato do coração ganhou o mundo há mais de três mil anos atrás.

O motivo é que o povo hebraico tinha um costume de associar os sentimentos ao coração, pois sentimos aperto no peito quando temos alguma emoção forte. Mas ainda é um pouco incerta a origem do porquê que usamos o formato do coração para representar o amor.

2. Grego e Romana: rosas vermelhas

O significado de amor que as rosas vermelhas trazem começou na iconografia grega e romana. Especialmente, associada a Vênus ou Afrodite, a deusa do amor. Além disso, esse tipo de flor está relacionado à virtude da Virgem Maria, na religião cristã.

A literatura também contribui para reforçar essa ideia. Shakespeare e outros grandes poetas e autores da nossa história utilizaram as rosas vermelhas em suas obras. O significado mais conhecido dessa flor é o do amor profundo e está muito associada com a beleza. Aliás, é uma bela maneira de falar “eu te amo” para a pessoa amada.

Alguns relatos históricos apontam que Cleópatra tinha o hábito de colocar rosas vermelhas no chão do seu quarto quando recebia Marco Antônio. Além disso, essa flor foi muito usada ao longo da história, e até os dias atuais, entre os amantes como uma maneira de se comunicarem.

Leia Também:  O que significa humildade

3. Mitologia Romana: Cupido

Como podemos ver neste post, a mitologia tem um papel importante na hora de pensar em como representar os sentimentos, em especial o amor. Aqui falaremos do Cupido. Na mitologia romana, ele é filho de Vênus e Marte, ela é a deusa do amor, ele é o deus da guerra.

O Cupido é o responsável por levar amor para os homens e os deuses, usando o arco e a flecha. Muitas das vezes, ele é um menino gordinho com asas, mas em alguns momentos da mitologia ele se apresenta como um rapaz. Nesses casos, o cupido usa uma armadura semelhante a do seu pai, fazendo uma referência entre amor e guerra.

Hoje em dia, é muito comum o Cupido representar a paixão e o amor romântico entre casais. Aliás, fazemos uma associação dele como uma figura brincalhona e feliz que dispara flechas nos corações de mulheres e homens para se apaixonarem.

4. Cristianismo e mitologia grega: pomba

De modo geral, a pomba significa paz, serenidade e calma. Contudo, essa ave é mensageira do amor, pois na tradição cristã, ela é um símbolo de fidelidade no casamento. Aliás, muitas das vezes a Afrodite está com várias pombas ao seu redor. Nesta mitologia, o casal de pombos representa o amor entre amantes.

Na narrativa bíblica, a pomba teria sido solta por Noé após o dilúvio para que ela pudesse encontrar a terra. A pomba voltou carregando um ramo de oliveira em seu bico quando Noé percebeu que o dilúvio tinha acabado. Essa ação mostrou que Deus ama tanto as suas criaturas que deu uma nova chance.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    5. Mitologia grega e romana: cisne

    Outro animal, que também simboliza o amor, tanto na mitologia romana quanto a grega é o cisne. Isso porque os pescoços desses animais, quando estão juntos, parecem uma forma de um coração.

    Os cisnes têm a fama de ficarem juntos para sempre quando encontram a sua outra metade. Além disso, essa ave simboliza a fidelidade, a origem da vida e dos seres humanos.

    6. Mitologia romana e nórdica: maçã

    Em muitas culturas, a maçã é utilizada para representar a tentação e o amor. A fruta tem ligação com a Vênus, deusa do amor na mitologia romana, e também a história bíblica de Adão e Eva. Aliás, os celtas representam o desejo por meio da maçã.

    Já na mitologia nórdica, os deuses comiam essa fruta para poderem continuar imortais e manter a juventude. Na nossa atualidade, não temos o costume de associar a maçã com o amor, e sim a tentação, por conta da nossa herança cristã.

    Símbolo do amor infinito

    O símbolo do amor infinito está cada vez mais presente em jóias ou em forma de tatuagens. Contudo, você sabe a origem dessa figura? Esse “oito deitado” que a gente vê com muita frequência nasceu na mitologia grega.

    A figura atual teve como base o Ouroboros, uma serpente da mitologia. Na representação dela, ela comia a sua própria cauda. Por conta disso, ficava muito difícil definir qual era o seu começo e fim.

    Para os gregos, Ouroboros significa a reflexão da ideia da repetição. Em outras palavras, sempre há coisas que estão sendo recriadas no universo. Para a cultura cristã, esse símbolo representa Jesus Cristo, pois ele é amor eterno. Nos dias atuais, essa figura pode significar o amor entre pais e filhos, amantes e amigos.

    Leia Também:  21 frases do livro A Arte da Guerra de Sun Tzu

    Considerações finais sobre o símbolo do amor

    Se você gostou do nosso post sobre o símbolo do amor, temos um convite muito especial para você. Conheça o nosso curso online de Psicanálise Clínica. Com as nossas aulas você poderá clinicar em apenas 18 meses. Além disso, você irá desenvolver os seus conhecimentos, pois temos os melhores professores para te ajudar. Não perca essa chance.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *