livro de italo marsili

Terapia de Guerrilha: resumo e 10 lições do livro de Italo Marsili

Posted on Posted in Psicanálise e Cultura

Terapia de Guerrilha é um livro de Italo Marsili, médico psiquiatra fenômeno nas redes sociais, influenciando uma geração para amadurecimento e evolução pessoal. Neste livro, com uma abordagem direta, que pode servir como “tapas na cara”, o autor traz lições importantes vida.

Que, sobremaneira, trazem reflexões que, embora possam ser dolorosas, são necessárias para nos tornarmos pessoas completas e felizes. Assim, em Terapia de Guerrilha, o autor utiliza de duras, mas necessárias palavras, para que seu público consiga vencer o vitimismo, se colocarem em movimento e tornarem-se pessoas melhores.

Destaca que a vida é uma guerra e que, ao nascer, você já está convocado. Portanto, não há tempo para reclamações, você deve trabalhar, ser forte, servir, ser útil e “não encher o saco”. Essas são umas das importantes lições do livro, que traremos, neste artigo, um resumo de cada uma delas.

Em suma, neste livro o autor traz lições de como amadurecer e atingir o desenvolvimento pessoal, com ensinamentos para os mais diversos aspectos da vida. Servindo, então, como uma ferramenta de apoio para soluções práticas, que possivelmente trarão direcionamentos à sua vida.

10 Lições do livro Terapia de Guerrilha de Italo Marsili

Terapia de Guerrilha resumido

1. Trabalhe 

O trabalho proporcionará amadurecimento, então, não perca tempo procurando as razões das coisas, mas sim como chegará até elas. Assim, em Terapia de Guerrilha, se explica a técnica de encontrar “como” para se desenvolver a personalidade, sem ficar tentando entender o porquê, pois somente assim encontraremos sentido na vida.

Quando se fala em trabalho não se refere especificamente de emprego remunerado, mas sim, tudo a que você se dedica para cumprir a sua função no mundo. Ou seja, pode ser um empregado, uma dona de casa, um voluntário, padre, dentre outros, todos com atribuições relacionadas a trabalho.

2. Sirva e seja útil

Ninguém consegue se realizar na vida sozinho, temos de servir ao outro, sem pensarmos em nada. Como seres humanos acabamos apontando o outro, com medo de sermos usado quando servimos. Mas o autor, em Terapia de Guerrilha, destaca que ao servir quem está perdendo é aquele que estiver o usando, você mesmo não perder nada.

Portanto, não sinta medo de estar sendo usado, apenas sirva. Passe a dar importância para a sua comunidade, com objetivo de sempre entregar ao de valor, sem pensar no que estão pensando sobre você.

3. Seja forte 

Dentre as lições de Terapia de Guerrilha está a importância de ser forte, fisicamente falando. O autor enfatiza que a força do comporto refletirá em diversos aspetos da vida. Além disso, ao adquirir força física a pessoa saberá se impor em diversas situações.

Inclusive se fala da prática de banho gelado pela manhã, que seria, então, a primeira “pancada” que se toma no dia. Afinal, não seria um problema, é apenas água fria.

4. Não encha o saco

Vivemos em uma geração que está em uma zona de conforto, onde tudo é facilmente acessível, com o menor esforço. Assim, quando estão em meio aos menores obstáculos, as pessoas tendem a criar enormes polêmicas, geralmente infundadas.

Isso popularmente é o que hoje se chama de geração “mimizenta”, em que se quer ter opinião sobre tudo e todos, ainda que não sem qualquer relação com sua própria vida.

Em suma, Italo Marsili, em Terapia de Guerrilha, destaca que três lições:

  • 1ª. Cuide de sua vida;
  • 2ª. Continue cuidando de sua vida;
  • 3ª. Se algo não diz respeito a você, se não é de seu interesse, não encha o saco.

Nesse sentido, dentre os ensinamentos do livro está que a parte de parar de “encher o saco” deve começar antes mesmo do processo de amadurecimento. Assim, você deve fazer o que tiver que ser feito, sem incomodar o outro.

5. Dê esmola 

Essa é uma das lições polêmicas de Terapia de Guerrilha, “dê esmola”, se referindo exatamente a dinheiro. O autor ensina que não devemos julgar o mendigo, pois não sabemos se sua necessidade é unicamente a de comida. Assim, apenas dê o dinheiro e seja generoso, sem julgamentos.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    6. Não fofoque

    Reflita sobre quantas vezes você fofoca durante um dia e veja o quanto você pode ser estar sendo ruim. Aquela “crítica construtiva” pode estar lhe envenenando todos os dias, e pode dizer mais sobre você do que sobre a vida do outro.

    Leia Também:  Significado da história A Lebre e a Tartaruga

    7. Não reclame

    Semelhante à fofoca, a reclamação também lhe tornará uma pessoa mais fraca. Em outras palavras, lamentar e reclamar da vida enfraquece o seu espírito, pois lhe coloca em uma posição passiva e vitimista.

    Note que o ato de reclamar pode se tornar um vício, e o que é pior é que 90% das reclamações são sobre a própria vida. Desse modo, somente os outros 10% são sobre problemas reais, porém, que não serão resolvidos reclamando.

    8. Ninguém te deve nada

    Esse é considerado o mantra de Terapia de Guerrilha, pois as pessoas tendem a sempre esperar tudo os outros. Inclusive apontando o outro como culpado, sem se autorresponsabilizar sobre seus atos.

    Entretanto, se você quer ser o autor de sua própria vida esse é um dos piores comportamentos. Você deve assumir a responsabilidade pelos seus atos e sempre lembrar que ninguém lhe deve nada, mas sim você que deve tudo aos outros.

    9. O poder do coque

    O autor, em diversos trechos do livro Terapia de Guerrilha, destaca a importância do cuidado com a estética, principalmente do seu poder nosso bem-estar. Fala, por exemplo, do poder do coque, onde mocinhas solteiras parecem ter este como um segredo escondido. Italo Marisili não dá explicações, apenas diz sobre a importância de seu uso, pois seus efeitos são comprovados.

    10. O poder da beleza

    Em suas lições sobre a importância da estética, o autor realça o poder da beleza, sendo o autocuidado com a aparência uma demonstração de força, que nos faz muito bem.

    Pois a maneira como cuidamos de nossa aparência nos auxilia a encarar o mundo. Afinal, quando ficamos felizes com nossa aparência nos sentimos mais motivados para desempenhar nossas atividades.

    Portanto, Terapia de Guerrilha possui lições para o amadurecimento pessoal, nos mais diversos aspectos da vida. O autor mostra, de forma objetiva e sem rodeios, como voltar a nossa realidade e sermos pessoas evoluídas.

    Por fim, se você chegou até o final deste artigo, possivelmente gosta de estudar como funciona a mente e o comportamento humano. Por isso, convidamos você a conhecer nosso Curso de Formação em Psicanálise. Dentre os principais benefícios deste estudo, estão:

    • Aprimorar o Autoconhecimento: A experiência da psicanálise, é capaz de proporcionar ao aluno e ao paciente/cliente visões sobre si mesmo que seria praticamente impossível obter sozinho;
    • Melhora o relacionamento interpessoal: Entender como funciona a mente, poderá proporcionar um melhor relacionamento com os membros da família e do trabalho. O curso é uma ferramenta que ajuda o estudante a entender os pensamentos, sentimentos, emoções, dores, desejos e motivações de outras pessoas. 

    Ainda, se gostou deste artigo, não se esqueça de curtir e compartilhar em suas redes sociais. Isso nos incentivará a sempre continuar produzindo conteúdos de qualidade para os nossos leitores.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.