Transformar ideia em MVP em apenas 1 dia é possível?

Posted on Posted in Uncategorized

Você tem uma ideia de negócio e quer transformá-la rapidamente em um MVP – Produto Mínimo Viável hoje mesmo? Sem problemas, podemos ajudá-lo com isso e afirmamos que transformar ideia em MVP não será nada difícil!

Confira o artigo que preparamos, pois além de explicarmos o que é o MVP, te ajudaremos a seguir um passo a passo bem claro do que fazer. Com a fórmula que apresentamos, você repetirá o processo com frequência até o momento em que a sua ideia se transformar em um negócio lucrativo.

O que é um MVP, para começo de conversa?

Vamos começar do começo. Imagine que você quer investir seu tempo e seu dinheiro em um negócio, mas não tem nenhuma das duas coisas. Você tem apenas uma ideia e quer saber se ela vai dar certo e vai dar lucro.

Assim sendo, o que você quer é saber se a sua ideia tem potencial para virar um negócio lucrativo antes de conseguir os recursos necessários para trazê-la à vida.

Mais que isso, você também quer começar com o mínimo possível viável para fazer a ideia acontecer sem que você precise investir tanto agora.

Ou seja, transformar ideia em MVP requer basicamente 3 coisas:

Que você tenha uma boa ideia

Estamos falando, basicamente, do problema que você vai resolver juntamente com o seu modelo de negócio, que deve ter uma boa perspectiva de sucesso com uma audiência-alvo. Logo, deve ser um negócio que se tornará lucrativo em algum momento, ainda que comece bastante simples.

Que você formule a versão mais enxuta e barata de um negócio

Considerando a sua boa ideia, como começar a entregar a solução de um problema de um jeito prático, sem a necessidade de ter muitos funcionários, processos, equipamentos e outros fatores que encarecem os seus processos?

Que você use recursos mínimos de tempo e energia

Por fim, como fazer o negócio funcionar sem que você precise dedicar a ele mais tempo e energia do que pode oferecer? Trata-se de buscar a viabilização do mínimo de recursos para obter o máximo de retornos de uma maneira elegante e eficaz.

Passo a passo da criação de um MVP

Considerando o que dissemos mais acima, você já deve ter percebido que a elaboração de um MVP não é uma tarefa fácil. Ademais, estamos considerando que você deseja fazer essa transformação em um dia ou menos, o que dificulta mais ainda essa tarefa.

Apesar de parecer difícil, esse objetivo não é impossível. Começaremos a te guiar por este caminho a partir de um passo a passo. Nele, você vai entender as 3 etapas principais da criação de um MVP.

Ademais, te mostraremos como seguir esse passo a passo de uma maneira rápida, prática e objetiva.

1 – Definir a proposta de valor

A primeira coisa que você precisa fazer é definir uma proposta de valor que seja atrativa para a audiência-alvo do seu negócio. 

Em linhas bastante gerais, o que você precisa é transformar a sua ideia em algo que as pessoas queiram comprar.

Quando as pessoas comprarem o que você tem a vender, essas vendas gerarão receita e lucro para o seu negócio. 

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    No caso de o MVP ser validado e as pessoas realmente gostarem da sua ideia, você já obtém um retorno sobre investimento que compensa porque o investimento inicial é muito baixo.

    Caso o MVP não seja validado, você não perde tanto dinheiro assim, já que investiu poucos recursos no negócio.

    Exemplo

    Imagine que você tem a ideia de abrir uma confeitaria e, nela, vender produtos do ramo de comfort food, como bolos, brigadeiros e outras gostosuras.

    Antes de pensar no ponto em que vai abrir a confeitaria, no investimento que fará para decorar e comprar ingredientes para uma multidão de receitas, talvez um MVP interessante seja apenas o brigadeiro caseiro que você faz e é amado por todos que já tiveram a oportunidade de prová-lo.

    2 – Testar a resposta do mercado

    A etapa de testar a resposta do seu produto no mercado envolve entender como o público aceita a sua proposta de valor. 

    Leia Também:  Poliamor: significado, princípios e exemplos

    Essa compreensão pode vir na forma de lançamentos pontuais, considerando um público bastante controlado, por exemplo.

    Nesse momento, é importante entender o quanto o seu público está receptivo à sua ideia e a comprar de você. Ademais, é importante que você procure entender os pontos em que pode aperfeiçoar a sua proposta para ter resultados melhores com a audiência que pretende atingir.

    Exemplo

    Voltando ao exemplo do brigadeiro, para validar se os seus brigadeiros serão atrativos para uma audiência, você não precisa investir muito dinheiro. 

    Não custa nada abrir um perfil nas redes sociais, tirar algumas fotos do seu brigadeiro com o celular e divulgar que está aceitando encomendas para entregar aos finais de semana considerando um público formado por amigos e os amigos dos seus amigos. 

    Além disso, também não custa nada fazer um cartaz promocional com um programa gratuito de edição e divulgá-lo no status do WhatsApp e entre os grupos de que você faz parte.

    Essa é uma delimitação interessante para um MVP como esse. 

    Caso não haja uma demonstração de interesse nem para uma encomenda, você pode entender o que fez de errado. Talvez a divulgação aconteceu em cima da hora, as fotos não ficaram muito atrativas e as pessoas não entenderam como funciona o processo da encomenda.

    Nesse contexto, você pode melhorar as fotos, explicar o processo em um cartaz didático e divulgar uma nova rodada de encomendas no começo da semana.

    Percebe como essas alterações podem gerar resultados bacanas, inclusive financeiros? 

    3 – Iterar

    Agora o que você precisa fazer é continuar repetindo o que está dando certo, sempre considerando as melhorias para atrair e fidelizar clientes, tornando-os advogados da sua marca.

    Além disso, com os resultados financeiros que for obtendo, será possível ser um pouco mais arrojado nos investimentos de tempo e energia. 

    Não é muito inteligente abandonar o seu emprego CLT pelos resultados de uma venda de brigadeiros no final de semana.

    Porém, depois de 1 ano vendendo brigadeiros sem parar e podendo montar uma boa reserva de emergência, é possível que a transição de carreira compense. Assim, você poderá investir mais tempo no negócio e lucrar mais.

    Exemplo

    Lembre-se que o seu objetivo é ter uma confeitaria. Logo, parte do lucro que você obtém com os brigadeiros deve contribuir com esse objetivo.

    No entanto, é importante também investir esse lucro em ingredientes melhores, mais sabores, uma embalagem personalizada e uma entrega sempre segura dos produtos para o seu cliente. Essas melhorias custam tempo e dinheiro.

    É possível ainda investir mais tempo, trabalhando mais dias na produção dos brigadeiros. Esse investimento pode gerar a oportunidade de você trabalhar com encomendas maiores, servindo festas de casamento, aniversário e buffets.

    Todas essas ações você vai tomar calculando com calma qual passo dar em seguida.

    Como testar um MVP em um tempo tão curto quanto um dia?

    Agora, a questão é: como pensar em tanto em um dia?

    Veja bem: na verdade, não é tão difícil assim. Você precisa apenas se concentrar para conseguir desenhar um plano claro.

    Se você já tem uma ideia, é importante pensar em maneiras de torná-la atrativa para as pessoas. Ademais, dedique algum tempo para pensar em um público-alvo bem específico.

    Escolhendo um público amplo demais, as suas estratégias podem acabar dando errado porque você não soube direcioná-las direito.

    Leia Também:  Cadastro Newsletter

    Tem a ideia e o público? Uma rápida pesquisa vai te informar muito sobre os padrões de comportamento das pessoas.

    Em seguida, você pode trabalhar em um formato rápido de divulgação do serviço, definir um prazo para ele rodar entre as pessoas e observar se a sua oferta é validada com um pedido. Tudo isso pode ser feito em um dia e voltaremos a usar o exemplo do brigadeiro para ilustrar.

    Transformando uma ideia em MVP em 1 dia 

    Todo o processo de elaboração do MVP e a primeira divulgação do produto pode ocorrer em um dia. 

    A ideia de abrir a confeitaria já vem ocupando a sua cabeça há algum tempo. Você já tem algumas receitas em mente, sabe que deseja trabalhar com comfort food e que seus amigos têm o hábito de pedir delivery de doces aos finais de semana.

    Sabendo de tudo isso, o que você precisa fazer é simples e envolve uma compra simples.

    Confira o passo a passo!
    1. Comece com um brigadeiro, comprando os ingredientes para fazer um pequeno kit de 6 produtos. Além dos ingredientes, compre forminhas e alguns itens de papelaria para montar uma embalagem bonita. Nesse momento não precisa se preocupar em entregar algo já com logotipo, pois o foco deve estar no doce, em sua suculência e no quão gostoso ele vai parecer para as pessoas.
    2. Ao fazer os brigadeiros, aproveite a luz do sol e dicas gratuitas de fotografia na internet para tirar fotos bonitas dos produtos. Faça uma edição simples e aumente a qualidade das fotografias. Como dissemos, o foco está em tornar o produto o mais atraente possível para quem você quer que deseje comprá-lo.
    3. Em seguida, faça um logo simples em um programa de confecção de arte e alguns cartazes para divulgar os brigadeiros. Você encontrará vários templates disponíveis para não ter o trabalho criativo de elaborar tudo do zero. Esse processo você consegue fazer totalmente de graça e, com alguns ajustes e trabalho focado, não durará mais que algumas poucas horas.
    4. Crie um perfil no Instagram, publique as fotos do produto com uma boa descrição e um valor atrativo. Seja bastante didático nas explicações, diga o preço do produto e capriche na descrição do que está oferecendo.
    5. Divulgue o perfil e os cartazes entre os seus amigos, com uma descrição clara de como o processo de encomenda e entrega funcionará. Como o objetivo é atingir um grupo de pessoas reduzido e bem específico, essa divulgação deve funcionar para informar as pessoas do que você está fazendo e muni-las com todas as informações necessárias para que o interesse surja.

    Pronto! Você conseguiu transformar uma ideia em MVP em apenas um dia e, nesse mesmo dia, é possível que você já receba pedidos! Adapte esse raciocínio para a sua ideia e as especificidades do negócio que quer levantar.

    BÔNUS: 5 dicas para ter boas ideias para negócios

    Agora que explicamos como transformar uma ideia em MVP, você deve ter reparado que a parte mais importante do processo antecede a elaboração do MVP. Na verdade, você precisa ter, antes de qualquer outra coisa, uma boa ideia!

    Pensando nessa necessidade, trouxemos 5 dicas bônus para que você desenvolva a sua habilidade de ter boas ideias ao longo da sua caminhada no empreendedorismo.

    1 – Antenas ligadas ao que está acontecendo no mercado

    Para ter boas ideias, você precisa estar ligado no mundo do empreendedorismo, sempre atento a possibilidades interessantes de negócio. É importante se aperfeiçoar em diversas áreas, como:

    • finanças,
    • gestão de projetos,
    • gestão de qualidade,
    • desenvolvimento pessoal,
    • plano de negócios,
    • entre outras áreas.

    Além disso, importa se desenvolver enquanto profissional para trabalhar com dedicação, disciplina e responsabilidade para o seu negócio funcionar.

    Leia Também:  Primeira Tópica de Freud: resumo completo

    Por fim, você precisa fazer muito networking para estar em contato com pessoas com objetivos semelhantes aos seus. Aprenda o que os outros empreendedores estão aprendendo e se atualize constantemente!

    2 – As ideias precisam de tempo de qualidade para maturar

    Transformar uma ideia em MVP em um dia é fácil de fazer, ter uma boa ideia não é tão fácil assim. 

    De modo geral, o momento de gritar “eureka!” precede diversos dias de reflexão e teste de uma ideia. Você pensa, acha que conseguiu extrair algo elegante, mas só para pôr tudo à prova e descobrir que uma boa ideia na verdade era frágil demais.

    Quando achar que teve uma boa ideia, não transforme-a em um MVP de cara. 

    É necessário ter uma ideia boa para ver o seu negócio dar certo, ainda que com um MVP você não vá desperdiçar muitos recursos. 

    3 – Tenha um lugar para registrar seus pensamentos

    Você sabia que, até para ter uma boa ideia, organização é importante? Você precisa ter um método para capturar tanto as suas boas quanto as que julgar ruins, pois até essas podem ser aperfeiçoadas.

    Ao não ter um método para registrar suas ideias e trabalhar em cima delas, você pode perder a oportunidade de conduzir negócios lucrativos porque esquece deles.

    Ao ter ideias, anote-as e tenha o hábito de revisitá-las para aperfeiçoá-las! 

    4 – Adapte e misture ideias de outras pessoas, transformando-as

    É importante aprender a extrair ideias das ideias de outras pessoas. Nem todas elas podem ser 100% originais. O seu modelo de negócio, por exemplo, provavelmente não será totalmente diferente de outros.

    Assim que você trouxer algo muito original para o mercado, pode apostar que logo aparecerão concorrentes apresentando versões similares e até melhores do que você um dia apresentou como diferencial.

    Portanto, não seja tímido. Adapte idéias com ousadia, pensando sempre na sua proposta de valor e no problema que vai resolver para as pessoas. 

    Ademais, misture o melhor de propostas diferentes e, então, transforme o resultado das suas considerações em algo novo para a audiência. 

    5 – Erre 

    Não tenha medo de errar ao apostar em ideias e negócios. Na verdade, o tema deste artigo que você está lendo faz um favor ao empreendedor que está disposto a apostar em uma ideia e errar. Contudo, sem se arriscar demais.

    Transformar uma ideia em MVP é uma oportunidade excelente de errar sem ter grandes arrependimentos. Como já dissemos, você aposta pouco tempo e pouca energia em algo que pode retornar ou não bastante lucro.

    O objetivo é acertar, mas, se você errar, não perde muito e fica com a experiência e as informações que extraiu do teste.

    Considerações finais sobre a elaboração de um MVP

    No artigo de hoje, você aprendeu como transformar ideia em MVP em um período super curto. Mostramos que, em um dia, você consegue facilmente validar uma oferta e saber se um negócio atrairá uma audiência ou não. Portanto, se quiser fazer um teste hoje, você pode!

    Além disso, explicamos para você a importância de ter uma boa ideia para validar. Esse processo sim demora demais para gerar frutos válidos para testar. Porém, a demora vale a pena quando você consegue trabalhar nessa ideia uma proposta de valor que se transforma em um resultado lucrativo.

    Esperamos que as reflexões e exemplos que trouxemos te ajudem a construir negócios bons e lucrativos, frutos do seu exercício de transformar ideia em MVP com frequência.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *