o que é adolescência

O que é Adolescência: significado em história e psicanálise

Posted on Posted in Conceitos e Significados

Com este artigo você entenderá mais sobre O que é Adolescência! Continue a leitura!

Segundo a OMS – (Organização Mundial da Saúde), a adolescência é um período da vida que começa aos 10 anos e termina aos 19 anos. Para a OMS a adolescência ainda pode ser subdividida em três fases: Pré-adolescência – dos 10 aos 14 anos, Adolescência – dos 15 aos 19 anos completos, Juventude – dos 15 aos 24 anos. Já no Brasil, o ECA – (Estatuto da Criança e do Adolescente), considera a adolescência, a faixa etária dos 12 até os 18 anos de idade, sendo referência, desde 1990, para criação de leis e políticas que asseguram os direitos desta população.

Ambas as definições, partem do marco da puberdade para delimitar o início dessa fase, e consideram a idade entre 24-25 anos como o final dessa fase e o início da vida adulta.

O que é Adolescência e conceitos de Freud

Sigmund Freud, em seus escritos sobre as fases de desenvolvimento psicossexual, delimita 5 fases: oral, anal, fálica, período de latência, e por último a fase genital. Segundo Freud a adolescência seria esse período que marca o fim do período de latência (com a puberdade), e faz a transição para a fase genital (vida adulta). A partir dessa teoria Freud coloca a genitalidade como sendo um marco da vida adulta.

Todas as outras fases segundo Freud são sexuais e tem sua equivalência, entretanto, o uso dos genitais como forma de prazer e realização seria o ápice do desenvolvimento da sexualidade humana. A sociedade contemporânea foi construída sobre valores históricos, culturais e religiosos.

A proibição de venda de bebida alcoólica para menores de 18 anos, a idade de 16-18 anos como emancipação/maioridade civil, e a proibição do sexo antes do casamento são alguns exemplos dessas normas e valores sociais. Junto a essa constituição de leis, normas e regras, a sociedade acaba delimitando valores que cabem somente ao adulto.

O que é Adolescência para a sociedade

Sendo assim historicamente na sociedade foi ficando bem claro qual seria o papel da criança, e papel do adulto, contudo, o adolescente acabou sendo “criado” pela sociedade, não é criança, mas também não é adulto, está inserido em um confuso devir. A adolescência, além de ser uma fase de maturação corporal-sexual, também é uma fase de amadurecimento psicológico e social.

Segundo estudiosos da psicologia do desenvolvimento, a adolescência é marcada por um aumento da capacidade de pensamento abstrato e do raciocínio lógico. Estima-se que o cérebro de um adolescente está em desenvolvimento, e alcançará sua maturação completa por volta dos 24 anos. Grandes mudanças nas áreas volumétricas do cérebro, que são responsáveis pelo autocontrole, discernimento, emoções e organização, ocorrem entre a puberdade e a idade adulta.

Isso pode explicar a imprudência, as explosões emocionais, e a rebeldia de muitos adolescentes. Por isso, um estilo de vida saudável durante a adolescência terá um enorme impacto no resto de suas vidas, assim como os maus hábitos também.

O desenvolvimento e o que é Adolescência

A proibição da venda de bebida alcoólica para menores de 18 anos, não significa que eles não irão consumir álcool ou outras drogas. A idade de 14 anos como “idade de consentimento sexual” ou a proibição de raízes cristã sobre a prática sexual antes do casamento, também não garante que os adolescentes não irão praticar o ato.

Leia Também:  Síndrome Metabólica: como a psicologia pode ajudar

Após a menarca e o aparecimento dos seios, a menina já está pronta para cumprir seu papel natural de reprodutora. O menino igualmente, com o aumento do testículo e a produção de espermatozoides já é um reprodutor em potencial. Nessa idade os hormônios estão a flor da pele, mas ambos, meninos e meninas por questões religiosas ou sociais são proibidos de se manifestar sexualmente, tendo que reprimir seus desejos, e lutar contra sua natureza.

Do ponto de vista social, o desemprego e o mercado de trabalho cada vez mais exigente, impõe ao adolescente uma demora para conseguir entrar no mercado de trabalho. A puberdade traz a força muscular e o desenvolvimento para que a criança se torne adulto, o que nos séculos passados já era suficiente para se inserir no mercado de trabalho.

O que é Adolescência atualmente

Atualmente, os estudos regulares terminam aos 18 anos, mas o jovem “deve” ainda cursar um nível técnico ou superior que tem em média de 2 a 6 anos, e somente depois conseguir um trabalho, e tendo condições financeiras, casar-se para poder fazer sexo.

Fisicamente e cognitivamente o adolescente já se sente capaz para fazer muitas coisas, entretanto, está “bloqueado” e preso nesse devir, no “vir a ser” algo. Muita das vezes, aos plenos 17-18 anos, é obrigado em um teste vocacional decidir qual vestibular prestar, entrando em uma profissão que irá exercer pelo resto da vida.

A adolescência seria, portanto, esse período de latência social, constituída a partir da sociedade capitalista gerada por questões de ingresso no mercado de trabalho e extensão do período escolar, o fim de um ciclo de preparo técnico. Essas questões sociais e históricas sobre o papel de trabalhador, vão constituindo um preparo para a vida adulta.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    As marcas da puberdade

    As marcas da puberdade no corpo, podem até ser naturais, mas o modo como se trata os jovens não é. Quem nunca ouviu a expressão “aborrecente”, se referindo ao mau humor e rebeldia do jovem. Referindo-se a adolescência como uma fase difícil, uma fase do desenvolvimento, semi-patológica, que se apresenta carregada de conflitos “naturais”.

    Não há nada de patológico, nem de natural, a adolescência é social e histórica. O conceito de adolescente de hoje, pode não existir mais amanhã em uma nova formação social. Não há uma adolescência, enquanto possibilidade de ser, mas existe uma adolescência enquanto significado social, suas possibilidades de expressão são muitas.

    Na realidade o que o adolescente quer é isso, impor o seu discurso, seu ponto de vista, se posicionar dentro da família e da sociedade. Os pais também buscam ajuda para lidar com a situação da adolescência, pois quando foram adolescentes a sociedade era outra, e provavelmente também não tiveram ajuda nessa fase, se tronando adultos problemáticos.

    É aí que entra a psicanálise

    O setting analítico é uma ótima oportunidade para o adolescente trazer toda sua transferência familiar para o analista. É o momento em que pode livremente falar e ressignificar a sua bagunça interior.

    Muita das vezes o adolescente não é complicado apenas por ser adolescente, mas sim porque sofre projeções dos pais em suas vidas profissionais, tem édipos mal resolvidos ou problemas de estrutura familiar, como divórcios, alcoolismo e violência, presenciados desde a infância e que afetam profundamente seu desenvolvimento.

    Em síntese, não existe uma definição para adolescente normal, pois a adolescência é uma criação cultural e social, e nestes tempos é alargada por causa das exigências da sociedade e do mercado de trabalho.

    Leia Também:  Homossexualidade e estigma: a dor de não poder simplesmente ser

    Considerações finais

    Também não é uma fase de desenvolvimento mais patológica do que a infância, é apenas reflexo da bagunça e do dos conflitos inconscientes, onde um SUPEREGO muito forte, carregado da opinião dos pais e de regras religiosas e sociais, entra em conflito com um EGO em construção.

    Psicólogos, psicanalistas, professores, os pais e adultos no geral, devem contribuir para que esse processo seja o menos doloroso possível, e que os adolescentes sejam vistos como responsabilidade de todos.

    Pois como os jovens estão se comportando hoje, é reflexo das relações familiares, sociais e dos valores presentes em nossa cultura.

    Este artigo foi escrito pelo autor Igor Alves ([email protected]). Igor é Psicanalista pelo IBPC, é licenciando em Letras e Filosofia.

     

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *