cura vem da fala

A cura vem da fala: por que a Psicanálise acha isso?

Posted on Posted in Psicanálise

O estudo da mente humana parece não ter fim, por isso hoje entenderemos mais sobre o termo “a cura vem da fala”.

A cura vem da fala

Mesmo em nossa atualidade, com tanta evolução nos estudos da psique humana, a mente parece evoluir mais depressa a ponto se deixar os estudiosos mais confusos e com ânsia de descobrir mais abrindo novos caminhos para isso. As terapias holísticas estão aí para provar, ou tentar provar que a cura está dentro, ou seja, dentro da mente. Sem citar Freud, ou qualquer outro cientista da mente humana, mas a Medicina Tradicional Chinesa, entre outras fontes, vieram para mostrar que não importa o que se passa em sua vida, a cura, a solução vem de dentro de você.

Terapias Integrativas de várias formas com inúmeras maneiras de aplicações que somente se validam se a mente colaborar. Silenciar para meditar, para receber a energia do universo agindo em seu benefício e em todas as áreas de sua vida, capaz de resolver, curar, transformar qualquer problema, situação por mais difícil que pareça. Hoje não é mais de única exclusividade dos psicólogos e psicanalistas, discutir a atuação da mente em tudo que nos acontece, mas os terapeutas de outras metodologias estão seguindo com estudos que buscam na psique os reais motivos das patologias físicas e não só psicológicas em que a mente está envolvida.

Do ponto de vista terapêutico, as patologias físicas existem pelos processos emocionais mal resolvidos durante várias etapas da vida. Ansiedade, depressão, medo, estresse, culpa, angústia, insônia dentre outros são doenças nas quais as pessoas não se consideram em condições de resolverem sozinhas, assim acumulam traumas emocionais, e esses por consequência se transformam em patologias físicas fazendo que quem as têm se tornem dependentes de medicamentos farmacêuticos com a certeza de que seus conflitos serão resolvidos, mas muitos se garantem na medicação e abandonam a terapia.

A cura vem da fala e a volta ao passado

Voltar ao passado, recordar dores, sofrimentos, medos, angústias, aflições, decepções, fracassos, e tantas outras emoções, se faz necessário para que se possa descobrir onde tudo começou e trilhar um caminho longo ou curto, depende do seu estado mental para aceitar as transformações que deverá acontecer. Freud, médico das doenças psíquicas, dos transtornos, das obsessões, das emoções, cientista da psique humana descobriu que quando a mente doente nos domina é difícil curá-la.

Não faço uma comparação, jamais, mas vejo hoje como as pessoas são maisabertas às terapias holísticas. Acredito que uma se distancia da outra, talvez pela abordagem. Uma se caracteriza com a cura natural, se integra aos demais tratamentos convencionais e busca , de forma sutil antever o que pode acontecer se suas emoções não estiverem em equilíbrio.

Já a outra, a psicanálise, quando de encontro com a mente doente e danificada vem em busca de cura, acompanhados ou não de remédios assistidos pelas teorias científicas que explicam onde e como tudo começou e através do caminho percorrido pelo paciente indo de encontro com o que deixou sua mente doente. Tanto uma como a outra não podem precisar tempo de tratamento, mas as duas necessitam da fala do paciente para que o desbloqueio aconteça.

A mente e a cura vem da fala

Tudo está na mente começa na mente, e o que vivemos fica registrado lá e é exteriorizando pelas nossas atitudes, manifestações no corpo, mediante a situações a que somos expostos. Nas manifestações físicas e psíquicas danificando nossas relações sociais, familiares e nossa relação conosco mesmo. A expansão da área de estudo da mente hoje em dia, nos coloca face a face com nossas responsabilidades emocionais.

Em um cenário ao qual culpamos o outro por tudo que nos acontece, visto que a culpa nem sempre é o outro mas nossa quando nos julgamos incapazes de encarar o que nos confronta e assim nos ferimos de uma maneira absurda pelo medo da indisposição com a outra parte. Crescemos em um universo onde o que fazemos é certo , mas quando o outro não corresponde às nossas expectativas, não aceitamos e julgamos de maneira bruta.

O indivíduo de hoje se recusa olhar para dentro de si e rejeita a possibilidade de encontrar a real causa de suas queixas, se recusa a aceitar que ele mesmo é o causador de muitas de suas frustrações se encontrando em um total descontentamento permitindo a manifestação de neuroses, psicoses e demais doenças da mente e do emocional, se fazendo necessário um trabalho de regressão, retorno ao passado no momento em que o verdadeiro problema começou.

Leia Também:  Visão Histórica da Psicanálise

Conclusão

A cura existe, buscar ajuda o quanto antes nos possibilita ter uma vida saudável, feliz e equilibrada. Cuidar da saúde mental é de extrema importância e a observância da nossa trajetória durante essa vida nos ajuda muito a evitar os bloqueios que surgirão no caminho.

Sempre que alguma dificuldade surgir buscar imediatamente ajuda dos profissionais psicólogos, psicanalistas, terapeutas para sanar qualquer situação de desequilíbrio emocional e tentar manter o acompanhamento de forma natural sempre. Usar fala como maneira de esvaziar a mente e refletir sobre tudo que nos atormenta é o melhor e único caminho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.