depoimento sobre drogas

Depoimento sobre drogas, prostituição e superação

Posted on Posted in Depoimentos

Caro leitor é com imensa satisfação que escrevo esse artigo, e já de inicio venho dizer que este artigo eu trago um pouco mais de minha historia, onde vou relatar sobre uso de drogas, prostituição, um pouco do processo de superação. Continue a leitura e veja o meu depoimento sobre sobre drogas.

Entendendo o depoimento sobre drogas

Vamos lá, o fato de não aceitar ser contrariada, querer que as coisas acontecessem sempre a minha maneira, devido o meu egoísmo ser totalmente adoecido desde a infância, a minha vida se guiou para rumos totalmente errados, e devido a situação financeira, falta de informações na época de adolescência, eu causei sofrimento a mim e a minha família. Passei por algumas dificuldades que já mencionei em outro artigo Psicanalise e Adicção.

Eu sempre fui do tipo de pessoa que queria ser ouvida, mais não queria ouvir ninguém e também não tinha assertividade ao falar, e isso me deixava muito irritada, eu queria dar ideia e palpite em tudo, achando que minhas ideias eram as melhores, Deus me livre caso alguém viesse me dar um conselho, era mesma coisa que chamar pra briga.

Esse movimento de não gostar de ser contrariada, foi um dos fatores juntamente com outros, que potencializaram meu problemas emocionais, pois sou portadora de uma doença chamada adicção, e eu sem saber da gravidade dessa doença, eu não conseguia entender, por que minha vida parecia um inferno, ainda na infância entre os 9 aos 11 anos eu fiz uso de benzina ( cola de sapateiro), ai sim ficou pior, eu não conseguia viver dentro do meu lar, adorava a casa de outros e rua.

Ainda sobre o depoimento sobre drogas

Porém tem um detalhe eu não cativava as pessoas, as minhas amizades não eram duradouras, enfim eu não aceitava ser contrariada de forma alguma, eu não entendia que o mundo funciona por que somos diferentes e por que temos ideias e opiniões diferentes. Eu bem que tentei me envolver com o futebol feminino, com o hand bol, mais, dói até hoje quando eu lembro que as coisas não saiam a minha maneira, era fácil de me contrariar até mesmo com o Professor de Educação Física.

Mais ou menos na idade de 13 ou 14, voltei a me drogar, fiz uso de maconha e já não segurava a onda com a bebida, era uma vida triste por que ao mesmo tempo em que eu me achava demais, eu já me achava muito feia e sem graça, então eu pra conquistar o olhar dos rapazes eu vestia roupas muito curtas e decotadas, andava quase nua, ficava bêbada e dançando em rodas de bares, eu já tinha iniciado no mundo da prostituição sem perceber e sem saber.

Vários fins de semana, enquanto minha mãe me esperava eu estava sem rumo e bêbada, eu sumia até mesmo de minhas próprias colegas, que tipo de vida desenfreada eu levava, se alguém me falasse algo eu revoltava, eu não respondia mal a ninguém, eu não levantava a voz, porem algo dentro de mim crescia e ao mesmo tempo eu sofria de um vazio.

Depoimento sobre drogas, prostituição e superação

Aos 17 anos eu engravidei, ate hoje eu nem sei quem realmente é o pai de minha filha mais velha, logo após tive outra menina, essas gestações não foram momentos felizes, foi de muita dificuldade, houve muito conflito familiar, e na verdade eu nem queria responsabilidade, eu era contrariada com a vida, eu vivia como se o mundo e as pessoas me devessem alguma coisa.

Leia Também:  Superei Conflitos Internos com Psicanálise: Depoimento

Apesar dessas duas gestações ainda algo bem no fundo me dizia que deveria voltar a estudar, acho que era por que na escola eu era ouvida de alguma forma. Voltei a escola, mais também voltei a beber e fumar maconha, logo fiquei gravida novamente, e depois que meu filho nasceu no prazo de um ano, eu não suportei mais nada, abandonei tudo, e fui prostituir.

Nossa que tempo bom parecia estar vivendo, eu finalmente comecei a ficar bonita, tinha dinheiro, ninguém me contrariava, eu tinha sexo, bebida, dinheiro, e não tinha ninguém me mandando fazer nada, só que tinha também um vazio ainda maior.

Uma visa desregrada

As noitadas de bebida, foram responsáveis por me trazer uma personalidade desconhecida, comecei ficar muito agressiva, e passei a não me importar muito com mais ninguém, na verdade nem mesmo comigo, é como se eu tivesse vestido um personagem para viver um pouco melhor neste mundo, me ferrei, me enganei, eu fui acostumando viver daquela forma desregrada e entreguei me ao crack, o uso de drogas parecia ter sido no inicio a solução de toda uma vida errada.

Eu pensei eu cheirei cola e parei, fumei maconha e parei, cheirei cocaína parei, esse eu também paro, realmente eu parei nas ruas, a ponto de morar dentro de um cemitério, parei de ser gente direita para viver como um animal, virei mendiga, e fui ficando cada dia mais agressiva e sem perspectiva de vida alguma, aquela menina que achava que era melhor em tudo a ponto de não quere ser contrariada, chegou ao fundo do poço.

Superação

A superação as vezes parece algo impossível e inacreditável, dependendo a situação, eu recebi a dadiva de ser afastada da sociedade por um tempo, e recebi tratamento terapêutico. A superação iniciou com a recuperação de sentimentos positivos, trabalhando os ressentimentos do passado, aprendendo que o dia mais importante da minha vida é Hoje, deixar de querer adivinhar o que vai acontecer amanha, e respeitar as ideias e opiniões do outro.

Se você leitor me perguntar hoje se eu superei o fato de não gostar de ser contrariada, a resposta será, não, o que mudou foi a forma como ajo diante da situação de contrariedade, os amigos próximos que me conhecem dão risadas, mais o fato é que a maioria de nos não gostamos de ser confrontados. Prostituir-me, me drogar, só me levaram ao fundo de poço, então hoje procuro me perceber em meio aos meus sentimentos, por que eu tive uma chance de mudar de vida, hoje sou Psicanalista e Bacharel em Serviço Social, é uma luta diária contra essa doença que é progressiva, não tem cura, porem é tratável.

Espero que consigam entender que um simples problema emocional para alguns podem ser o fundo de poço de outros. Caso você leitor tenha dificuldades semelhantes ou conheça alguém que precise de ajude, saiba que tem solução.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    O presente artigo foi escrito pela autora Claudiane Garcia([email protected]) de Várzea Grande, MT.

    One thought on “Depoimento sobre drogas, prostituição e superação

    1. Que alegria ver o teu desenvolvimento e superação. Você é uma grande referência de inspiração. Amo você.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *