diferença entre emoção e sentimento

Diferença entre emoção e sentimento na psicologia

Posted on Posted in Comportamento, Conceitos e Significados, Psicanálise, Teoria Psicanalítica

Você saberia dizer qual é a diferença entre emoção e sentimento? Não é algo muito fácil de perceber e, inclusive, para muita gente essa diferença nem existe! 

Contudo, já adiantamos que sentimentos e emoções não são a mesma coisa ainda que pareçam termos análogos. Se você quer entender onde eles se distinguem, confira o conteúdo logo abaixo, onde explicamos tudo!

Afinal de contas, qual é a diferença entre emoção e sentimento?

Em linhas gerais, a diferença entre emoção e sentimento está no fato de que a emoção é uma reação imediata a um estímulo enquanto os sentimentos são decisões que requerem esforço cognitivo.

Nesse contexto, vale lembrar o que é esforço cognitivo. Trata-se do uso de recursos psicológicos (mentais), como memória, atenção, raciocínio e criatividade.

Assim sendo, quando nutrimos um sentimento, fazemos uma escolha ao passo que sentimos as emoções involuntariamente.

Quer entender melhor essa definição? Confira os exemplos que trazemos ao longo do artigo!

Entenda o que são as as emoções humanas

Como já adiantamos mais acima, as emoções são reações imediatas a um estímulo.

Por exemplo, pense em uma situação na qual você está em um cômodo escuro, assistindo a um filme de suspense ou terror. Se, do lado de fora, surge algum barulho inesperado, é natural que você tome um susto. 

Esse susto é uma reação a alguns estímulos: o filme deixou a sua percepção um pouco mais aguçada e o barulho veio de encontro a isso.

O mesmo vale para quando assistimos a um filme dramático. Esse tipo de filme já é pensado para que algumas cenas nos estimulem a ponto de chorarmos de emoção.

Outros exemplos

Pense ainda nos momentos em que você pega os seus fones de ouvido, coloca e liga a sua playlist favorita de músicas.

Algumas delas te colocam imediatamente de bom humor enquanto outras possuem uma melodia um pouco mais triste. No caso destas, é natural sentir-se triste e até mesmo gostar dessa emoção que cada música traz.

Um tom de voz diferente também pode despertar emoções em nós. Quando nos acostumamos a ter nossos chefes ou cônjuges falando conosco de determinada maneira, se o tom de voz da pessoa muda algo em nós desperta aquela famosa “pulga atrás da orelha”.

Com essa desconfiança pode vir o medo, a ansiedade, a curiosidade e várias outras emoções.

Teóricos da psicologia que estudaram as emoções 

O psicólogo Lev Vygotsky é um dos teóricos com trabalhos famosos que contribuem para entender a diferença entre emoção e sentimento.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Ainda que seus trabalhos mais conhecidos estejam na área do desenvolvimento infantil, vale muito a pena se aprofundar na teoria das emoções de Vygostky. 

    Nela, o autor associa as emoções a dois tipos de herança: a biológica e a histórica-social. Para ele, você desenvolve suas respostas emocionais tanto a partir de estímulos biológicos quanto aqueles que pertencem ao meio que envolve um indivíduo.

    Tipos de emoções 

    Emoções e sentimentos se parecem bastante. A diferença entre eles é o contexto de ocorrência. 

    Leia Também:  Falta de empatia: reflexões a partir do filme Coringa

    Assim sendo, sabendo que emoções surgem como respostas a estímulos, confira abaixo uma lista das principais! Ademais, faça o exercício de imaginar em quais contextos elas apareceriam.

    • ansiedade
    • inveja
    • tédio
    • desejo sexual
    • satisfação
    • medo
    • horror
    • interesse.

    Entenda o que são os sentimentos humanos

    Falando agora sobre a parte dos sentimentos (a fim de explicar a diferença entre emoção e sentimento), entenda que se trata de uma decisão construída com o tempo

    Ou seja, sentir é também um processo de construção da maneira como avaliamos e percebemos algo ou alguém.

    Como já comentamos anteriormente, um sentimento conta com um alto grau de envolvimento cognitivo, isto é, envolve um processo de tomar uma decisão com relação a algo de maneira consciente ou inconsciente de modo a indicar preferências e julgamentos.

    Exemplos

    É por essas e outras que encontramos por aí a ideia de que o amor é uma decisão. No entanto, confunde-se muito ao fazer a distinção de amor como sentimento e paixão como emoção.

    Sim, o amor é um sentimento que reúne uma série de emoções. Contudo, a paixão é sentimento também. 

    Assim, amar alguém ou se apaixonar é uma escolha que fazemos ao longo do tempo. 

    Teóricos da psicologia que estudaram os sentimentos 

    Entre os psicólogos que já abordaram os sentimentos em seus trabalhos, destacamos Burrhus Frederic Skinner, cuja atuação na vertente behaviorista da psicologia é bastante proeminente.

    Para Skinner, nesse contexto do behaviorismo, o sentimento é uma ação sensorial. Ou seja, é um sentido humano tanto quanto a visão, a audição e o olfato.

    Contudo, aprender como defini-los e lidar com eles é uma construção social. Ou seja, dizer como nos sentimos é um comportamento que se aprende com a nossa comunidade verbal de origem.

    Tipos de sentimentos

    Encerramos a nossa discussão sobre a diferença entre emoção e sentimento descrevendo agora alguns tipos de sentimento:

    • alegria,
    • raiva, 
    • frustração,
    • hostilidade,
    • afeto, 
    • ciúme,
    • paixão.

    Boa parte deles você já viu na lista de emoções e já explicamos o motivo. A diferença está no contexto, isto é, na forma como eles surgem em nós. 

    Considerações finais

    Esperamos que este conteúdo ajude você a entender melhor a diferença entre emoção e sentimento! Esses são temas de estudo muito interessantes, porém pouca gente realmente conhece a diferença entre essas duas formas do sentir humano.

    Quanto a isso, resta destacar que a psicanálise e a psicologia ajudam pessoas a processar e lidar melhor tanto com um quanto com o outro. Entretanto, cada vertente trabalhará com emoções e sentimentos de um jeito. Por exemplo, a psicanálise tem um método de trabalho bastante especifico.

    Por essa razão, é importante investigar diferentes tipos de abordagem para entender com qual delas você se sente mais confortável. É importantíssimo para o tratamento que você queira conversar sobre o seu “sentir” e sobre como ele pode estar atrapalhando o seu dia a dia.

    A maneira como sentimos muitas vezes foge ao nosso controle por diversas razões. Portanto, é necessário aprender o que é saudável para nós e para os nossos relacionamentos.

    Assim sendo, se você se interesse por temas como diferença entre emoção e sentimento e gostaria de aprender a ajudar as pessoas nesse processo de reaprender como lidar melhor com o sentir, te fazemos um convite! Matricule-se hoje mesmo em nossa formação completa em psicanálise clínica. Dessa forma, você aprende sem sair de casa e recebe certificado para clinicar!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.