Energia vital: recarregue a energia mental e física

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Está se sentindo sem energia e motivação para se dedicar ao trabalho e à vida cotidiana? No post de hoje, você descobrirá como manter a energia vital do seu corpo com 7 práticas. Confira!

O método revelado: os 7 passos indispensáveis para quem quer recarregar a energia mental e física

Em linhas gerais, a energia vital é uma necessidade do corpo humano para manter um bom funcionamento. Assim, para que você funcione direito, sua saúde física e sua saúde mental precisam estar bem, não é? Isso significa que, para ter energia vital, é necessário cuidar bem do corpo e da mente.

Os 7 passos que descreveremos mais abaixo são nada mais que hábitos para implementar rotinas que preservarão a sua energia. Portanto, você encontrará sugestões para manter sua mente e seu corpo saudáveis. Dessa forma, fique à vontade para implementar um hábito por vez no seu dia a dia. Porém, se quiser, pode tentar todos juntos ou apenas aqueles com os quais se sentir mais confortável.

1 – Beba bastante líquido

O primeiro hábito a adicionar à sua rotina a fim de recarregar a energia vital é muito simples: beber água. Contudo, apesar de água ser um recurso acessível e abundante de modo geral, não é todo mundo que faz uso desse privilégio. Há estudos indicando que os brasileiros bebem pouca água, ao passo que outros estudos sugerem que quem bebe água é muito mais feliz.

Olhando para essa controvérsia, fica a pergunta: por que as pessoas não bebem a quantidade necessária de água se os resultados desse hábito são bons? Os motivos são variados: vão desde a falta de hábito à justificativa de que água tem gosto ruim.

Se você se encaixa dentro da parcela de brasileiros que não bebe água o suficiente, é necessário levar em consideração que essa escolha tem consequências bastante perigosas. Esse perigo vale tanto para a sua saúde mental quanto para a sua saúde física. Assim sendo, deixar de beber água necessariamente afeta a sua energia.

Algumas consequências de deixar de beber água são:

  • desidratação,
  • pele ressecada,
  • dores nas articulações,
  • cansaço,
  • irritabilidade,
  • insuficiência renal.

A lista acima traz uma série de sintomas que ninguém quer vivenciar. São incômodos que podem levar a problemas maiores e doença é algo indesejado para todo mundo. Contudo, não paramos para pensar com frequência que essas são questões que nós podemos evitar imediatamente, simplesmente passando a ingerir mais líquidos diariamente.

Caso você realmente não goste de beber água por alegar que o sabor é ruim, saiba que outros líquidos contam. Assim, água, chá, café e sopas são alimentos que ajudam a combater todos os problemas que listamos. Dessa forma, inclua-os em sua dieta de modo a suprir a demanda diária que o seu corpo precisa para ficar bem.

A importância de consultar um nutricionista

Lembre-se: a demanda diária de água não é uma regra universal. Há vários profissionais que indicam uma média de 2,5L por dia, mas essa não é uma verdade que vale para todo mundo.

Para descobrir quanto líquido você deve ingerir diariamente, é importante consultar um profissional nutricionista. Ele avaliará seus hábitos, examinará a quantidade de gordura e músculos no seu corpo e, só então, recomendará uma quantidade ideal de líquidos compatível com as suas necessidades.

Leia Também:  Interpretação de desenhos infantis em Psicologia

2 – Invista em boas noites de sono

Falar sobre as maneiras mais óbvias de recarregar a energia vital parecer chover no molhado, pois certamente você sabe que dormir bem é importante para sua saúde mental e física. Pense um pouco: quando você começa a se sentir para baixo, cansado ou sem ânimo, o que sente vontade de fazer? Deitar e dormir, não é?

Por outro lado, pense em como você costuma se sentir quando acorda de uma boa noite de sono. Alguns adjetivos que provavelmente vem à sua cabeça são: revigorado, descansado, bem disposto.

Só com essas informações que você já conhece sobre o seu próprio corpo já servem como testemunhas de que dormir faz bem. No entanto, se precisa de alguma validação científica para se motivar a dormir melhor, aqui vão alguns estudos que falam sobre a eficácia do sono para corpo e mente:

Com todas essas informações em mente, ainda é possível enfrentar alguns dilemas que dificultam o hábito de dormir mais. Por exemplo, há pessoas que levam jornadas de trabalho pesadas. Há também pessoas que sofrem com distúrbios do sono, o que também atrapalha bastante.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    As desculpas que damos para dormir mal

    O importante aqui é entender que, para recarregar a energia, dormir deve ser uma prioridade. Portanto, quem sofre com distúrbios deve se preocupar em buscar ajuda profissional para lidar com o problema. Ademais, quem tem uma rotina pesada, seja ela profissional ou familiar, deve refletir sobre possibilidades que coloquem o sono como uma prioridade nem que seja algumas vezes na semana.

    Aqui temos uma questão de pensar um pouco sobre consequências. Ficar sem dormir pode acabar levando você a morrer mais cedo. Ademais, pode prejudicar seu cérebro e seu corpo. Se sono fosse uma pílula, um comprimido, você não tomaria? Se fosse um tratamento médico para um problema de saúde sério, você não teria que seguir direito?

    Como tudo o que você precisa fazer é dormir pelo menos 7 ou 8 horas por dia para prevenir problemas, faça isso! É muito mais prático e muito efetivo também.

    3 – Pratique atividades físicas

    A prática de atividades físicas também é muito importante para a manutenção da sua energia. Se beber água e dormir bem já parecem hábitos difíceis de incorporar à rotina, que dirá os exercícios físicos, tão temidos por tanta gente! No entanto, cabe lembrar que exercitar-se e praticar atividade física são duas coisas diferentes.

    Exercícios são práticas sistemáticas que você repete com um objetivo fixo em mente. Por exemplo, um treino de Crossfit. Por outro lado, a atividade física nada mais é que movimentar-se. Assim, não necessariamente você precisa ter um objetivo tão grande quanto um campeonato para tomar a decisão de praticar uma atividade.

    Ir ao mercado caminhando ao invés de pegar o transporte público é decidir praticar uma atividade física. Sair para passear com o seu cachorro também é uma atividade física. Dar uma volta no escritório para esticar as pernas também vale. Claro, também faz bem:

    • correr,
    • nadar,
    • jogar tênis,
    • fazer musculação,
    • praticar outros esportes,
    • e realizar exercícios.

    O que queremos deixar evidente é que, para ter a descarga de endorfina que nos faz recarregar nossa energia vital, dormir melhor e raciocinar com mais clareza, você não precisa se transformar em um atleta.

    O que você precisa é tomar a decisão consciente de movimentar o seu corpo. Até mesmo as práticas com uma baixa intensidade, como os exercícios de pilates a as posições de ioga são reconhecidamente eficientes. Ou seja, comece como puder!

    Leia Também:  Anorexia: sintomas e tratamentos em Psicanálise

    4 – Consuma chá verde ou de hortelã ao longo do dia

    Apesar de já termos advertido sobre a importância de ingerir líquidos, falaremos sobre 2 tipos de chá que aumentam os níveis de energia ao longo do dia. Além disso, são conhecidos por reduzir o estresse. Estamos falando sobre o chá verde e o chá de hortelã, os quais descrevemos em mais detalhes logo abaixo:

    Benefícios do chá verde

    O chá verde é um energético natural. Assim, se está procurando por uma dose extra de energia ao longo do dia, não precisa pagar caro em um energético industrializado. O chá verde combina duas substâncias: a cafeína e a teanina.

    Como você deve saber, a cafeína nos auxilia na atenção e concentração. Por outro lado, a teanina contribui com a saúde mental ao afetar a nossa cognição e nosso humor também.

    Benefícios do chá de hortelã

    O chá de hortelã ajuda a recarregar a energia vital na medida em que se trata de uma planta aromática poderosa. Ela é rica em vários nutrientes importantes para o corpo, como zinco, magnésio, ferro e cálcio. Ademais, ajuda o corpo a combater vermes, sarar de gripes, fazer a digestão e relaxar.

    Chá ou café pra dar energia?

    Essa é uma pergunta que nós julgamos pertinente trazer justamente por conta da cafeína, que está na composição tanto do chá verde quanto do café. No que diz respeito à energia, tanto um quanto outro funcionam super bem. Ao beber qualquer um, você sentirá uma recarga de energia que ajudará a lidar com o dia.

    Contudo, recomendamos que você não abuse do café. Dizemos isso porque, apesar de ser energético, também pode acabar deixando quem bebe mais ansioso. Ademais, quem bebe muito café pode acabar em uma situação de dependência, o que não é bom nem para a saúde física, nem para a saúde mental!

    5 – Caminhe por alguns minutos nos intervalos de trabalho

    Mais acima também falamos sobre a importância de praticar atividade física. Contudo, trazemos como sugestão o hábito de caminhar por alguns minutos novamente com o objetivo de “espairecer”.

    Se imagine em um dia de trabalho estressante, em que você se sente encurralado e totalmente sem energia para lidar com o restante do dia. Ou então, se você é responsável por gerenciar seu lar, pense naqueles dias em que você sente que vai enlouquecer se alguma criança chamar pelo seu nome. Não há como negar: a vida nos presenteia frequentemente com situações desafiadoras.

    Em momentos como esse, muitas pessoas recorrem a diferentes vícios: alguns fumam, outros bebem, enquanto há quem prefira recorrer ao alívio do desejo sexual como escape para o estresse e ansiedade. Contudo, muitas vezes, esse ímpeto sexual desenfreado acaba envolvendo questões de infidelidade e assédio sexual no ambiente corporativo e familiar.

    É complicado fazer a escolha de hábitos que nos trazem alívio. Contudo, sempre precisamos buscar os melhores, isto é, aqueles que trazem mais consequências positivas que ruins.

    Sugerimos que, se sentir a necessidade de recorrer a hábitos para recarregar as energias em momentos de estresse, você passe a fazer caminhadas breves. Além de se acalmar e limpar a mente, você também faz uma atividade física. Saiba que há estudos que comprovam os efeitos positivos de uma boa caminhada, inclusive sobre quadros de depressão.

    Portanto, caminhar faz bem para a cabeça. Prefira um hábito que só traz bons benefícios para a sua mente e para o seu corpo, recarregando sua energia vital!

    6 – Massageie a sua cabeça e acupontos

    Bom, reconhecemos que não é em toda situação estressante que nós podemos parar o dia e sair para dar uma caminhada. Contudo, existe uma outra maneira de recarregar a sua energia vital que não exige que você saia do lugar. Basta levar as mãos à cabeça para massageá-la e massagear os seus acupontos.

    Se você não souber como fazer uma massagem elaborada, você pode apenas pressionar esses locais para trazer ao corpo alívio. Ademais, esse ato de pressionar os pontos-chave do corpo ajuda a trazer equilíbrio, acalmando a mente.

    Leia Também:  Disortografia: o que é, como tratar?

    Entenda quais são os locais para pressionar ou massagear:

    • topo da cabeça,
    • região da testa,
    • meio da cabeça,
    • região do buço,
    • parte superior do queixo,
    • parte inferior da clavícula,
    • pescoço,
    • região lombar,
    • meio do peito.

    Toda vez que se sentir muito estressado, ansioso e precisar de um tempo, tente pressionar as áreas acima por alguns momentos. Contudo, caso possa sair para dar uma volta, preparar um chá ou seguir alguma das outras dicas que trouxemos neste artigo, faça isso também!

    7 – Estimule seus sentidos por meio da aromaterapia ou da cromoterapia

    Por fim, não deixe de conhecer os efeitos de práticas terapêuticas alternativas, como a aromaterapia e a cromoterapia. Falamos um pouco sobre como cada uma pode ajudar em seguida:

    Aromaterapia

    Em momentos de cansaço, irritabilidade e estresse, é natural você querer buscar alternativas para recarregar a sua energia vital. Assim sendo, invista em alguns óleos essenciais que visam à restauração do seu bem-estar. São eles:

    • hortelã-pimenta (já indicamos mais acima!),
    • patchouli,
    • tangerina,
    • laranja-doce,
    • gengibre.

    Cromoterapia

    Ademais, fazer um tratamento com cromoterapia também ajudará a restaurar a sua energia. Nessa prática terapêutica, usa-se o vermelho com o objetivo de reestabelecer a vitalidade das pessoas. Além disso, utiliza-se o amarelo para melhorar o humor  e estimular a criatividade.

    Algumas palavras sobre a implementação de hábitos

    Você ficou por dentro de diversas práticas que, utilizadas sozinhas ou em conjunto, ajudarão muito na hora em que você sentir que precisa recarregar as energias. Algumas você pode adotar para o dia a dia, como a prática de atividade física, o sono e a ingestão de água. Porém, às outras você pode recorrer quando quiser um efeito mais rápido. Portanto, não há a obrigação de trazê-las para a sua rotina.

    Ademais, considere que nem todas essas dicas você vai poder usar imediatamente. Como dissemos, há momentos em que não é possível sair do local em que se está para dar uma caminhada. Além disso, nem sempre você terá seus óleos essenciais à mão. Portanto, é interessante que você analise com calma todos os hábitos que trouxemos. Além disso, faça o exercício de pensar como eles se encaixariam no seu contexto.

    Seja razoável nas metas

    Uma observação final sobre a implementação de hábitos: não complique demais. Você não precisa se desgastar estipulando metas inalcançáveis para coisas que está começando a fazer. Por exemplo, se você tem o costume de dormir todos os dias às 3 horas da manhã, acha que conseguirá mudar radicalmente a hora de ir para a cama, se deitando às 20h? Esse é um salto muito grande para dar na rotina.

    Outro exemplo é resolver substituir todos os momentos em que toma café por um chá verde. Falamos sobre como o café gera dependência. Portanto, não é interessante fazer esse tipo de mudança tão brusca porque você pode cair na tentação de beber o café e acabar desistindo do chá de uma vez por todas.

    Assim sendo, que tal começar a trocar um dos momentos de café do dia por um chá? Ou então, começar a dormir só um pouco mais cedo? Ou acordar mais tarde que de costume para dormir as horas recomendadas?

    Seja razoável nas metas, sempre tendo em vista seu objetivo final: bem-estar, equilíbrio e energia.

    Comentários finais sobre a necessidade de recarregar sua energia vital

    Se quiser entender mais sobre como energia vital e a mente humana se relacionam, se inscreva já em nosso curso de Psicanálise Clínica online! Assim, caso queira, além de aprender, poderá clinicar como psicanalista. Ademais, poderá utilizar os conhecimentos adquiridos na profissão que você já tem! Não deixe essa oportunidade passar!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *