O que é Hipocondria? Como a Psicanálise vê e pode Atuar?

Posted on Posted in Psicanálise, tratamento

É comum que a gente desconfie de determinada doença assim que alguns sinais aparecem, principalmente quem não vai ao médico. Entretanto, alguns indivíduos chegam ao ponto de se torturarem psiquicamente a supervalorizar sintomas pequenos, acreditando que estão gravemente doentes. Descubra o significado de hipocondria e como é vista pela Psicanálise.

O que é hipocondria?

Hipocondria é o medo infundado e patológico que alguém alimenta de portar determinada doença grave. Esse estado psíquico acaba aumentando a preocupação de alguém por conta de sintomas simples e inofensivos. Embora seja vista com humor, o quadro é sério e pode atrapalhar bastante a vida de quem o porta.

O hipocondríaco amplifica por meio de simples sintomas o seu medo exagerado da morte. Assim que alguns sinais aparecem, este acredita carregar uma doença grave e fará de tudo para identificá-la. Com isso, passa a ficar obcecado com cada sintoma, procurando a todo o custo a confirmação de sua morte.

Dessa forma, pode facilmente realizar diversas consultas médicas a fim de encontrar algo que confirme seu estado. Sua obsessão é tamanha que, dado o inconformismo, procura outro médico quando não encontra nada relevante com o anterior. Embora a busca por problemas físicos seja inútil, a verdadeira doença está na sua mente.

Causas

A hipocondria se encaixa perfeitamente no quadro de desordem psicossomática, já que é uma doença mental sentida fisicamente. Dada à forma como a internet é presente hoje, isso acaba contribuindo na fomentação do problema. Nesse caso, a falta de informação do indivíduo, aliado ao seu temor, potencializa tudo o que está escrito ali.

Não o bastante, pessoas com empecilhos menores de saúde e que receberam excesso de atenção por isso também são passíveis. Quando alguma doença hereditária é presente na família, indivíduos saudáveis podem se identificar com os sintomas do problema. Nesse caso, acaba alimentando a hipocondria bem perto da idade em que o parente morreu.

Cabe ressaltar que a queixa de sintomas físicos não se tratam de fingimento ou delírio. O hipocondríaco experimenta as consequências reais de alguns problemas emocionais que carrega, a exemplo do estresse. Ainda que sejam psicológicos e irrelevantes do ponto de vista médico, esse indivíduo os sente potencializados.

Como é vista pela Psicanálise?

A hipocondria é um desejo inconsciente de preservar a própria vida por meio de impulsos à morte. Ainda que o indivíduo queira viver, o mesmo busca provas de que está caminhando na direção contrária. Ao invés de concentrar seus esforços em estar bem, mira a sua energia em cada sinal que indique o contrário.

Isso também denuncia algum tipo de negligência atenciosa anterior. Dado o excesso de cuidados em alguma época ou falta deles, o hipocondríaco necessita receber atenção constante aos problemas que cria. Eles os molda de forma inconsciente, a fim de complicar a situação e prolongar qualquer tratamento que receberia.

Sintomas

Basicamente, a hipocondria acaba gerando sintomas de cunho comportamental. Com isso, ainda que o indivíduo entregue sinais físicos, os mesmos derivam de seu comportamento. Com isso, acabam deturpando a real natureza do problema que carrega. Os sinais mais comuns podem ser:

Preocupação excessiva com doenças

A ideia de portar uma doença grave consome seus pensamentos enquanto estiver desperto. Há um temor apreensivo que é alimentado a cada visita frustrada em um médico diferente. Além dos sinais que este já carregava antes, acaba abrindo as portas para uma apreensão que acaba por engoli-lo. Ela é a responsável pelas ideias destrutivas.

Leia Também:  O fabuloso destino de amélie poulain: Entenda o filme

Supervalorização de sintomas

Mesmo uma simples tosse corriqueira pode ganhar proporções cavalares por um hipocondríaco. Nesse caso, muitos acreditarão que carregam um princípio de tuberculose. Nesse quesito, qualquer sintoma leve é interpretado como fonte de uma grave doença em desenvolvimento.

Medo de uma morte próxima

Dada à gravidade do estado psicológico que tem, um hipocondríaco acredita que cada sinal que carrega o levará à morte. Com isso, executa diversas visitas aos mais variados médicos a fim de encontrar alguma coisa. Nisso, é bastante comum que ele conteste o trabalho do especialista ao receber uma negativa. Pode acabar ficando depressivo.

Tratamento

A hipocondria merece atenção conjunta de atenção quando se fala em um tratamento. A ideia é trabalhar a mente enquanto o corpo e as sensações que esse carrega também são tocados. Dessa forma, o paciente pode alcançar uma qualidade de vida maior se não negligenciar o tratamento ao problema correto. É composta pela:

Terapia cognitivo-comportamental

A terapia cognitivo-comportamental, ou TCC, visa criar mudanças comportamentais nos pacientes. Assim, seus pensamentos e crenças passam por uma revitalização, com o intuito de se tornarem sadios. Dessa forma, qualquer pensamento que antes mudava seu comportamento é revisto e alterado, de modo a deixá-lo mais estável.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


Assim que a terapia cognitivo-comportamental começar, não é indicado que seja interrompida. A mesma fornecerá conhecimento para interpretar corretamente os sinais que o corpo emite. Com isso, fica mais fácil eliminar pensamentos que pouco ajudariam em seu cotidiano.

Psiquiatra

Trabalhando em conjunto com a TCC, um psiquiatra fica responsável pela parte medicamentosa. A ideia é que minimize as sequelas que afetam o corpo, mas são de origem cerebral. Os medicamentos atuam nos neurotransmissores, regulando a serotonina no cérebro. Com isso, o humor, libido, sono e ansiedade são diminuídos e normalizados.

Mesmo que a supervalorização de doenças por parte de alguns incomode outros, é preciso atentar a como isso os afeta. Ainda que a hipocondria seja vista de forma risível, a mesma necessita de um olhar adequado para ser tratada. Mesmo que a busca do indivíduo por doenças seja infrutífera, o tratamento para ele deve ser direto.

Portanto, caso conheça alguém nessa situação, insista para que o mesmo procure ajuda nos lugares corretos. Esses terapeutas permitirão um esclarecimento do real problema e como podem ajudar a resolvê-lo. Em seguida, mostrarão os caminhos que o paciente precisar para controlar seus impulsos. É importante que o tratamento seja contínuo.

Além deles, você também pode ofertar apoio psicológico a essa pessoa com o nosso curso de Psicanálise Clínica 100% online. O curso permite cultivar um entendimento preciso da mente humana e como ela se manifesta pelos comportamentos. Dessa forma, você adquire um autoconhecimento e entendimento das motivações de outras pessoas.

Como nossas aulas são online, você tem acesso ao material quando e onde quiser. Isso permite que estude quando for mais conveniente, sem interferir em sua rotina pessoal. Mesmo com essa total flexibilidade, você tem suporte contínuo de professores qualificados e dedicados em explorar o seu potencial. Sempre que tiver dúvidas, basta chamá-los.

Assim que chegar ao fim, receberá em mãos um certificado impresso que assegura a sua credibilidade como psicanalista. Obtenha a chave de entendimento da mente humana por meio da psicoterapia e faça nosso curso de Psicanálise. Por fim, se gostou deste post sobre hipocondria, não deixe de compartilhar com outras pessoas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =