Impossível: significado e 5 dicas de realização

Posted on Posted in Psicanálise, Psicanálise e Cultura

Todos nós já pensamos sobre o impossível. Este pensamento pode ter surgido de várias formas em vários momentos das nossas vidas. Por exemplo, quem nunca se sentiu impotente diante de algo? Ou olhou para o futuro e pensou “eu nunca vou conseguir isso”?

Ou ouviu que algo era impossível e se motivou a conseguir isso? Ou já cantarolou “o impossível é só questão de opinião”? Afinal, quem não conhece esse clássico do Charlie Brown Jr.?

E o que queremos dizer sobre isso? Queremos dizer que precisamos enfrentar situações impossíveis todos os dias, seja no pensamento, seja nas situações da vida.

Por isso, nós queremos nesse artigo falar sobre o. Trazer o conceito e dicas para conseguir o que parece impossível. Além disso, há um filme chamado “O Impossível“, e é claro que vamos falar sobre ele também.

Para começar, nós achamos interessante trazer o que é possível também. Entender o termo oposto ao qual nós nos aprofundaremos também é importante. Afinal, entendemos melhor uma coisa em oposição a outra. Vamos lá?

O que é o possível

Se procurarmos no dicionário a palavra possível, veremos que ele é um substantivo masculino. Além disso, ele também é um adjetivo. A palavra tem origem na palavra latina possibilis.e.

Enquanto substantivo masculino, sua definição se dá por:

  • O que se consegue realizar; que pode ser feito.

Quando é adjetivo encontramos os seguintes significados:

  • Algo que tem todas as condições essenciais para se desenvolver, se realizar ou existir;
  • Algo que talvez aconteça;
  • Algo que tem uma grande possibilidade para que se efetive;
  • Noção de concebível;
  • O que é impossível.

Agora que já vimos que o que é possível, vamos conversar cobre o que é impossível. Vamos apresentar aqui a definição do dicionário e o conceito.

Impossível no dicionário

Segundo o dicionário, impossível, assim como “possível”, pode assumir a função gramatical de substantivo masculino e adjetivo. E a origem da palavra é também latina, impossibilis.e.

Enquanto substantivo masculino vemos a definição:

  • Aquilo que não se consegue possuir, obter;
  • O que não pode ocorrer nem existir.

Já quando na função gramatical de adjetivo:

  • Que não se consegue fazer;
  • Algo muito difícil de conseguir;
  • De ocorrência exageradamente difícil e improvável;
  • Aquilo que é inviável;
  • Aquilo que se distancia da realidade, ou seja, o que é irreal;
  • O que é contrário à razão, que não tem sentido racional;
  • Algo absurdo;
  • Algo insuportável;
  • No sentido figurado é o conceito de gênio, comportamento e hábitos difíceis, ou seja, algo intolerável;
  • Alguém que não aceita regras.

Já dentre os sinônimos de impossível encontramos: inviável, irreal, absurdo, intolerável, teimoso e impraticável.

Conceito de impossível

Como vimos acima, a palavra impossível pode ter vários significados. Tudo aquilo que não conseguimos lidar, fazer ou entender nós podemos chamar de impossível.

É interessante perceber que muitas das coisas que vemos hoje nas nossas vidas ou sociedade já foram algo impossível. Ou você acha que há séculos atrás as pessoas acharam que seria possível voar? Você já imaginou o quanto cientistas, por exemplo, já foram ridicularizados por pensarem no impossível?

A diferença entre improvável e impossível

Inclusive, o professor universitário John Brobeck disse a cerca do impossível o seguinte: “Um cientista não pode mais afirmar honestamente que algo é impossível. Ele só pode dizer que é improvável. Mas talvez ainda possa dizer que algo é impossível de explicar com base em nosso conhecimento atual.

Muitas vezes nós internalizamos conceitos sociais e barreiras sociais como coisas intransponíveis. Tudo isso deixa o improvável impossível. E não estamos querendo dizer que tudo é fácil, ou que se todos tem a mesmas oportunidades. Todos os seres humanos são diferentes. Todos nós temos histórias de vida que nós impactaram de maneira única.

Se recorrermos a psicanálise veremos que nossos traumas que são gravados em nosso inconsciente e isso molda nossos comportamentos.

Esses traumas também se tornam barreiras. Por exemplo, uma criança que nunca recebeu estímulos positivos quanto a sua inteligência, dificilmente terá confiança para prestar um vestibular. Nesse caso, essa criança acreditará que passar no vestibular é algo impossível.

Assim, trata-se de uma construção feita em sua mente. E, continuamente, recebemos estímulos negativos que são como tijolinhos nos nossos muros de impossibilidades.

Além disso, há barreiras realmente sociais que nos afastam de nossos objetivos. Afinal, nem todos tem os mesmos privilégios e há pessoas que precisam se esforçar muito mais para conseguir algo. Às vezes, até, são esforços sobre-humanos.

Leia Também:  O que é orgulho: benefícios e riscos

Dicas para realizar o impossível

Falando nisso, esse artigo quer te ajudar a conquistar seu impossível. Claro, a gente acabou de falar que é difícil, mas há dicas que podem te ajudar a transformar alguns impossíveis em possíveis. Ou melhor, improváveis em impossíveis.

As dicas que traremos aqui são baseadas nas ideias de Brent Gleeson. Ele foi um combatente das Forças Armadas Americanas e hoje comanda uma empresa de marketing digital. Para ele o impossível se conquista através de preparo. As dicas para esse preparo, segundo ele, são as seguintes:

1. Trabalhe muito

Gleeson diz que nem todo mundo realmente se esforça para conquistar seus objetivos. Segundo ele, “Quem não se esforça, não consegue superar as expectativas. É preciso mudar o comportamento.”

2. Não dê desculpas

Segundo ele, as desculpas são usadas por pessoas despreparadas. Quem dá desculpas é porque não quer assumir seu erro. É preciso aprender com o que acontecer e mudar para as próximas situações.

3. Não tenha medo de falhar

É preciso entender que, no máximo, voltaremos para à estaca zero. Ter medo de falhar não pode ser uma muleta para não tentar. Afinal, já estamos na estaca zero, então todo passo para frente é um passo além. Se der errado, é preciso se levantar e começar de novo.

4. Faça de maneira correta o que é simples

A experiencia de Gleeson o fez ver que “temos que fazer as pequenas tarefas. Se não completarmos o básico, não podemos ir longe“.

Assim, não é possível fazer algo grandioso se não fazemos o pequeno. E, acima de tudo, devemos fazer tudo da melhor forma possível. Se você tem a meta de viajar, você precisa juntar dinheiro. Você talvez não consiga juntar muito dinheiro de uma vez, mas se você economizar no dinheiro de um lanche, já é um passo.

Não podemos menosprezar as metas pequenas que possibilitam a grande meta.

Não desista!

Há uma citação de Gleeson sobre sua vida que diz: “Eu nunca desistirei. Eu persevero e prospero na adversidade. Minha nação espera que seja mais resistente e mentalmente mais forte que meu inimigo. Se cair, vou me levantar toda vez. Vou gastar toda a energia que tiver para proteger meus colegas e cumprir nossa missão. Nunca estarei fora da luta.

Não podemos desistir. Talvez, ao contrário de Gleeson, não tenhamos uma nação que confia em nós. Mas nós precisamos confiar. Nós precisamos acreditar em nossas qualidades. Analisar nossos defeitos e dificuldades. Traçar metinhas que resultaram em uma metona. Traçar ações concretas e não desistir.

O filme “O Impossível”

O Impossível (The Impossible) é um filme dirigido por Juan Antonio Bayona e com roteiro de Sergio G. Sanchez. O filme fala sobre o tsunami de 2004 no Sudeste da Ásia. O filme teve sua première no Festival de Toronto e estreou no Brasil em 21 de dezembro.

O filme conta a história de Maria, Henry e seus três filhos, Lucas, Thomas e Simon estão em férias na Tailândia. Mas na manhã do dia 26 de dezembro de 2004, enquanto todos relaxam, um tsunami atinge a costa. Nisso a família se separa. Maria e seu filho mais velho, vão para um lado da ilha. Enquanto Henry e os dois filhos mais novos vão para o outro.

Por fim, a família termina junta e indo embora. Algo com certeza impossível dada a situação, não é? Vale a pena assistir para se inspirar. Além disso, o elenco conta com os atores Naomi Watts, Ewan McGregor, Tom Holland, Samuel Joslin e Oaklee Pendergast.

Concluindo

Como vimos o impossível é amplo, complexo e talvez inexistente. É possível conseguir força e coragem para mudar a perspectiva e nossas ações. É um caminho que pode ser mais longo e difícil para um do que para outros. Pode ser uma situação de catástrofe como no filme. Afinal, no meio daquela destruição, familiares que estavam perdidos se encontraram.

Talvez seu impossível esteja ainda muito distante, mas, como falamos lá em cima, já dizia o Chorão: “o impossível é só questão de opinião.” E se você tem interesse de conhecer mais sobre o tema, o nosso curso online de Psicanálise Clínica pode te ajudar. Confira!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *