mania de limpeza

Mania de limpeza: como saber se passou do limite?

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise, Transtornos e Doenças

Você já deve ter ouvido falar de alguém que tem mania de limpeza, não é mesmo? Mas o que é isso? Para compreender mais o assunto, te convidamos a ler o nosso post.

O que é mania de limpeza de organização?

De modo geral, a ideia que vem à nossa cabeça de uma pessoa com mania de limpeza é alguém que sempre está limpando alguma coisa. Na verdade, é mais ou menos por aí. Mas, uma pessoa que tem esse hábito tem um problema de saúde: o transtorno obsessivo compulsivo, mais conhecido como TOC.

A mania de limpeza de organização, como é mais conhecida, é um tipo de TOC que tem como característica a necessidade de limpar a casa. Aliás, essa limpeza deve ocorrer de maneira detalhada e várias vezes ao longo do dia. Contudo, não é só no lar que a pessoa foca. Na higiene pessoal também ocorrem alguns casos.

Vale salientar que por conta de estar sempre em contato com determinados produtos de limpeza, muito às vezes muito forte, pode desencadear alergias. Além disso, há uma boa chance de que esse hábito compulsivo acabe afetando a vida social da pessoa.

Qual é a diferença entre TOC e mania?

O transtorno obsessivo compulsivo tem como característica a presença de obsessões e compulsões por uma determinada situação. Além disso, a pessoa não tem nenhum controle sobre como se sente, mesmo que a origem de cada incômodo seja da sua própria mente. No caso do TOC de limpeza, a pessoa não tem forças para não se sentir suja ou ter a impressão de que o local está sujo.

Ter o TOC, geralmente, está relacionado ao fato de querer aliviar a ansiedade que é gerada por tais obsessões. Por exemplo, se a pessoa com o TOC de limpeza apresenta um hábito compulsivo de sempre estar lavando a sua casa ou suas mãos várias vezes, ela faz isso para tentar atenuar o seu estado ansioso.

Saiba mais…

Por outro lado, a mania é um hábito repetitivo que pode ser diferente e incomum, contudo não tem caráter patológico. Isso porque essa atitude não afeta de forma negativa a vida da pessoa, além de não causar ansiedade ou sofrimento. Ou seja, as manias são comportamentos que são repetitivos e não são motivados por uma obsessão, mas sim por crenças, por exemplo.

Aliás, qualquer um de nós pode ter uma mania, pois é algo bem normal e corriqueiro. Pense no exemplo de uma pessoa que tem o hábito de levantar com o pé direito ou que só dorme somente de um lado. Então, esses hábitos são manias e não um transtorno obsessivo compulsivo.

Essas atitudes ocorrem de forma automática e involuntária. Entretanto, diferente do TOC, a pessoa ainda está no controle de seus comportamentos.

Quais são os principais sinais de mania de limpeza?

Embora o sinal mais claro de que a pessoa tem mania de limpeza é o fato de ela estar constantemente limpando algo, ele não é o único. Por isso, vamos conferir nos próximos tópicos quais são os principais sinais indicativos que apontam que a pessoa tem um TOC.

Leia Também:  Viés de Confirmação: o que é, como funciona?

Horas limpando a casa

Sabemos que limpar uma casa pode demandar um certo tempo. O processo irá depender do tamanho dela. Contudo, gastar muito tempo, por exemplo, mais de três todos os dias para limpar o lar, pode ser um sinal. Isso porque todos nós temos outras tarefas para nos concentrar além dessa limpeza, então se focar em uma coisa só, vale prestar atenção.

Vermelhidão e/ou feridas nas mãos

Outro sinal que precisa de atenção são as mãos. Caso haja feridas e/ou vermelhidão nas mãos, isso indica um sentimento de necessidade em lavar muitas vezes as mãos. Aliás, vale ressaltar que lavar as mãos constantemente é importante, mas não com esse excesso.

Preocupação com germes, ácaros etc

O fato de estar sempre lavando as mãos indica que a pessoa tem uma excessiva preocupação com sujeira, germes ou ácaros. Não só as mãos estão em foco, mas outros objetos como mesa, sofá e cadeiras estão sempre sendo desinfetados pela pessoa com mania de limpeza.

Vida social

Quando esse hábito começa a afetar a vida social da pessoa, é um grande sinal de alerta. Por exemplo, deixar de participar de festas para poder ficar limpando a casa. Ou ainda, não deixar que ocorra eventos no próprio lar, para que ela não fique suja.

Restrição

Um sinal muito grave é quando a pessoa restringe os membros da família a entrar em determinados cômodos da casa. Ou ainda, não permite visitas na casa para não sujá-la.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Preocupação com a casa

    Por fim, o último sinal que iremos falar é sobre a preocupação que a pessoa tem com a casa ou com seu ambiente de trabalho. A pessoa sempre quer verificar se tudo está limpo, se não limpa novamente. Além disso, sempre que desinfetar objetos incomuns como cartão de crédito ou chave do carro, por exemplo.

    Mania de limpeza: como saber se passou do limite?

    Após ver esses sinais, é comum que a pessoa pense: será que o meu hábito de limpeza é um transtorno obsessivo compulsivo? Contudo, para saber isso é necessário analisar se atitudes de limpar saíram do seu controle.

    Ou seja, você consegue controlar a sua vontade de limpar? Caso a resposta seja negativa, é necessário procurar ajuda de um profissional, como psicólogo.

    Vale ressaltar que esses sinais tendem a começar devagar, mas aos poucos vão se intensificando. Por isso, um psicólogo saberá qual é o melhor tratamento adequado para a pessoa com a mania de limpeza.

    Como é o tratamento do TOC de limpeza?

    Por se tratar de uma doença mental, o tratamento precisa ser realizado com o auxílio de um psicólogo ou psiquiatra. Caso seja necessário, o psiquiatra poderá indicar remédios antidepressivos, que ajudam a reduzir a ansiedade.

    Afinal, uma pessoa que é afetada por esse tipo de TOC também acaba desenvolvendo outros transtornos mentais, como depressão e ansiedade. Por isso, ao primeiro sinal de descontrole, é necessário procurar ajuda deste profissional para que enfrentar o transtorno adequadamente.

    Saiba mais…

    De modo geral, os remédios levam até três meses para fazer efeito. Por isso, para complementar esse tratamento, é interessante fazer uma terapia cognitivo-comportamental ou análise com um psicanalista.

    Leia Também:  Sonhar escovando os dentes

    Vale ressaltar que, assim como qualquer outra doença mental, quando o tratamento não é levado a sério pelos pacientes, os sintomas ficam por toda vida. Além disso, pode haver até uma atenuação ou agravamento desses indícios.

    Considerações finais sobre mania de limpeza

    Agora que você entendeu sobre a mania de limpeza, temos um convite para você! Conheça o nosso curso online de Psicanálise Clínica. Com as nossas aulas você poderá saber mais sobre essa área tão rica do saber humano, além de aprender a ajudar pessoas com transtornos compulsivos entre outras doenças. Inscreva-se já e comece ainda hoje uma mudança na sua vida que impactará a muitas outras pessoas!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *