pareidolia

O que é Pareidolia? Significado e exemplos

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise

Quem nunca olhou para uma mancha, objeto ou qualquer outro item e associou a forma a um rosto? A mente humana funciona de forma curiosa e nos presenteia pregando peças em momentos únicos. Entenda melhor o significado de pareidolia e alguns exemplos práticos do cotidiano.

O que é pareidolia?

Pareidolia se trata de um fenômeno mental em que há uma percepção errônea de um estímulo visual. Ou seja, uma pessoa pode enxergar uma imagem observando um padrão dentro de outro objeto. Por meio disso que seja chega a uma forma reconhecível, embora determinada por sua real estrutura.

Quem manifesta esse tipo de fenômeno acaba criando uma organização interna e dá significado a algo sem muita estrutura. A título de exemplo, pense em manchas em portas, paredes ou mesmo nas roupas podem se parecer com outras coisas. Curiosamente, um mesmo padrão visual pode ser percebido de diferentes maneiras por várias pessoas.

Caso se pergunte se a pareidolia é doença, não se preocupe, pois não possui natureza danosa no ser humano. É uma resposta tão comum que a incapacidade de executá-la é que é vista como algum problema. De um modo geral, mostra o potencial criativo de nossas mentes para ressignificar algo que já era concreto.

Distorção perceptiva e engano perceptivo

A pareidolia se mostra como uma distorção perceptiva, necessitando de um meio sensorial para captar um estímulo externo. No caso, os olhos, um objeto acaba sendo percebido de um jeito diferente do esperado. A criação de outras imagens pela distorção pode ser entendida de duas maneiras:

Experiências pessoais

Há uma percepção distinta do modo comum de captar o mundo. Em parte, isso vem das experiências já vividas pelo indivíduo, regendo sua forma de visualizar o mundo. Assim, a maneira como ele percebe o estímulo advém de algo que ele já encontrou anteriormente.

Alteração do sentido lógico

Existe uma mudança na maneira como a pessoa entende os objetos lógicos. Usando outras palavras, a configuração física do seu estímulo, o objeto concreto, dá margem à ilusão.

Enganos psicológicos

Mostram como uma nova percepção que convive adequadamente com as percepções comuns. Cabe ressaltar que os enganos perceptivos não se fundamentam no estímulos residentes do mundo externo, algo que acontece nas alucinações.

Tipos de distorções perceptivas

Existem variados tipos de distorções perceptivas além da pareidolia. Elas englobam uma classificação onde se estruturam de acordo com a maneira que se manifestam. São elas:

Anomalias na percepção das características

São aquelas que referenciam as visões coloridas que temos em relação a alguns itens. Assim, o indivíduo capta mudanças no entendimento da cor dos objetos, algo até comum se levarmos em conta as variações. Para que entenda melhor isso, pense no daltonismo, onde há deficiência na captação de cores dos objetos.

Hiperestesias e hipoestesias

Aqui existe uma percepção mais intensa sobre os estímulos, especialmente os físicos e visuais. Por exemplo, uma pessoa que pode sentir uma dor aguda com um estímulo mínimo ou não sentir nada.

Anomalias na integração perceptiva

Esse tipo de mudança é menos comum do que os outros itens dessa lista. Costuma surgir às vezes em quadros de esquizofrenia ou em transtornos orgânicos.

Metamorfosia

A metamorfosia trabalha a ideia de alteração na captação da forma de um objeto ou uma pessoa. Dessa forma, o seu tamanho pode ser maior do que realmente é ou menor do que deveria ser.

Leia Também:  Os 2 tipos psicológicos

Ilusões

As ilusões se mostram como um recebimento mais complexo e errôneo do mundo externo. Nesse contexto, além da pareidolia, você pode existir a sensação de presença. Ademais,visões e efeitos auditivos podem ocorrer.

Influência sobre a cultura humana

Ao longo do tempo, por meio de registros e histórias, é possível observar como a pareidolia influenciou a humanidade. O modo superficial de observar alguns eventos mexeu bastante com muitos que acreditaram na existência do divino. Graças a isso que muitos afirmam ver imagens religiosas, ET’s ou pessoas dentro de manchas e borrões.


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


Existe uma crença coletiva de que há uma realidade captada de modo subliminar em alguns objetos em diversas religiões. Assim, o canto de pássaros, ecos distantes ou mesmo o ruído branco da televisão seriam parte disso. Há os mais ousados que afirmam existir conexão com outros mundos ouvindo o som de discos musicais tocados ao contrário.

A exemplo, a religião judaica ou a muçulmana carregam manifestações próprias da pareidolia em suas estruturas. Isso fica defendido quando os muçulmanos enxergam o nome de Alá desenhado nas nuvens ou em montanhas.

Ilusões

As ilusões são vistas como mudanças de estrutura nos estímulos ambíguos captados por uma pessoa. Com isso, se cria uma percepção equivocada de um objeto com imagem concreta. Assim, as ilusões acabam não correspondendo com as características físicas verdadeiras de alguma coisa.

Essas ilusões dependem em grande parte da disposição humana em organizar um item isolado em relação ao ambiente. Nesses termos, uma simples configuração visual pode se destrinchar em vistas com mais complexidade.

Brincadeiras

Como dito linhas acima, a pareidolia não se trata de uma patologia, sendo um movimento comum da mente humana. Dessa forma, tendo isso em vista, esse tipo de fenômeno pode ser bem aproveitado, por exemplo, na brincadeira com as crianças. Torna-se um modo criativo de incrementar as brincadeiras e o momento de lazer em família.

A distribuição de cartões coloridos com manchas pode dar início a uma brincadeira com poucos materiais e bastante inventividade. Neste caso, os envolvidos podem desenhar em outra folha o que enxergam nas manchas desses cartões. Ao fim, todos podem comprar o resultado de suas artes e perceber a forma como pensam e interagem com o mundo.

Exemplos

Sendo essa a parte mais divertida do texto, os exemplos de pareidolia são corriqueiros e bem fáceis de achar. Podemos citar:

Ver formas em nuvens

Quem nunca olhou para o céu e viu um animal, objeto ou mesmo o rosto de alguém? A internet está repleta de imagens com rostos de famosos ou forma curiosas de se observar.

Vegetais com alterações físicas

Frutas, verduras e legumes não possuem um padrão e podem crescer das mais variadas formas. Assim, por isso mesmo, não é raro ver vegetais com formas de animais, rostos, partes do corpo e até com outras plantas.

Utensílios

Sapatos, materiais de limpeza, roupas, manchas em portas, lençóis… É muito fácil moldar a vista para enxergar novas formas nesses itens. Daqui surgem rostos em privadas, pias, banheiras, fogão e outros utensílios inusitados.

Considerações finais sobre pareidolia

De um modo geral, a pareidolia acaba por exercer a criatividade do indivíduo. Contudo, de um modo divertido. Esse tipo de reação expõe a criatividade da pessoa. Assim, consegue mudar a maneira com que olha para formas aleatórias e comuns do cotidiano.

Leia Também:  Conceitos básicos da Psicanálise: 20 essenciais

Reiteramos que não se trata de um estágio de qualquer doença ou patologia, sendo um reflexo natural da mente. Assim, exercite sua percepção de mundo e encontre formas de ressignificar algo que já existe.

Para te ajudar nesse exercício, se inscreva em nosso curso 100% online de Psicanálise. A proposta dele é que possa encontrar o seu potencial com o autoconhecimento desenvolvido. Dessa forma, poderá lidar melhor com suas questões. Além da pareidolia, você enxergará novas possibilidades de ter a vida que deseja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − onze =