pensar diferente da maioria

Pensar diferente da maioria: a psicologia por trás

Posted on Posted in Conceitos e Significados

O que leva alguém a pensar diferente da maioria? Bem, essa é uma pergunta que tentaremos responder ao longo desse artigo.

Um grande desafio para pessoas que pensam fora da caixa é conseguir convencer a maioria dos que estão na caixa de que apesar dos riscos que existem fora da caixa os benefícios valem a pena.

Entendendo sobre pensar diferente da maioria

Antes de prosseguir, gostaria de pontuar que a caixa a qual eu me refiro é aquela limitação de pensamento, na qual pessoas são “treinadas” para acreditar que só existe uma maneira de ver as coisas, tornando-se limitadas porque lhes foi imposto um limite ou seja uma caixa. Existe um filme que em português chama-se “cão de briga”, nesse filme o ator principal “Jet Lee” foi criado por um homem que sempre o tratou como se fosse um cachorro, colocou uma coleira nele e usava esse homem que se tornou um prisioneiro em sua mente para sua proteção.

Quando estava em perigo, o dono daquele homem mandava que ele o protegesse como se fosse um cão de fato. Meu ponto aqui é que existem milhares de pessoas caminhando aparentemente livres pelas ruas mas que no fundo estão aprisionadas em uma caixa que muitas vezes foi criada por pessoas que tinham a responsabilidade de ensiná-las a serem livres. No filme, o ator que havia sido treinado para se comportar como um cão não falava, não sorria,tinha medo do seu dono e acreditava que aquela era sua vida normal, até que um homem “Morgam Freeman” surge no filme para ajudá-lo a sair da caixa em que fora aprisionado e desenvolver todo o seu potencial.

O que manteve os negros escravos durante tantos anos foi um aprisionamento mental, de forma que eles nasciam e cresciam sendo ensinados e informados de que eles eram apenas escravos, então, quando adultos eles se tornavam escravos. Na passagem bíblica em que depois de viver 400 anos escravos no Egito, Moisés orientado por Deus liberta o povo da escravidão, chega um momento em que o povo diz sentir saudades das cebolas e dos alhos do Egito, ou seja, eles haviam se acostumado com a escravidão, estavam adaptados a caixa.

O desenvolvimento humano sobre pensar diferente da maioria

É importante observar queas crianças se tornarão aquilo que foram ensinadas a ser, ou seja, se uma criança recebe a informação de que ela nunca chegará a lugar nenhum pelas pessoas que a cercam, provavelmente ela se tornará um adulto que terá dificuldades em realizar grandes feitos, no entanto, uma criança que é ensinada a desenvolver o seu potencial, provavelmente se tornará um adulto confiante e realizará grandes feitos.

Podemos perceber que não tem a ver com o quanto dinheiro uma pessoa tem para investir na educação de uma criança, mas tem a ver com o tipo de informação que essa criança está recebendo, ou seja, se as informações que ela recebe ao longo da sua infância estão impulsionando ela a desenvolver sua capacidade criativa ou se ela está sendo desmotivada e desacreditada, de forma a acreditar que os outros a sua volta são superiores a ela. Não podemos permitir que nossa mente seja escravizada ou aprisionada pelo sistema que tenta definir quem nós somos, na verdade, nós somos exatamente aquilo que nós decidimos ser.

Leia Também:  Anti-frágil: definição, resumo e exemplos

Mesmo que alguém tenha ensinado você a viver dentro da caixa, você pode escolher sair dela e causar um grande rompimento na sua mente, onde novos horizontes se abrirão para você. Decida hoje mesmo por viver uma vida extraordinária, decida acreditar no seu potencial e permita que o mundo se beneficie com todo o poder criativo que está dentro de você.

Considerações finais

Abra a empresa que você sonha a tanto tempo mesmo que os outros digam que não vai dar certo, escreva o livro que você sonha escrever mesmo que os outros digam quem isso não é pra você, componha aquela música que você sempre desejou mesmo que alguém diga que a letra não é boa. E então, onde você decidiu passar a sua vida? Meu objetivo ao escrever este artigo é encorajar você a viver fora da caixa.

Você foi criado para fazer coisas extraordinárias, mas, talvez alguém tenha colocado você dentro da caixa do “quem é você para ser um médico? ” ou quem sabe na caixa do “quem você pensa que é para fazer uma faculdade?” e tem também aquela caixa do “você nunca vai dar certo na vida “. Sabe, eu desejo muito que você decida agora mesmo sair de dentro dessa caixa e comece a entregar todos os seus dons ao mundo, comece a andar com pessoas que te impulsionem a viver uma vida extraordinária e não aceite nada menos do que isso.

Você nasceu para fazer a diferença no mundo com os dons que recebeu, não tenha medo de usá-los só porque alguém tentou te aprisionar na “caixa “. Se você é alguém que já se decidiu por viver fora da caixa, procure ajudar outros a saírem dela, ensine as crianças a respeito do potencial que existe dentro delas e sobre o poder que elas têm de tornar o nosso mundo melhor.

O presente artigo foi escrito por Reginaldo C. Santos([email protected]). Criador do site https://atetocaroceu.herokuapp.com/, Psicanalista, Pastor, Tecladista, Analista de sistemas, formado em Ciência da Computação pela faculdade Pitágoras e em Psicanálise pelo Instituto Brasileiro de Psicanálise Clínica. Casado há mais de 20 anos minha família é minha maior conquista.

4 thoughts on “Pensar diferente da maioria: a psicologia por trás

  1. Muito bom artigo. Com certeza, ajudará muitas pessoas a se libertarem de uma vida escravizada no passado. Parabéns!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.