benefícios de fazer psicanálise

Benefícios de fazer Psicanálise

Posted on Posted in Formação em Psicanálise

Para falar sobre os benefícios de fazer Psicanálise (como analisando), precisamos pensar sobre todas as revoluções tecnológicas que se sucederam ao longo dos últimos séculos, desde a invenção das primeiras máquinas, e que têm despertado, e aumentado consideravelmente, no homem, a sensação de estar no controle do universo.

Um pouco da origem e os benefícios de fazer Psicanálise

Explorar novos planetas e descobrir novas fontes de energia, além da invenção de formas antes inimagináveis de comunicação, são alguns exemplos de ações que reforçam o sentimento de uma suposta onipotência humana. Entretanto, tudo isso é colocado em xeque quando se fala no universo interior existente dentro da própria mente da raça humana.

Isso porque, assim como nos primórdios da humanidade, quando as necessidades mais urgentes de alimentação e de sobrevivência ocupavam quase todos os pensamentos do “homem primitivo”, ainda hoje, esse homem convive com forças e processos que habitam as profundezas da sua mente e lhe dirigem o pensamento de um modo assombroso e, muitas vezes, imperceptível – essas forças são os elementos que compõem a psiquê humana.

Ao consolidar as primeiras ideias sobre a existência de um universo psíquico, Freud – o pai da Psicanálise – foi bastante cirúrgico quando determinou que “o eu não era mais senhor, nem em sua própria casa”, metaforizando o fato de que a realização mais original do ser de uma pessoa está sempre condicionada a todo um aparato mental, composto por camadas que mais se parecem com aquelas que cobrem o âmago de uma cebola, e de onde, dificilmente, qualquer substância consegue sair ilesa.

Freud e os benefícios de fazer Psicanálise

Se para Freud, Neurologista de formação, estudioso do cérebro humano, compreender a psiquê afigurou-se em um esforço fascinante e, em igual medida, hercúleo, o que dizer então do homem comum, que, como cantava Raul Seixas, tem aquela velha opinião formada sobre tudo?

Como esse homem, ingenuamente iludido e, certamente, enredado por atos falhos, projeções e milhares de outros processos psíquicos, inconscientes – usando-se o termo aqui ironicamente, é claro – pode ser capaz de transpor as pedras existentes no meio do seu caminho existencial?

Indubitavelmente a Psicanálise surge, enquanto ciência que transita – por que não dizer? – por todas as áreas de conhecimento, como uma alternativa caleidoscópica nesse cenário, uma vez que, ao revelar a “terceira ferida narcísica da humanidade”, também traz consigo o tratamento para tal chaga. Razões para optar pela terapia psicanalítica

O tratamento terapêutico de base psicanalítica

Seguramente, ao menos duas razões justificam as contribuições fundamentais possibilitadas pelo tratamento terapêutico de base psicanalítica: A persistência do aumento de pessoas acometidas por transtornos emocionais, muitas vezes, inclusive, adeptas de outros métodos terapêuticos; e o caráter diferenciado e altamente livre da Psicanálise, cuja miscigenação de conhecimentos e adaptabilidade de métodos à necessidade do analisando proporcionam maiores chances de sucesso.

É preciso considerar que questionamentos sobre o lugar da terapia psicanalítica, em um mundo onde todo o conhecimento já produzido parece estar a um clique de distância e onde as fronteiras, tanto geográficas, quanto emocionais são impressionantemente líquidas, nascendo e morrendo em questão de segundos, têm sido bastante recorrentes.

Leia Também:  Teoria de Henri Wallon: 5 conceitos

Não obstante a isso, e na contramão dessas indagações, o número de casos de indivíduos, dotados de transtornos emocionais, sejam nunca tratados, ou acompanhados por outros métodos terapêuticos tem crescido em proporções geométricas, sinalizando a indispensabilidade de um olhar mais agudo em direção a essa realidade. O mesmo aparato tecnológico que suscita nos sujeitos a impressão de poder pensar, dizer e realizar todos os impulsos que a vontade lhes incute, é também o que desperta nele o sentimento de estar à deriva da sua própria existência.

O mundo moderno e os benefícios de fazer Psicanálise

O mundo moderno impele o indivíduo para fora de si, em uma busca frenética pelo reconhecimento, que resulta, na maior parte das vezes, em um apagamento das possibilidades de retorno, fazendo com que esse homem se encontre em uma floresta desconhecida, escura e sem vestígios de migalhas que o ajudem a encontrar-se consigo novamente.

Tal realidade tem levado muitos a atitudes extremas e, ao se verem sem perspectivas de continuidade de “serem”, recorrem às mais diversas formas de violência, contra si e contra os outros, chegando, muitas vezes, ao suicídio.

Não fosse o bastante, milhares de teorias sobre como alcançar a felicidade surgem todos os dias, algumas sob a égide das academias e contando com financiamentos governamentais nos programas de Graduação, Pós-graduação e pesquisas diversas, outras sob a forma de aplicativos de mensagens, vídeos instantâneos, influencers nas redes sociais ou programas nos canais pagos de televisão e plataformas de streams.

A sociedade líquida e o homem racional

Ora, se fórmulas mágicas, elixires e atividades físicas desenfreadas fossem as soluções para todos os dilemas da humanidade, nem teríamos chegado a desenvolver a quarta revolução industrial e Esparta seria o centro sociocultural e econômico do planeta. Alguns dizem que a história ocorre em ciclos, já que muitos fatos sociais parecem se repetir ao longo da linha do tempo, em um movimento previsível e, portanto, manipulável.

Seria isso verdade, ou será que é natural ao homem, criatura racional, que ocupa “o topo da cadeia alimentar”, resistir à mudança? Em meio a esse turbilhão de tratamentos cosméticos, consumo desenfreado de produtos, de serviços e de conteúdos, oriundos de necessidades convenientemente criadas para sustentar um sistema econômico esdrúxulo, existem seres vivos, classificados como pertencentes à espécie humana, identificados como tal, e que continuam tentando sobreviver.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    E é nesse contexto, nesta sociedade líquida de Baumman, que, ao contrário do que se postula na superficialidade dos tribunais virtuais de “juízes alienados”, que a Psicanálise revela sua maior importância desde que Freud iniciou a consolidação de seus estudos. Contribuições da terapia psicanalítica

    Considerações finais sobre os benefícios de fazer Psicanálise

    O tratamento Psicanalítico oferece ao indivíduo a possibilidade de retorno para si. Um retorno gradual, em uma jornada onde cada passo é importante para a (re)construção do ser que se perdeu si. Um olhar para lugares que até então nem se tinha conhecimento da existência.

    Uma compreensão sobre os mecanismos de defesa que, muito além de defender contra “possíveis invasores”, recalcando, criando formações reativas, projetando e racionalizando, terminam por voltar-se contra o “senhor da casa”, alimentando conflitos intensos e perpetuando angústias.

    A Psicanálise fornece então o escudeiro, na figura do analista, a fim de auxiliar na eterna guerra contra os moinhos de vento. E fornece também a caneta e o papel para reescrever toda a história, mesmo que para isso seja necessário empreender uma quinta revolução: a revolução do ser.

    Leia Também:  Benefícios da terapia: 5 motivos para você fazer análise

    O presente artigo foi escrito por Samantha B. Santos. Psicanalista em formação. Mestranda em Formação de Professores. Especialista em Educação. Graduada em Letras – Língua Portuguesa. Se você quer um conteúdo relevante sobre saúde mental, me segue: @sam.bsantos.

     

    2 thoughts on “Benefícios de fazer Psicanálise

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *