psicose e pandemia

Psicose e pandemia de Covid-19

Posted on Posted in Comportamento

No presente artigo vamos abordar sobre a psicose e pandemia de Covid-19.

Entendendo a psicose e pandemia

Psicose é um termo utilizado para identificar uma síndrome neurológica que surge em decorrência do desequilíbrio em algumas áreas do cérebro. Nesse transtorno psíquico a pessoa perde o contato com a realidade em consequência das alterações mentais, comprometendo sua percepção.

Passa a falar de maneira incoerente, tem comportamentos inadequados, desconfia de tudo, imagina que está sendo perseguida, não aceita a verdade, ouve vozes, e vêem coisas diferentes das outras pessoas normais, os pensamentos ficam confusos, incoerentes, vagos, não discerne mais o real,perda da memória, silêncio, solidão, tem dificuldades em lidar com suas emoções, sua vida muda completamente.

Mecanismo de projeção, psicose e pandemia de Covid-19

Mecanismo da projeção, segundo Freud, tem a função de proteger e defender o ego das ameaças. Esse mecanismo de defesa é acionado quando o indivíduo sente-se confrontado em seus comportamentos, atitudes, sentimentos, emoções. Ele percebe que o que faz e diz é desagradável, inaceitável, tanto para ele quanto para os outros, então passa a atribuir tudo o que acontece ou uma grande parte à outra pessoa.

Na psicose, segundo Freud, esse mecanismo é muito relevante, pois a pessoa psicótica joga para fora, para o outro, para o mundo, aquilo que não consegue lidar, o indivíduo não tem dúvida de que seus problemas são gerados pelos outros, ele remete para o exterior os conflitos, e coloca isso de forma radical. Nesse processo acontece a ruptura do eu com a realidade. Delírios, alucinações passam a ser constantes e nocivos.

Causas e diagnóstico

Diversos fatores relacionados entre si pode ocasionar o surgimento da psicose, portanto ela não tem uma única causa. Dentre eles temos: alteração do sono, problemas hormonais, alteração na estruturado cérebro, vários transtornos conectados, um influenciando o outro, drogas, medicamentos com seus efeitos colaterais, depressão intensa, traumas, estresse, causas genéticas (esquizofrenia, bipolaridade).

Para se obter um diagnóstico da psicose bem feito é preciso realizar entrevista para verificar os sintomas, buscar ajuda médica, passar por avaliação psiquiátrica. Realizar exames laboratoriais: ressonância magnética, dosagem hormonal, resquícios de drogas. Psicose como efeito colateral da Pandemia COVID-19.

Em março de 2020, o país se viu diante de um quadro difícil coma pandemia batendo na porta, foi recomendado o isolamento social, o novo normal foi iniciado e estamos até agora lidando com essa situação. Surge então um vírus mortal, transmitido pelo ar e sem tratamento definido, uma pandemia que assusta a todos, sem distinção, seu poder de violência e devastação fragiliza a sociedade e leva não somente o Brasil, mas o mundo ao isolamento.

Saúde mental, psicose e pandemia de Covid-19

Quem contrai a COVID-19 se depara com os riscos de sofrer danos à saúde física e mental, o impacto desta pandemia está associado com a saúde mental mundial, além de lidar com as notícias diárias de pânico generalizado, insegurança, medos, contabilização das mortes sem fim, perdas de entes queridos, têm ainda o estresse dentro de suas casas.

O isolamento levou as pessoas a terem que reaprender a conviver com elas mesmas, com seus cônjuges, filhos ou pais por um período prolongado. Isso trouxe consequências. As situações criadas no ambiente familiar se tornaram desafiadoras e muitas vezes devastadoras, principalmente para as crianças. O futuro agora está totalmente ameaçado na saúde física, mental, segurança econômica, entre outras.

Um quadro de ansiedade generalizada, sentimentos de tristeza, solidão e rejeição se desenvolveram e em muitos casos evoluíram para depressão. A COVID-19 é uma experiência muito estressante. Toda essa exposição ao vírus, às vulnerabilidades que já existiam anteriormente e o estresse psicossocial agrava outras doenças psiquiátricas principalmente para os indivíduos com necessidades complexas de saúde mental.

Epidemias psíquicas em massa

Epidemias psíquicas são infinitamente mais devastadoras do que as piores catástrofes naturais, medo, pânico geram a psicose, sensação de insegurança, ondas de terror tomam conta da população, se é real ou não, não importa. Uma sociedade sozinha, confusa, perde o pensamento racional, o estado de ansiedade cresce e sua capacidade para enfrentar a crise reduz drasticamente, quanto mais essa situação permanece, maiores são as oportunidades de uma psicose em massa aumentar.

Esse período é difícil, não fomos criados para viver sozinhos, a espontaneidade que traz alegria e criatividade à vida deixam de existir, paulatinamente a mente, o espírito humano e o pensamento livre são bombardeados.

Leia Também:  Não Me Perturbe: psicologia por trás deste pedido

Todos, de maneira geral, estão submetidos ao medo, terror, angústia, mas de forma singular cada sujeito é submetido a essa nova situação, cada um tem uma reação para enfrentar o novo, e que pode ser negativa ou positiva.

Conclusão

Como ajudar essa demanda que surge rapidamente? No meio psicanalítico, tanto no Brasil quanto no exterior, se deu início a um movimento em que ocorre a quebra de paradigma o atendimento à distância (computador, smartphone, tablet, etc.,) antes considerado inferior ao presencial tradicional, agora se torna fundamental para assistir essa população com restrições, privada de muitas experiências sociais com a finalidade de se precaver de contaminação, adoecimento e morte.

Não podemos descartar nesse momento crucial o recurso da palavra, do ouvir, dos trabalhos de análises, das terapias, como alternativa essencial para auxiliar na reconstrução dessa nova maneira de viver, conduzindo o indivíduo a uma vida saudável rumo a uma travessia simbólica possível à conservação dos vínculos sociais e a construção de sonhos. Temos um futuro pela frente é fundamental acreditar.

O presente artigo foi escrito por Denise Fernandes([email protected]).

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    2 thoughts on “Psicose e pandemia de Covid-19

    1. Em nenhum outro tempo, foi tão difícil “sobreviver” na “Selva de Pedra” (ouvia essa expressão de uma tia, na década de 80!) Além do Isolamento Social, nunca se presenciou tanta “lojinha” e, elas surgiram em muitas cidades, como “redesenho” feito pelas imobiliárias, pela pouca demanda e por conseguinte dificuldade dos lojistas de pagar por espaços maiores! Uma dessas lojas, era de guarda chuvas e carteiras de couro, funcionando num espaço “corredor” e o gerente (era antes da onda covid) “desesperado” por atender poucos clientes! Tem que ter uma mente “forte”: há dois anos, calçados no lado de fora dos apartamentos e, atualmente até máscaras “dispensadas de uso”, reuniões familiares ou de colegas em restaurantes, com 10 pessoas ou mais, “liberadas” e o mais “cruel”, desobrigarem planos de saúde de vacinarem seus segurados: ficaram mais de um ano, recebendo mensalidades e sem custo com segurados, já que clinicas e laboratórios, junto com os hospitais, deixaram de atender os “Não covid”!

    2. Parabéns pelo artigo! Muito bem explicado e de fácil compreensão. A psicose é um transtorno mental que tem a característica de desligar da realidade. Penso o que causou o acréscimo de tantas doenças mentais, não foi o maldito vírus da Covid 19, mas sim, o Lockdown. O ser humano é um ser social. Foi criado para ser livre, a partir do momento que é privado da sua liberdade, ele se desconexa da realidade.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.