Teoria da Abundância: 9 dicas para uma vida próspera

Posted on Posted in Psicanálise, Psicanálise e Cultura

Se você busca ter uma vida próspera, a teoria da abundância conta com algumas propostas que podem te ajudar. No entanto, você sabe do que trata essa teoria?

Primeiramente, como seres humanos, nós relacionamos naturalmente a prosperidade à felicidade, bens materiais, e riqueza. Contudo, abundância significa a quantidade excessiva de algo. Se ligarmos isso ao dinheiro, a abundância financeira significa ter muito dinheiro.

Já fazendo uma relação com o que diz a teoria, propõe-se que ninguém precisa perder para outro ganhar. Ou seja, há espaço para todo crescerem no mundo. Dessa forma, a nossa prosperidade está ligada a nosso desenvolvimento e não à queda de alguém. Por isso, ela depende de nós, e da mudança de nosso mindset.

A psicanálise nos diz que as experiências que vivemos, principalmente na infância, influenciam a nossa personalidade. Dessa forma, traumas vividos quando éramos pequenos são internalizados e muitas vezes nos impedem de agir de maneira produtiva.

Assim sendo, se ouvimos quando pequenos que dinheiro é ruim, podemos internalizar essa perspectiva a princípio externa a nós. Como consequência, podemos ter atitudes que nos façam negligenciar nossas finanças.

No entanto como mudar isso? Como vivenciar a teoria da abundância em nossas vidas efetivamente?

Nesse artigo vamos listar algumas técnicas que podem te ajudar.

Autoconhecimento

Pode parecer estranho a princípio, mas, como dissemos, nossos comportamentos são condicionados a experiências anteriores. Dessa forma, assume-se que os traumas dessas experiências estão armazenados no nosso inconsciente. Ou seja, não sabemos exatamente o que nos traumatizou.

Diante dessa falta de consciência, reconhecer padrões de comportamento e frequentemente nos analisar é importantíssimo. Através do autoconhecimento, conseguiremos mudar nossa mente e viver a teoria da abundância.

Priorizar seu sonho

Fazer o que ama é extremamente motivador. Às vezes é difícil conseguir fazer o que se gosta, mas precisamos focalizar em nossos gostos e sonhos na hora de escolher como conduzir a vida. Ao colocar nosso sonho como foco, podemos produzir mais e nos dedicar mais.

Nossa mente, inclusive, é poderosíssima. Ao utilizarmos o poder dela em todos os momentos poderemos alcançar mais rápido o que queremos. Afinal, quando estamos focados podemos agir de maneira mais eficaz, traçar metas possíveis e trabalhar mais.

Assuma total responsabilidade pela sua atual situação financeira

Não devemos ficar reclamando das coisas, do governo, das pessoas. Precisamos encarar nossa situação financeira e analisar como melhorá-la. Afinal, por mais que existam problemas, quem passa o cartão somos nós.

Além disso, reclamar da situação nos desvia do foco, baixa a vibração, atrai mais daquilo que não queremos.

Como consequência, nos colocamos numa situação de vítima das nossas próprias escolhas. É preciso ter consciência de quem somos e de nossa capacidade. Devemos abandonar crenças limitantes e assumir o controle de nossa mente e dirigir nossa própria vida. Precisamos criar condições para prosperar, independente das circunstâncias.

Faça doações

Uma das crenças limitantes é não acreditarmos que merecemos algo. Uma das formas de lutar contra isso é fazer doações. Elas nos fazem sentir mais merecedores. Afinal, se estamos contribuindo para o crescimento de outras pessoas, isso amplia nossa sensação de merecimento.

Saiba receber

Essa dica está relacionada a anterior. Não importa o passado, origem, cor, sexo, idade, credo, classe social, aparência física ou nível de escolaridade; somos merecedores.

Precisamos acreditar que merecemos uma vida abundante. Além disso, vale reconhecer que as crenças que nos limitam estão ligadas à autoestima e podem ter várias raízes. Por exemplo, muita gente rejeita presentes por orgulho.

Muita gente não saber receber, pois acha que não merece. Não sabe dar preço, não sabe cobrar. Às vezes, as pessoas até ganham muito bem, mas, como sentem que não merecem, se sabotam. Eles gastam tudo com outras pessoas, fazem negócios que as prejudicam.

Pratique a gratidão

Ao invés de olhar para o que não tem, agradeça pelo que já conquistou. Essa mudança de atitude produz energias positivas. Você se sente mais motivado e terá mais força para conquistar seus sonhos.



A gratidão é uma força poderosa, faça uso dela.

Comemore

Sempre que algo de bom lhe acontecer, comemore! Comemore desde as coisas pequenas até as grandes. Não importa o tamanho da comemoração, inclusive, o importante é comemorar.

Essa comemoração tem o poder de nos entusiasmar e motivar. Afinal, quando nos alegramos, emitimos um sinal bem forte que significa que estamos dispostos e abertos para receber mais. Se pensarmos na Lei da Atração, recebemos aquilo que transmitimos. Então, conforme nos alegramos e comemoramos, cada vez mais recebemos coisas melhores, maiores e maravilhosas.

Leia Também:  A Águia e a Galinha: significado da parábola

Desapegue

Tudo que temos em excesso está faltando para o outro. Da mesma forma, se temos demais, isso nos impede de alcançar o que realmente precisamos. Por exemplo, se temos algo em abundância, ficamos preguiçosos para lutar por outras.

Além disso, “destralhar” libera energia e permite que coisas boas nos alcancem.

Outro ponto importante é sermos desapegados com ideias e projetos. Não que devemos abandonar nossos sonhos e valores. No entanto, não podemos ficar apegados ao que nos faz mal. E até em relação aos nossos sonhos, se estamos seguindo um caminho que não dá certa, precisamos mudar.

O desapego nos deixa mais flexíveis e prontos para as adversidades.

Pare de associar o dinheiro a sentimentos negativos

O dinheiro é uma ferramenta e deve ser encarado como isso. Ele pode ser usado para coisas ruins. Contudo, deve ser usado para coisas boas e se isso será feito ou não depende de você. Sempre que você associa o dinheiro a sentimentos negativos, você fará de tudo para afastá-lo ou perdê-lo.

Ademais, lembre-se: o dinheiro pode nos ajudar a melhorar de vida, ajudar os outros, pagar contas. Ou seja, não é algo ruim. Não é pecado ter dinheiro nem trabalhar para conquistá-lo.

Comentários finais: teoria da abundância

Para se libertar dos sabotadores, precisamos identificar as crenças em primeiro lugar. Depois devemos listar todas elas e depois dissolvê-las. Como dissemos, isso não é fácil, afinal, algumas nós nem imaginamos. Em muitos casos, só através da terapia conseguiremos identificá-los.

Um terapeuta possui ferramentas para conseguirmos acessar o mais profundo de nossa mente. A partir desse material, é possível pensar em alternativas para mudar perspectivas negativas sobre a vida.

Ademais, não é só o passado que produz sabotadores. Situações que experimentaremos no futuro também podem fazer isso conosco.

Por isso, questione cada crença que surgir. Se pergunte de onde veio essa crença. Quem contribuiu para a formação dela? Você realmente acredita nessa crença? Analise o quanto ela está sabotando a sua vida. Analise, até, o que ela já te impediu de conseguir até aqui. Você realmente deseja se libertar dessas crenças? E o que você está disposto para alcançar essa libertação?

Como dissemos, a teoria da abundância tem a ver com você. Diz respeito ao que você faz para alcançar prosperidade. Consequentemente, é necessária uma sinceridade da sua parte, além de força de vontade. Só assim seu mindset estará pronto para que você tenha uma vida abundante. Se você tem interesse em saber mais sobre mudança de pensamento, mindset, nosso curso de Psicanálise Clínica online pode ajudar. Confira!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 5 =