Alexitimia: significado, sintomas e tratamentos

Posted on Posted in Psicanálise, Psicanálise e Cultura

Todos os seres vivos, por mais que as suas consciências sejam rudimentares, demonstram sinais claros de emoção. Graças a isso, podem socializar e reagir a estímulos, conduto nem todos têm a mesma capacidade para demonstrar. Descubra o significado de alexitimia e entenda melhor o fenômeno com alguns exemplos.

 

O que é Alexitimia?

A alexitimia se mostra como a incapacidade que um indivíduo tem de descrever e identificar emoções. De forma simples, é como se alguém possuísse uma cegueira emocional, uma venda para as emoções. Ainda que ele as possua e sinta os seus efeitos, o mesmo se mostra incapaz de desvendar o caminho emocional complexo. Foi Peter Sifnios que propagou o termo em 1973 no ambiente da Psicologia e da Psicanálise.

A essência do fenômeno é bem mais comum do que parece. Em dado momento, alguém já nos questionou sobre como temos passado e se tudo está bem. Por educação, concluímos um pensamento inseguro ao dizer “sim”, mas não conseguimos ir além. A resposta, ainda que positiva, está longe de ser enxergada como certeza.

Podemos fazer a distinção entre o fenômeno da alexitimia e essas dificuldades aleatórias porque a primeira é um quadro constante. Um especialista, como o psicólogo, avaliará na consulta a predominância dessa síndrome. A maior prova é a dificuldade permanente de não detectar os próprios sentimentos ou emoções.

 

Medidas

Devido à sua complexidade, os primeiros estudos e matérias sobre a alexitimia tiveram sua qualidade contestada. As medidas alcançadas de início provocaram incômodo na comunidade científica, como o estudo feito pela Schalling Sifneos Personality Scale. Segundo relatos, os dados apresentados causaram pouca confiabilidade e invalidaram o estudo.

Após anos, a Toronto Alexithymia Scale, ou TAS, propôs uma medida mais confiável para encontrar as características da disfunção. Com um modelo replicável, concluiu quatro fatores: dificuldade em perceber sentimentos, dificuldade em descrevê-los, sonhar acordado reduzido e pensamentos orientados externamente.

Após outras revisões, foi criada uma lista com 20 objetos para observação e estudo. Graças a isso, conseguiram mais precisão, eliminando também os pontos que estudavam a atividade imaginária do indivíduo.

 

Características da Alexitimia

Assim como o seu nome, os sintomas inerentes da alexitimia são bastante únicos. Não o bastante, além de denunciar a disfunção, também servem de termômetro para outras doenças. Confira os mais comuns:

1. Ausência empática

Se não conseguimos identificar nossa próprias emoções, como seremos capazes de avaliar as dos outros? Note que não se trata de uma escolha, mas, sim, incapacidade natural. Entender o sofrimento do outro se mostra uma barreira a ser alcançada por um indivíduo alexitímico. Ele terá a impressão de que esses objetos emocionais são triviais ou até irrelevantes.

2. Dificuldade de fazer relações durarem

Uma relação é aquecida pelos sentimentos e emoções que você coloca nela. Quando uma das partes não pode fazer isso, é praticamente impossível dar seguimento. A impressão que o parceiro tem é de um indivíduo distante e bastante narcisista quanto ao lado sentimental. Como consequência, o indivíduo alexitímico não frutifica os seus contatos.

3. Criatividade bastante empobrecida

Nossa criatividade é movida pela emoção. Por conta dela, conseguimos alçar voos imaginários distantes para concluir uma ideia ou projeto. Uma pessoa alexitímica também mostra dificuldade em imaginar muitas realidades. É como se ela não possuísse o combustível que a permitisse sonhar.

Exemplos de Alexítico, isto é, Pessoa Alexítica

Para que entenda melhor a situação, peço que avalie os seguintes exemplos. No início, a alexitimia foi vista como uma desordem que criava sintomas físicos exagerados pela mente. De forma prática, podemos entender como as conexões são construídas nesses indivíduos. Ainda que uma situação pareça bastante óbvia para nós, eles se sentem diante de um labirinto interno:


NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.


1. Discussão

Um indivíduo alexítímico pode ser envolver em conflitos, dada à sua incapacidade emocional perturbada. Pelo desconforto, ele passa a sentir raiva, mas não consegue expressá-la. Como consequência, acaba sentindo uma dor em seu estômago. Incapaz de expressar adequadamente, ele levanta um quadro de queixas corporais.

Leia Também:  Neurociência e Psicanálise: de Freud à atualidade

2. A perda de alguém

Para todos nós perder alguém que amamos sempre será um golpe duro. Para o alexitímico, será ainda mais complicado de entender o turbilhão que o atinge. Ao invés de processar a sua tristeza ou solidão, o mesmo pode descrever uma dor de cabeça ou cansaço. Ele se sente drenado, mas não consegue descrever nada além disso.

 

Consequências e Sintomas da Alexitimia

1. Nos Relacionamentos

Como somos criaturas extremamente movidas por emoções e sentimentos, como alguém pode se relacionar nesse estado? Com um passo atrás, o alexitímico mantém seus relacionamentos em um campo superficial. Qualquer traço de afetividade é quebradiço, sem estrutura. Como resultado, qualquer sinal emocional é devolvido sem balanceamento e bastante vago.

Dessa forma, um indivíduo com a disfunção acaba desenvolvendo transtornos familiares. Sem a bagagem e entendimento necessários para catalogar e imprimir sentimentos, pouco se liga com outras pessoas. Como a síndrome pode ser desenvolvida na fase adulta, um casamento pode chegar às ruínas, por exemplo. A troca necessária entre as partes é bastante desequilibrada.

2. Na Profissão

A sua vida profissional também pode entrar numa jornada de declínio. Sem a compreensão necessária da carga emocional para tomar escolhas, ficamos incapazes de decidir o que é melhor no momento. Ainda que alguns neguem, o lado emocional também pesa quando tomamos algumas atitudes e decidimos novos caminhos.

Parece absurdo não sermos capazes de identificar emoções, mas isso é bastante real. A alexitimia funciona como uma borracha a um aspecto inerente e profundo de nossas existências. Graças a isso, se inicia uma luta interna, onde nossa disfunção e essência tentam discutir visões opostas. Como resultado, uma pessoa se confunde com o próprio canal que irriga sua presença emocional.

Tratamento da Alexitimia

Ainda assim, cabe ressaltar que a alexitimia tem tratamento. Uma terapia estratégica proporcionada pelo psicólogo pode “treinar” o indivíduo para que este se identifique emocionalmente. De forma consciente e segura, aprenderá a expressar suas emoções, restabelecendo o contato social que é dele por direito.

Isso vem desde criança, por exemplo. Ao observamos a comunicação entre adultos, assimilamos rapidamente o que estamos sentindo com as figuras que nos apresentam. Se temos uma expressão entristecida e nos perguntam o porquê de estarmos tristes, conseguimos ligar a emoção ao estímulo. A terapia resgata essa conexão, integrando uma parte nossa fundamental.

Um Convite Especial: Curso Online de Psicanálise

Para entender melhor como esses ligamentos emocionais funcionam, compreender sintomas e tratamentos de muitos transtornos, inscreva-se em nosso curso de formação 100% EAD em Psicanálise. Através da internet, disponibilizamos um material conciso e bastante eficaz que te treina nas práticas da Psicanálise. Graças à nossa grade curricular, o aluno dispõe de auxílio de tutores enquanto se aprofunda em ricas apostilas institucionais.

Já que as aulas são virtuais, você pode escolher a melhor hora para estudar e tirar maior proveito possível do conhecimento, que envolve a alexitimia. A grande vantagem aqui é que você tem uma educação de qualidade pagando pouco. Onde você achará um excelente curso de Psicanálise com parcelas mensais de R$ 100,00? Não deixe essa chance passar. Entre já em contato conosco e garanta a sua vaga!

One thought on “Alexitimia: significado, sintomas e tratamentos

  1. Não entendi muito bem o que isso quer dizer ” bastante narcisista quanto ao lado sentimental.” Poderiam me dar um exemplo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − sete =