como deixar o cliente satisfeito

Cliente satisfeito: 3 dicas da psicologia

Posted on Posted in Comportamento

Se você é vendedor, possivelmente busca que o produto ou serviço oferecido por você, ao vender, tenha mais um cliente satisfeito. Saiba que técnicas de vendas e psicologia estão intimamente relacionadas.

O primeiro passo ao se oferecer algo à venda é entender qual é seu público-alvo. Então, nada mais importando do que entender sobre comportamentos humanos referentes a necessidades e desejos.

Desse modo, para que você consiga ter clientes satisfeitos, deverá entender mais sobre como funciona a mente, sobremaneira a mente inconsciente. Afinal, quando está atendendo clientes, você está, de algum modo, ativando elementos psicológicos e despertando nele vontade.

Como deixar o cliente satisfeito? | Comportamento do consumidor

Como seu ter um cliente satisfeito? É uma dúvida subjetiva, que somente será possível quando você entender qual o comportamento do consumidor e quais são os gatilhos mentais que o levam às compras. Deve entender o que seus clientes sentem, pensam e quais produtos ou serviços pretendem comprar.

Afinal, estudar sobre o comportamento humano é como aprender a ler mentes. Através da interpretação do comportamento do consumidor, é possível identificar quais são os produtos de sua necessidade, sem que eles se expressem objetivamente.

Rotineiramente estamos em torno das relações de consumo e saiba que o consumidor, sobremaneira, é influenciado pelos seguintes fatores:

Pessoais:

Esses são influenciados conforme a idade, sexo, histórico de vida, cultura e também por problemas que lhes são pessoais. Os comportamentos variam a cada fase da vida, como infância,  adolescência, fase adulta e velhice.

Além disso, neste aspecto também estão critérios psicológicos, como a personalidade e a autoimagem. Ou seja, características pessoas que influenciam nos desejos e motivações durantes o consumo. Então, é primordial entender estas aspectos para ter seu cliente satisfeito.

Sociais:

A classe social que a pessoa pertence repercute no seu comportamento como consumidor. Então, cada pessoa, a depender do seu meio social, terão agirá de maneira diferente, conforme seu conjunto de interesses e atividades favoritas.

Bem como, o estilo de vida social também é impactado com o tempo de cada pessoal. Como, por exemplo, quem trabalha demais e não tem tempo para cozinhar, acaba gastando mais com “delivery”.

Culturais:

Elementos culturais são um dos principais fatores que influenciam os comportamentos dos consumidores. Durante toda criação, a pessoa é exposta a princípios ideológicos, crenças e percepções sobre a vida advindas do seu meio familiar, religioso ou escolar.

O que se vê é que as pessoas, frequentemente, se comportam de maneira inconsciente, a depender de suas crenças culturais. Dessa forma, se você pretende que o cliente mude para sua marca, saiba táticas para mudança de atitude geralmente não são muito eficientes.

Pois, a depender da estratégia, tentar fazer com que o cliente mude de marca, seria o mesmo que tentar fazê-lo mudar a sua crença. Então, o correto não é forçar uma mudança de crença no cliente, mas sim ligando o produto a um estímulo positivo.

Psicológicos:

Este sem dúvidas é o maior obstáculo de empresas para cativar seus clientes, pois se refere a um processo de adivinhação sobre suas preferências e como avalia se os seus comportamentos.

O especialista em comportamento do consumidor, Michael Fishaman diz:

A grande dificuldade em entender o comportamento do consumidor está justamente em avaliar as ações de forma racional, já que ninguém age dessa maneira.

Vê-se que, sobremaneira, o consumidor não consegue explicar a razão de querer algo. Isso ocorrer porque nosso cérebro se utiliza de gatilhos mentais para tomada de decisões. Ou seja, as escolhas do ser humano são baseadas em sua menta inconsciente.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Nesse sentido, a psicologia do consumidor procura, principalmente, entender o que ocorrer nesse inconsciente das pessoas. Pois, entender este processo mental sobre os desejos de compra é fundamento para sucesso em vendas e, assim, ter um cliente satisfeito.

    Mais um cliente satisfeito | Conheça teorias sobre o comportamento do consumidor

    Contudo, para entender a fundo como conseguir ter um cliente satisfeito, conheça conceitos de motivação, memória e percepções humanas.

    Leia Também:  Manipulação: 7 lições da Psicanálise

    Dica 1: Teoria de Freud

    A motivação das pessoas está em seu inconsciente, ninguém consegue entender a real razão de suas motivações. Ou seja, o ser humano não consegue explicar os seus desejos, pois o inconsciente trabalha com conteúdos.

    Nesse sentido, o cérebro possui ferramentas que avaliam o que é inconsciente ou não. Fato este que influencia diretamente sobre as decisões de compra e, assim, ter um cliente satisfeito. Somente após esta decisão que o cérebro remeterá a sua mente racional, consciente.

    Mas, afinal, como posso utilizar essa teoria para ver meu cliente satisfeito? Dentre os estudos da teoria de Sigmund Freud, é você trazer percepções satisfatórias ao cliente, boas experiências sobre o produto. Tais como sabores e cheiros, que irão se relacionar às suas memórias.

    Dica 2: Teoria de Maslow

    O psicólogo americano Abraham Maslow classifica as necessidades humanas em níveis, conforme demostra pirâmide abaixo:

    cliente satisfeito

    Portanto, para esta teoria, as pessoas sempre visam satisfazer suas próprias necessidades. Assim, isso repercute em suas decisões de compra.

    Dica 3: Teoria de Herzberg

    Em suma, para esta teoria devem ser analisados dois pontos: satisfação e insatisfação. Então, importante entender o que causa insatisfação, os fatores extrínsecos, como a higiene do produto.

    Em paralelo, necessário estudar os requisitos intrínsecos, relacionados à motivação, que, então, geram a satisfação do cliente.

    Cliente satisfeito com o produto | Um cliente satisfeito fala para 3 pessoas

    Para complementar seu conhecimento sobre como deixar seu cliente satisfeito, vale a pena também seguir as recomendações abaixo. Elas farão toda diferença para fidelização de sua clientela.

    • Atendimento humanizado;
    • venda consultiva;
    • agregue valor ao cliente;
    • aplicar técnica “Extra Mile”: em resumo, é dar além do que é esperado pelo cliente, o surpreender.

    Contudo, você pôde verificar que não basta uma venda ser efetivada, mas sim tem o cliente satisfeito com o produto ou serviço. Para isso, estudar sobre o comportamento humano e suas tendências decisórias sobre suas compras é extremamente importante para o sucesso de suas vendas.

    Portanto, se você ainda tem dúvidas, deixe seu comentário logo abaixo, teremos o prazer de respondê-las. Ainda, lembre-se, possivelmente sua dúvida ajudará na evolução de muitos vendedores.

    Por fim, se quer entender mais sobre o comportamento humano, aprendendo sobre a mente inconsciente e consciente, conheça nosso curso de formação em Psicanálise. Este conhecimento agregará em sua profissão, não somente como vendedor, mas diversas carreiras. Como, por exemplo, um advogado, um professor, um terapeuta, um profissional da saúde, um líder religioso, um profissional de coach, um vendedor, um gestor de equipes e todas as profissões que lidam com pessoas podem se beneficiar com os conhecimentos teóricos e práticos da psicanálise.

    One thought on “Cliente satisfeito: 3 dicas da psicologia

    1. Só faltou lembrar que vendedor é cliente, também! Uma coisa que percebi esse ano que fui mais a assistência técnica ou compras é a preocupação em que loja ou assistência técnica teve em se eximir de garantias, embora aleguem priorizar o cliente: no notebook a,manutenção feita além de ter sido dado garantia, apenas, de 90 dias, fez uma descrição do trabalho a ser realizado e ao “modo da Pfizer” elencou uma espécie de “efeitos colaterais/adversos” da so’uda, por exemplo, a ser aplicada, sobre a qual, exigiu ciência e anuência do cliente, para realizar a manutenção! Já na aquisição do micro-ondas, o vendedor se ateve tanto ao aumento do prazo de garantia, que se não fosse marca que eu conhecesse a qualidade, não compraria, além de no inicio ele haver dito ser vendedor e também atrelado a assistência técnica e, depois desmentido ter ligação com assistência técnica. E como contei noutra oportunidade, o corretor foi convincente a minha mãe adquirir o imóvel, outrora, mostrando que redesenhando o espaço de uma das salas, poderia “surgir” outro quarto e sala de TV. Ouvir um pouco sobre o cotidiano do cliente, com certeza teremos vendas pontualmente exitosas!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.