fundamentalismo significado, pessoa fundamentalista

Fundamentalismo: o que é, quais seus riscos?

Posted on Posted in Filosofia e Psicanálise

Este pequeno artigo tem a intenção de refletir e despertar os leitores sobre o que é o fundamentalismo. Qual o significado deste conceito e como o fundamentalismo pode ser prejudicial a qualquer desenvolvimento humano e social.

Na verdade, não existe desenvolvimento onde há fundamentalismo. Em se tratando de psicanálise, essa ciência que tem como objetivo analisar o ser humano, em especial o seu inconsciente, essa tarefa torna-se completamente ineficaz e perigosa, quando não se há humildade para admitir as limitações existentes no analisando e também quando tenta-se analisar todos partindo de um padrão interpretativo já estabelecido.

Não existe padrão nenhum que seja absoluto para analisar o ser humano, seja qualquer que seja, cada um ser carrega em si as suas particularidades e complexidades que são inacessíveis pra quem é fundamentalista.

O que é o fundamentalismo?

Quero começar esse artigo classificando e definindo de forma bem sintetizada os termos: psicanálise e fundamentalismo, afim de que o leitor possa ter o conhecimento necessário acerca do significado dessas palavras para compreensão dessa reflexão.

Depois disso, vamos refletir sobre a existência de um caminho firme, inteligente, equilibrado e recomendável, que permite e que nos oferece as melhores oportunidades e que nos capacita a ajudar as outras pessoas a encontrarem as libertações que tanto precisam dos seus medos, traumas, crises.

Esse caminho carrega consigo um pressuposto absoluto, que é a humildade.

Definição da Psicanálise

Definir esse termo é extremamente complicado, pelo fato de que a psicanálise carrega consigo uma complexidade contemporânea enorme acerca da sua metodologia. Todavia, segundo a tradição, Sigmund Freud foi quem teria criado a psicanálise, portanto, ninguém seria melhor do que ele para defini-la.

Em suas palavras (1922) “chamamos de psicanálise ao trabalho pelo qual levamos à consciência do doente o psíquico recalcado nele”. Na prática, sem a psicanálise seria a ciência que tem como objetivo através da análise clínica, tratar daqueles que buscam seu autoconhecimento ou que buscam adestrar as suas perturbações psicológicas.

Definição de Fundamentalismo

Esse é um termo que teve a sua origem no século XX, nos Estados Unidos. Foi um movimento religioso e conservador protestante, que teve como objetivo conter o avanço do evolucionismo, que entenderam ser uma ameaça à fé cristã.

Para isso, criaram um conjunto de doutrinas teológicas, dando ênfase na interpretação literal da Bíblia. Por esse motivo, ganharam o nome de fundamentalistas, por se fecharem nos seus fundamentos. Na prática, esse grupo fechou-se em seus dogmas, como sendo verdades absolutas e incontestáveis.

Fecharam-se ao diálogo com as ciências, e desde então dificultam por demais algum tipo de desenvolvimento social.

Muito embora o termo fundamentalismo seja oriundo de um movimento de cunho religioso, todavia, hoje o termo já carrega consigo muitas variações em sua aplicabilidade como, por exemplo:

  • fundamentalismo politico”,
  • fundamentalismo econômico”,
  • fundamentalismo ideológico” etc.

Em todo caso, o termo esta associado a um sentido negativo que indica rigidez e inflexibilidade de opinião e compreensão. Apesar do termo não ser tão antigo, a sua energia é antiga na humanidade.

Humildade sempre é o melhor caminho

Dadas as seguintes definições e explicações sobre os termos, ainda que de maneira sucinta, fica evidentemente claro que psicanálise fundamentalista certamente será ineficaz e negativa para o seu desenvolvimento cientifico.

Leia Também:  Frases de Platão: as 25 melhores

Foi lendo o Jornal de Psicanálise de São Paulo, indicado pelo módulo 1 do curso de formação em psicanálise, onde apresenta um debate entre vários psicanalistas acera das tendências da psicanálise contemporânea, que me surgiu a ideia de trazer essa breve reflexão.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Nesse debate, os presentes dialogaram sobre as influências diferentes que tiveram em suas formações, e falaram sobre a questão do diálogo entre as várias escolas e teorias psicanalistas, oriundas dos seus respectivos fundadores como sendo a tal tendência contemporânea.

    Em suas breves apresentações de formação, pode-se perceber como cada escola tem a sua importância e contribuição para o desenvolvimento da psicanálise clinica. Como supracitado, a psicanálise tem como pressuposto básico, a análise do inconsciente humano para o seu estudo e para tratar os diversos sintomas psicossomáticos que tem nele a sua origem.

    A complexidade humana e o fundamentalismo

    Ora, o ser humano é um poço de complexidade, cada ser carrega em si mesmo uma história diferente, cada um tem a sua própria realidade cultural, econômica, familiar, religiosa, cada um tem traumas e medos diferentes, enfim, são inúmeros os motivos pelos quais se faz extremamente necessária a humildade presente em todos quantos se dispõem a pesquisar e, sobretudo, atender pessoas em seus consultórios.

    Humildade é uma virtude caracterizada pela consciência das próprias limitações. Consciência esta que nos faz entender que o diálogo é sempre importante para que haja bons resultados. Ninguém é tão inteligente a ponto de carregar em si toda a verdade, mais cada um carrega um pouco de conhecimento e experiência que se unidas, atingem resultados benéficos para humanidade.

    Sendo assim, parece então que usar apenas uma teoria, seja ela freudiana, lacaniana ou qualquer outra como se ela fosse a correta pra se fazer uma análise, é entregar-se ao fundamentalismo e naturalmente perder a oportunidade de aprender com outros que conseguiram enxergar aquilo que outro não conseguiu.

    O apóstolo Paulo escrevendo aos cristãos de Tessalônica fez a seguinte recomendação sobre o que eles ouvissem: “…ponham a prova todas as coisas e fiquem com o que é bom…”, isto é, estejam aberto para ouvir tudo e ao ouvirem, façam o que deve ser feito, analisem a fundo e no final certamente terá ao menos alguma coisa proveitosa, ai fiquem com ela. Portanto, o caminho mais acertado para que haja mais acertos e menos erros, é o caminho da humildade, do diálogo.

    Minha experiência prática

    Por fim, gostaria de relatar de modo prático a experiência pastoral que ao longo dos anos venho tendo, e que tudo tem haver com o trabalho que um psicanalista faz em seu consultório.

    Pessoas diversas buscam na igreja um socorro para suas angústias, medos, doenças e etc, mas o ambiente religioso, sobretudo a liderança religiosa, possui uma dificuldade enorme pra ajudar pessoas com seus problemas, exatamente por causa do fundamentalismo.

    Toda religião carrega seus dogmas, suas doutrinas teológicas intocáveis, inegociáveis ao ponto de perderem a sensibilidade para com as múltiplas realidades existentes a sua volta. Como no tempo de Jesus, a religiosidade farisaica era tão fria, que chegava ao ponto de condenar Jesus por ter curado alguém em um dia de sábado, pois no sábado, segundo o dogma religioso não se podia fazer nada.

    Não obstante Jesus ter tentado os ensinar diversas vezes o significado verdadeiro da guarda do sábado, o ‘fundamentalismo’ era tão grande que não estavam abertos para ouvir e aprender um caminho equilibrado e mais humano. Concluo dizendo que, se na psicanálise houver um diálogo entre as escolas, entre os profissionais da área, essa ciência só terá a ganhar e certamente produzirá muito mais resultado em sua pratica clinica.

    Leia Também:  Sociointeracionista: significado e fundamentos

    Este artigo sobre o que é o fundamentalismo, suas manifestações, seus riscos e as características do comportamento fundamentalista foi escrito por Flávio Schanuel ([email protected]): é marido da Ana Claudia, pai do Calebe e Josué, da cidade de Petrópolis, Rio de Janeiro. Teólogo, professor, marceneiro, formando em psicanálise clinica e sobretudo, pregador do evangelho de Jesus.

     

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *