Personalidade histriônica: significado na psicologia

Posted on Posted in Comportamentos e Relacionamentos, Psicanálise

É muito comum encontramos pessoas que desejam ser o centro das atenções.

Estamos falando daqueles indivíduos que sempre estão atraindo os olhares dos outros para a sua aparência ou para a sua capacidade de se comunicar.

Se você tem contato com pessoas desse tipo, fique atento à possibilidade de elas terem o transtorno de personalidade histriônica.

O que é a personalidade histriônica?

A personalidade histriônica é um transtorno que faz certas pessoas sentirem a necessidade de estar sempre em evidência.

Esse anseio pela visibilidade e por ser o centro das atenções pode trazer diversos problemas a vida do indivíduo histriônico.

10 Características das pessoas histriônicas

Para que você possa entender melhor o que é histriônico e identificar os indivíduos que se encaixam nesse quadro, fique atento a algumas das principais características.

1. Os histriônicos são pessoas sedutoras

Em primeiro lugar, a pessoa que tem o transtorno de personalidade histriônica geralmente adota uma postura provocante e sedutora para impressionar quem está ao seu redor.

Suas roupas costumam ser chamativas e, quando conversam com outras pessoas, elas tendem ao flerte.

Por essa razão, é possível que o comportamento do histriônico seja considerado ameaçador ou inadequado por outras pessoas.

Esta condição pode colocar o sujeito histriônico em problemas de vez em quando.

2. Este comportamento costuma se iniciar no final da adolescência

O comportamento exibido dá sinais durante a adolescência e se fortalece na idade adulta.

É a partir do início da idade adulta que o indivíduo buscará mais atenção, destaque social e elogios.

3. Grande preocupação com a aparência física

Em decorrência da constante busca por destaque, este indivíduo vai enaltecer o aspecto físico.

Ficará preocupado em mostrar o que tem, o quanto ganha, sobrevalorizar a vaidade.

4. Idolatria a símbolos de glamour e celebridades

A vaidade que o histriônico tem em relação a si também costuma valorizar nos outros.

Normalmente, este indivíduo costuma engrandecer a figura de personalidades consideradas fúteis mais que simbolizam grandeza e ostentação.

QUERO INFORMAÇÕES PARA ME INSCREVER NA FORMAÇÃO EM PSICANÁLISE

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Claro que uma pessoa histriônica pode se aproximar de pessoas com a mesma característica.

    Mas, como são pessoas competitivas, muitas vezes vão recusar seus iguais ou quem é visto como inferior.

    Ao mesmo tempo, valorizam celebridades ou até mesmo pessoas com quem conviva presencialmente, desde que sinta que esta pessoa é uma “quase celebridade”.

    5. Comportamentos exagerados em ambientes públicos

    É importante deixar claro que dificilmente um indivíduo com esse tipo de personalidade não será notado em um círculo de conversas.

    Isso porque ele fará o possível para estar em evidência.

    Para isso, ele provavelmente irá narrar histórias de sua vida em que ele esteve em proeminência (podendo até inventar fatos para interessar os seus interlocutores).

    Ideias megalomaníacas, roupas espalhafatosas, tom de voz elevado, necessidade de falar de viagens e bens, elogios desmedidos aos filhos ou cônjuge, histórias fantasiosas com o objetivo de se destacar.

    Esses são alguns dos recursos empregados em ambiente com muitas pessoas.

    6. São pessoas dramáticas e com emoções superficiais

    A carência de atenção das pessoas que têm esse transtorno pode levá-las a se portar inadequadamente em situações em que eles não estão em destaque.

    Dessa forma, uma mulher histriônica pode usar um vestido branco e extravagante em um casamento, por exemplo.

    Além disso, um homem histriônico também pode agir de forma histérica para chamar a atenção de seus colegas de trabalho.

    7. Histriônicos possuem comportamento afeito a escândalos

    Também é possível que ele faça algum escândalo para chamar atenção do seu grupo.

    Sobre as pessoas que têm esse transtorno, também é importante afirmar que elas geralmente dão demonstrações públicas de suas emoções de forma exagerada.

    Assim, podem reagir a certos acontecimentos de maneira desproporcional. Em geral, isso traz muito constrangimento para seus familiares e amigos.

    Elas também podem mudar suas emoções de forma muito rápida.

    Em um momento ela pode estar desesperada e, em seguida, mostrar-se perfeitamente calma.

    Por essa razão, muitas pessoas consideram os histriônicos como pessoas dissimuladas e falsas.

    8. São pessoas volúveis que necessitam de afirmação

    Pessoas com transtorno histriônico são volúveis e necessitam de aprovação alheia.

    Consequentemente, mudam rapidamente de opinião para agradar quem está próximo.

    Isso dificulta a defesa de suas posições, pois fazem afirmações convictas sem conhecimento real do assunto.

    Visando serem aceitos, adaptam sua vida aos conhecidos, mudando hobbies, estilo e até presenteando outros para agradá-los.

    9. Pessoas histriônicas têm dificuldades de se relacionar

    Os histriônicos também costumam agir de maneira íntima com pessoas com quem eles não têm tanta convivência.

    Isso acontece por causa da carência que eles têm de atenção.

    Além disso, eles também costumam fazer amizades de maneira rápida devido às suas habilidades de sedução e ao seu carisma.

    10. Tendência à carência, à tristeza e à depressão

    Por outro lado, os relacionamentos dos indivíduos que têm esse transtorno costumam ser conflituosos uma vez que os histriônicos tendem a ser carentes e manipuladores.

    Pode-se afirmar que é bem possível que uma pessoa que tem esse transtorno faça ameaças de suicídio àqueles que tentam se afastar dela.

    Pessoas assim vão criar uma expectativa de realidade e de aparência que é difícil de se sustentar o tempo todo.

    A energia psíquica para manter a máscara desta pulsão de vida a pleno vapor é custosa.

    Somando o desgaste psíquico com os conflitos potenciais de relacionamento, essas pessoas são propensas a desenvolver depressão.

    Considerações finais sobre a Personalidade Histriônica

    Em síntese, é importante que pessoas com transtorno de personalidade histriônica sejam acompanhadas por profissionais de saúde mental, pois assim terão mais qualidade de vida, autoconhecimento e poderão estabelecer relacionamentos mais duráveis.

    Como visto, quem sofre desse transtorno vive muitos conflitos devido à grande necessidade de estar em evidência e tem dificuldades de se relacionar.

    Se tiver oportunidade, indique um psicólogo, pois isso permitirá que essas pessoas entendam melhor seu comportamento e necessidade de aceitação. Elas não são más, apenas precisam de ajuda para se compreenderem melhor.

    Sugiro aprofundar seus conhecimentos sobre a personalidade humana, o que gerará autoconhecimento e permitirá compreender melhor a mente das pessoas.

    Nossa recomendação é o curso de Psicanálise Clínica, com 12 módulos online e certificado que o habilitará a trabalhar em clínicas e empresas, contribuindo para a qualidade de vida e melhores relacionamentos.

    As aulas são 100% online, permitindo acesso a qualquer hora e lugar com internet, sem necessidade de horários fixos. O conteúdo pode ser aplicado em diversas áreas profissionais, não apenas para psicanalistas.

    Se gostou do artigo sobre o transtorno histriônico, compartilhe-o, pois esse problema é pouco conhecido e muitas pessoas precisam de ajuda.

    Convido você também a ler os demais textos do blog relacionados à psicanálise. Invista em seus estudos para realização profissional!

    14 thoughts on “Personalidade histriônica: significado na psicologia

    1. Monforte Lopez disse:

      Muito boa a explicação do texto.

    2. David Ferreira da Silva disse:

      Muito bom o artigo, possibilitando reconhecer as características desse transtorno, aparentemente bastante comum. Se permitem a sugestão, penso que seria interessante, se puderem, publicar complemento com relação à etiologia do transtorno (formação da personalidade, distribuição pulsional, narcisismo, traumas…).
      Fico imensamente agradecido pela oportunidade de ter lido e aprendido.
      Obrigado IBPC!

    3. Marcos Henrique Vieira dos Santos disse:

      Vocês, a cada matéria, se superam em esclarecimento e profundidade…
      Parabéns…

    4. Guaraciaba Roldan disse:

      Boa noite. Muito interessante. Está o histrionico paralelo a personalidade de transtorno Narcisista? Obg pelo artigo .

    5. Adriana Ferreira Godinho Bitarães disse:

      Interessante saber sobre os transtornos de personalidade, estudo no meu tempo e todos os dias aprendo algo funcional pra minha profissão, a formação é completa, depende do aluno procurar ser o melhor porque as ferramentas estão aqui em @psicanaliseclinica.com

      1. Psicanálise Clínica disse:

        Adriana, muito relevantes seus apontamentos. Ficamos felizes por estarmos juntos neste percurso de reflexões sobre Psicanálise.

    6. Janete Ferreira disse:

      Muito bom Desculpe fazer uma pequena observação para não tirar a importância do texto. A palavra “adolescência” está com um sério erro de digitação…☺️

      1. Psicanálise Clínica disse:

        Obrigado, Janete. Foi corrigido no texto.

    7. Mirian Capistrano disse:

      Muito Bom! o Texto traz alusão a varias Pessoas que conheço, uma em especial, cheguei a me preocupar com ele, pois é como se eu percebesse a descrição de um retrato dela, então realmente isso é muito preocupante. Obrigada pelo texto esclarecedor.

    8. Márcia Regina Miguel Rodrigues disse:

      Artigo muito interessante e ilustrativo, de fácil compreensão. Obrigada!

    9. Romulo Caixa Ferreira disse:

      Conheço pessoas com estes traços de personalidade! Mas o que eu sei é que elas sofrem muito também.

    10. ANTONIO GERALDO COELHO disse:

      ótimo texto, amplia bem nossos conhecimento

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *