livro de Pierre Weil

Livro O Corpo Fala: resumo de Pierre Weil

Posted on Posted in Comportamento, Psicanálise e Cultura

O livro “O corpo fala”, de Pierre Weil e Roland Tompakow, foi lançado em 1986. A obra tenta desvendar como funciona a comunicação não-verbal do nosso corpo humano. Então, para saber mais sobre o assunto, te convidamos a ler o nosso post.

“O corpo fala” de Pierre Weil

O livro de Pierre Weil “O corpo fala: a linguagem silenciosa da comunicação não-verbal” tem o objetivo de mostrar como nós reagimos a vários relacionamentos que temos. De acordo com a sinopse da obra, para entender sobre essa comunicação não-verbal é necessário analisar os princípios subterrâneos que regem e conduzem o nosso corpo.

Só dessa forma será possível compreender gestos, expressões e atos corporais que expressam os nossos sentimentos e nossas concepções. Com a intenção de explicar o conteúdo de forma simples e didática, a obra apresenta 350 ilustrações.

Resumo do livro “O corpo fala: a linguagem silenciosa da comunicação não-verbal”

De modo geral, o livro de Pierre Weil e Roland Tompakow possui duas partes, sendo uma teórica e uma parte prática. É na última que há figuras explicativas para compreender a quais expressões corporais os autores estão se referindo.

Início

No primeiro capítulo da obra, os autores apresentam os três animais como parte do vocabulário do livro. São eles: o boi, o leão e a águia.

Aliás, é no segundo capítulo que os autores também comparam o nosso corpo humano com uma esfinge dividida em três partes:

  • boi – representa o abdômen da esfinge e significa vida vegetativa e instintiva, onde moram os desejos;
  • leão – equivale ao coração, onde está o emocional do ser e abrigam-se sentimentos como amor, ódio, medo, raiva etc;
  • águia – representa a cabeça, local em que fica armazenada a parte intelectual e espiritual do ser.

Assim sendo, o ser humano é conjunto de tudo isso. Destaca-se a ideia de que é possível dominar os três inconscientes citados anteriormente.

Saiba mais…

Durante os demais capítulos do livro, Pierre Weil e Roland Tompakow explicam como esses símbolos têm relação com nosso corpo. Cada representação equivale a uma expressão corporal, que ocorre por meio de gestos e expressões. Além disso, representa o estado emocional da pessoa, como timidez e submissão.

Outro ponto abordado na obra é que todas as nossas partes do nosso corpo têm um papel fundamental. Por isso, cada uma delas tem um significado e são carregadas de informações necessárias para compreender o que a pessoa está pensando ou sentindo.

Finalização do livro “O corpo fala: a linguagem silenciosa da comunicação não-verbal”

Na parte final do livro, os autores explicam que sentimentos como medo e fome são expressos por meio de atitudes corporais. Algumas expressões que são tratadas no livro são, por exemplo:

  • roer as unhas é um sinal de tensão;
  • ficar com queixo apoiado nas mãos representa uma espera paciente.

Saiba mais…

Um outro ponto abordado no livro é que a linguagem não verbal, muita vezes está relacionada com a linguagem verbal. Por conta disso, é necessário levar em consideração todos esses aspectos para compreender o que outra pessoa está pensando.

Leia Também:  Poder do pensamento positivo: mitos e verdades

Além disso, um passo fundamental na hora de compreender o que o corpo está falando é colocar-se no lugar do outro.

As principais ideias do livro o corpo fala

Várias ideias do livro “O corpo fala: a linguagem silenciosa da comunicação não-verbal” são bastante importantes. Contudo, resolvemos selecionar alguns gestos e expressões e quais são os seus significados. Por exemplo:

Cumprimento

A forma de cumprimento de uma pessoa tem muita relação com ela pensa. Por exemplo, um aperto forte é sinal de que não há restrições naquela conexão. Já a mão frouxa é sinal de que a pessoa possui medo de se envolver.

Modo de sentar

Outra questão que deve ser levada em consideração é o modo como uma pessoa senta e como dispõe objetos em algum lugar. Se ela estiver “protegendo o boi” com uma pasta ou uma bolsa, significa que ela não está à vontade.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Pés

    Até os pés tem sua importância. Caso os pés da pessoa estejam na direção de uma determinada pessoa, significa que ela tem certo interesse nesse indivíduo. Agora, se o pé estiver direcionado para a porta, ela deseja sair do ambiente.

    Braços

    Manter os braços cruzados no peito significa que a pessoa não deseja mudar de opinião. Além disso, outro significado para esse gesto é que a pessoa em questão não quer aceitar o que estão lhe dizendo.

    Mãos

    As mãos são os principais membros do nosso corpo e estão sempre se movimentando. Assim, por isso, elas têm relação com as emoções. Por exemplo, ao puxar o próprio cabelo, sugere-se que a pessoa está buscando uma grande ideia. Já os cotovelos apoiados estão tentando delimitar o espaço quando a pessoa estiver se sentindo intimidada.

    Caso as mãos estejam na frente da boca, isso significa, de modo geral, que a pessoa quer falar alguma coisa, contudo não encontra uma oportunidade. Ainda sobre as mãos, se elas estiverem cruzadas para trás é um indicativo que a pessoa não concorda com algo que está sendo discutido.

    Por fim, as mãos fechadas demonstram certa insegurança. É como se o indivíduo estivesse tentando agarrar algo para que não caia.

    Tórax

    O tórax também expressa bastante o que a pessoa está pensando. Se ela estiver estufando essa parte do corpo, significa que ela deseja se impor e se mostrar superior diante dos outros.

    Já ao contrário, demonstra que a pessoa se sente reprimida ou dominada por uma determinada situação que ocorre naquele momento. Além disso, o aumento repentino da respiração significa que uma pessoa está se sentindo tensa ou passando por emoções fortes.

    Cabeça

    Por fim, caso a cabeça esteja encolhida entre os ombros significa que ela está agressiva. Já se estiver apoiado nas mãos demonstra que ela está paciente.

    Saiba mais…

    Como já dissemos ao longo do post, a comunicação verbal e a não-verbal precisam estar em concordância. Só dessa forma a comunicação será um processo coerente e completo.

    Para isso, é importante estar atento ao fato de que podemos transmitir uma mensagem verbal bem diferente de uma mensagem corporal. Logo, as duas maneiras se fortalecem. Embora essas informações sejam assertivas, sempre estão sujeitas a alguma subjetividade. Afinal, estamos falando de relações humanas.

    Leia Também:  12 piores defeitos de uma pessoa

    Por isso, é fundamental se colocar no lugar da outra pessoa. Só assim, haverá interpretação correta e maior controle das situações. Além disso, ao ter essa habilidade você perceberá os sinais de abertura, de atração ou de tédio, e poderá agir de maneira adequada para conduzir uma interação.

    Considerações finais sobre livro o corpo fala

    Ao ler o livro de Pierre Weil e Roland Tompakow, você perceberá que de fato o corpo fala! Aliás, você terá boas ferramentas para saber lidar em qualquer tipo de situação.

    Agora que você entendeu sobre o livro “O corpo fala”, temos um convite para você! Conheça o nosso curso online de Psicanálise Clínica. Com as nossas aulas você poderá saber mais sobre essa área tão rica do saber humano. Então, inscreva-se já e comece ainda hoje uma nova mudança na sua vida!

    2 thoughts on “Livro O Corpo Fala: resumo de Pierre Weil

    1. Esse livro é excelente. Já o tinha lido emprestado, mas preciso comprar e lê-lo novamente, pois é muito bom; aprendi muito com ele.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.