livro o morro dos ventos uivantes

O Morro dos Ventos Uivantes: resumo do livro de Emily Bronte

Posted on Posted in Psicanálise e Cultura

À princípio, O Morro dos Ventos Uivantes parece uma linda história de amor que, possivelmente, teria um final feliz. Mas, na verdade, no decorrer da trama ocorrem reviravoltas e, entre bonzinhos e malvados, tem um fim trágico e triste.

Em suma, o livro traz a história de um menino adotado pela Família Earnshaw, que, então, recebe o nome de  Heathcliff. Em meio à sociedade inglesa da época, ano 1801, há um grande preconceito quanto esta adoção, inclusive do seu próprio irmão afetivo, Hindley.

Ao contrário do que aconteceu com a irmã. Como em um encontro de almas, Catherine e Heathcliff, vivem um amor profundo, que somente aumenta no decorrer dos anos. Porém, na fase adulta, acabam tomando caminhos diferentes, que resultam em acontecimentos terríveis.

O Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Bronte

Embora a trama se desenvolva entre Catherine e Heathcliff, a riqueza dos demais personagens, fazem a história ser mais profunda e envolvente. Sendo assim, para que você não se perca nesse mundo surpreendente de Ventos Uivantes, acompanhe tudo visualizando esta árvore genealógica:

Morro dos Ventos Uivantes
Morro dos Ventos Uivantes

Ao centro da história, estão Heathcliff e Catherine, que possuem um laço além da vida, que fica entre as extremidades de amor e obsessão. Heathcliff, aquele menino pobre e humilhado, se torna um homem dominado por vingança e ódio.

Principalmente quando seu amor se casa com outro homem Edgar Linton. A partir desse momento, as consequências a todos os personagens são irreparáveis, fazendo-os trilhar caminhos tortuosos e cruéis.

Sobre a autora Emily Brontë

A autora de Morro dos Ventos Uivantes, Emily Brontë (1818-1948), filha de um sacerdote, nasceu e cresceu em um lugar afastado da Inglaterra. Emily, mal saía de casa, dedicando-se aos afazeres domésticos e estudos.

Porém, quando passou a trabalhar exaustivamente como professora, acabou doente, sobretudo por sua frágil saúde. Ela nunca se casou e morreu aos 30 anos de idade, mas, antes, em 1847, publicou a primeira edição de sua obra Ventos Uivantes. 

Publicada em meio a era vitoriana, a obra causou choque à sociedade, criando turbulentos protestos, com muitas críticas. A história causou indignação à sociedade inglesa, dita como civilizada. Mas, em suas próximas edições, a obra passou a ser considerada um dos maiores clássicos da literatura.

Resumo de Morro dos Ventos Uivantes

A história é narrada pela governanta Nelly Dean e acontece em uma pequena zona rural da Inglaterra, na casa da família Earnshaw. Em 1801, o Sr. Earnshaw, adota um menino, morador de rua que vivia em condições de extrema pobreza. Agora, Catherine e Hindley tinham um novo irmão, Heathcliff.

Entretanto, Hindley rejeita seu irmão adotivo Heathcliff, tornando-os inimigos do início ao fim. Logo após, algo surpreendente acontece, os irmãos afetivos se apaixonaram. No entanto, com a morte do pai, Sr. Earnshaw, Hindley assumiu a casa e fez de tudo para separá-los.

Diante dos ditames sociais da época, o casamento unicamente por amor era improvável. Então, Catherine se casa com Edgar Linton, momento em que tudo desmorona. Para podermos resumir toda a história e despertar sua curiosidade para leitura, vamos saber mais sobre os principais personagens.

Principais personagens do livro Ventos Uivantes

Heathcliff

Como falamos anteriormente, Heathcliff é um dos protagonistas de O Morro dos Ventos Uivantes. Com um passado de maus tratos e abandono, muda sua vida quando é adotado pelo Sr. Hareton Earnshaw. Quando que, quase imediatamente, se apaixona por sua irmã afetiva Catherine.

Sabendo do noivado da sua amada, ele some durante anos. Ao retornar, é um homem rico e a procura de vingança. Mas ainda assim, não consegue chegar a tempo, pois Catherine havia, há pouco, se casado com Edgar. Logo após, ficou grávida e muito doente.

Em resultado, eivado de muito ódio, arruína a vida de todos a sua volta, e também nas gerações futuras. Começa sua saga vingativa fugindo e casando-se com a irmã de Edgar, Isabella Linton.

Porém, o sentimento de vingança é fortalecido quando sua amada Catherine falece. Então, não suportando sua dor, comete suicídio.

Catherine Earnshaw

Em Morro dos Ventos Uivantes, a menina apaixonada por Heathcliff não aceita fugir para viver este amor proibido. Então, aceita o casamento arranjado com Edgar Linton. Entretanto, esta foi a receita para o desastre, pois nunca conseguiu superar seu amor. Então, despertou sentimentos de arrependimento, desespero e obsessão.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ



    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Psicanálise.

    Na trama, Heathcliff desaparece em dois períodos:

    • 1°: ao saber de seu noivado com Edgar, ficando fora durante 3 anos;
    • 2°: após o casamento, quando fugiu e se casou com Isabella Linton.
    Leia Também:  Freud e a Educação: psicanálise aplicada ao ensino-aprendizagem

    Nesse sentido, em seu segundo retorno, o resultado foi ainda mais catastrófico. Catherine falece em trabalho de parto, porém sua filha Catherine Linton sobrevive. Sobremodo, o seu falecimento levou seu amado Heathcliff à beira da loucura, despertando nele um homem sádico e amargurado.

    Hareton Earnshaw

    O irmão biológico de Catherine passou da glória a ruína rapidamente. Logo após a morte do seu pai, herda a fortuna e assume os negócios. Casando-se com Frances, se vê destruído quando sua amada morre, quando dava à luz a Hareton Earnshaw.

    Se você ficou um pouco confuso, volte à Árvore Genealógica da imagem acima que entenderá.

    Catherine Linton

    Finalmente o equilíbrio da família é retomado em Morro dos Ventos Uivantes, anos depois, com Catherine Linton, fruto da união de Catherine Earnshaw e Edgar Linton. Ainda que tenha passado pelas garras de vingança de Heathcliff, então seu tio, a jovem consegue ter um final feliz.

    Basicamente, Catherine Linton casou-se com o filho de Heathcliff, chamado Linton Heathcliff. Porém, com uma saúde debilitada, o jovem morre rapidamente.

    Logo após, Catherine Linton cede aos encantos de Hareton Earnshaw. Lembram dele? Assim, já no final da história, encerrando o ciclo de tragédia familiar, os jovens se casam.

    A história de Ventos Uivantes e a Teoria da Psicanálise

    Neste sentido, vale a pena entender os aspectos da condição humana dos personagens de Morro dos Ventos Uivantes. Assim, a teoria da psicanálise freudiana é observada na relação entre Heathcliff, Catherine e Edgar, através do id, ego e superego.

    Para aqueles que amam um romance literário, possivelmente amarão esta obra. Sobretudo aos aspectos psicológicos dos personagens, que rompem os limites do aceitável. Entre amor, vingança, sofrimento e egoísmo, a obra mostra os desastres que estes sentimentos podem acarretar.

    Então, gostou da história e quer saber mais sobre o comportamento humano? Conheça nosso curso de formação em Psicanálise.

    Além disso, se gostou deste resumo, curta e compartilhe em suas redes sociais. Assim, nos incentivará a continuar sempre produzindo bons conteúdos.

    2 thoughts on “O Morro dos Ventos Uivantes: resumo do livro de Emily Bronte

    1. Parece que os “bastidores” da História de Daiana, teve certas “similaridades” com a “ficção” embora separadas por pouco mais de um século! Quem sabe, no Reino Unido, era pós Rainha Elizabeth, tenhamos um escritor que possa trazer tais “bastidores” da História Britânica! Um dos filhos da carismática Daiana, já fez o que eu chamo de resgate histórico deixando a “pompa Real”, onde ao ir ao velório do Avô deixou mais nitido os motivos de ter se tornado um “homem do povo”, legado deixado pelo próprio Avô que não era de seguir os protocolos sociais da realeza, sempre de bem com a vida: soube viver!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.