o-que-faz-psicanalista-profissao

O que faz um psicanalista, afinal?

Posted on Posted in Psicanálise

Foi-se o tempo em que a psicanálise era uma opção de tratamento apenas para pessoas que sofriam de transtornos mentais. Atualmente, hoje ela é vista como uma ótima maneira de ampliar o autoconhecimento, o controle emocional e tratar de posicionamento social e profissional. Assim, com a aceitação e o crescimento de profissionais que trabalham com o psíquico humano, uma questão se faz muito presente: o que faz um psicanalista? Como funciona a tal profissão “psicanalista”? O que faz um profissional de Psicanálise?

 

Psiquiatra, psicólogo e psicanalista

Antes de responder essa pergunta, é importante conhecer algumas diferenças de formação e atuação entre as profissões que muitas pessoas acreditam tratar da mesma coisa. São elas: o psiquiatra, o psicólogo e o psicanalista.

O psiquiatra é um profissional da área da medicina que realiza uma especialização em psiquiatria após sua conclusão de curso. Ela é feita entre 2 e 3 anos, abrangendo educação em neurologia, psicofarmacologia e treinamentos para diferentes modos de atuação. Com o curso concluído, ele está apto a prescrever medicamentos, coisa que o psicólogo não pode realizar.

Durante a formação superior em psicologia, o psicólogo estuda os processos da mente e comportamento humano, como sentimentos, razão e pensamento. O bacharelado e licenciatura possuem 4 anos de duração, completando 5 para a conquista do título de psicólogo. Durante o curso, ele recebe educação para diversos modos de atuação, como psicodiagnóstico, psicoterapia e outros. Quando formado, o profissional pode atuar com psicologia clínica, social, profissional (relacionada ao trabalho) e escolar.

Por final, o psicanalista é quem se forma em psicanálise, método de terapia criado por Sigmund Freud. Nele, o profissional se torna apto a realizar interpretações de ações do inconsciente de ações, palavras e imaginação do indivíduo. Diferente das outras duas profissões citadas, o psicanalista pode adquirir sua formação em diversas áreas da educação de nível superior.

 

O que faz um psicanalista?

O paciente busca a ajuda do psicanalista para ampliar o seu autoconhecimento, compreender suas angústias, pensamentos e ações e, assim, trabalhar seus processos mentais com foco no presente e futuro de sua vida. Neste modo, o psicanalista trabalha com as emoções e sentimentos do indivíduo, auxiliando-o a evoluir seu inconsciente, encontrando respostas para superar suas dores e questões internas.

É trabalho do psicanalista adentrar o plano inconsciente do paciente e trazer sonhos, lembranças e símbolos, com uso de técnicas. Todo esse processo é benéfico ao paciente, que compreende melhor a si mesmo e, com o tempo, se torna apto a superar traumas, dores, medos e outros tipos de transtornos.

 

O que o psicanalista não pode fazer?

Tarefas regulamentadas a profissões da área da medicina, como psicólogo e médico, não são funções do psicanalista. Assim, não cabe a ele diagnosticar e tratar doenças, receitar medicamentos ou realizar encaminhamentos à área médica. Elas só são permitidas, caso o psicanalista tenha uma formação na área da saúde.

Como a psicanálise é relacionada apenas à orientação, não cabe ao psicanalista realizar testes ou abordagens de psiquiatras e psicólogos. Todas as tarefas permitidas a essa profissão são abordadas durante o curso de formação do psicanalista.

 

12 Áreas de Atuação do Psicanalista

Para finalizar a explicação sobre o que faz um psicanalista, a seguir iremos detalhar as 10 principais áreas de atuação e como elas são realizadas:

 

1. Avaliação de comportamento

O psicanalista pode entrevistar pessoas, recrutar dados, observar situações e escutar as pessoas. Ele deve definir o instrumento de avaliação, realizá-lo, elaborar um diagnóstico e sempre apresentar uma devolutiva ao paciente.

 

2. Análises e tratamentos

É dever do psicanalista propiciar um espaço de acolhimento e oferecer suporte emocional ao paciente. Durante os tratamentos, cabe a ele interpretar os conflitos vividos e promover benefícios de acordo com o que foi proposto. Assim, como desenvolver relações interpessoais, a percepção internar e mediar grupos a fim de solucionar as questões que o envolvem, podendo ser individual, em família ou no ciclo profissional.

 

3. Orientação

Durante as análises, é função primordial do psicanalista propor diversas soluções para os problemas do paciente. Elas são apresentadas através de aconselhamentos e orientação de decisões, baseadas em técnicas específicas para cada situação.

 

4. Acompanhamento

É tarefa do psicanalista acompanhar os resultados de suas intervenções e a evolução do caso proposto pelo paciente.

 

5. Educação

O psicanalista também poderá realizar ações relacionadas à educação. Assim, ele está apto a ministrar aulas, supervisionar profissionais, formar outros psicanalistas, criar cursos profissionalizantes e aplicar treinamentos.

 

6. Pesquisas experimentais, teóricas e clínicas

Um outro caminho que pode ser seguido pelo psicanalista é o das pesquisas. Ele pode investigar o psíquico humano, rever metodologias e estabelecer ligações de parâmetro em pesquisas, desenvolver novos instrumentos de análise, coletar e organizar dados, e investigar novas ações de comportamento do indivíduo ou grupos analisados.

 

7. Coordenação de equipes de atividades

Qualquer equipe pode receber o acompanhamento de um psicanalista para melhorar o seu desempenho e busca por resultados, seja qualquer a sua área de atuação ou objetivo proposto. O psicanalista está apto a planejar e programar atividades gerais, trabalhar a dinâmica e acompanhar todo o processo de realização da mesma. Também pode ser aplicada funções a ele, como coordenar reuniões e grupos de estudo, organizar eventos e avaliar propostas e ações.

 

8. Participação de atividades

Entre outras funções que o psicanalista pode exercer estão as relacionadas a ampliação de sua área de atuação. Assim, ele pode acompanhar palestras, debates e seminários, participar de reuniões científicas e publicar artigos e livros. Ele também pode englobar comissões técnicas e até participar de eventos a fim de divulgar práticas da psicanálise e fornecer informação a meios de comunicação e organizações.

 

9. Tarefas Administrativas

Pode parecer estranho em primeira compreensão, mas o psicanalista está apto a realizar qualquer tipo de tarefa administrativa. Funções como redigir relatórios, criar cadastros, receber pessoas, compor reuniões técnicas e levantar dados sobre o desempenho do corpo profissional são apenas algumas dessas tarefas que ele pode exercer.

 

10. Lecionar na área de Psicanálise

O profissional poderá ser um professor de psicanálise, em faculdades de diversas áreas (especialmente cursos de artes e humanidades), cursos livres ou cursos técnicos (como cursos de técnico em enfermagem; alguns desses cursos têm matéria Psicanálise).

 

11. Ser um coach, mentor ou consultor

O profissional que já atua em um nicho específico (como um profissional de life coaching, coaching financeiro ou um personal trainer), ou mesmo é um profissional que trabalha com alguma forma de orientação ao público (um vendedor, um líder comunitário ou religioso, um assistente social, um profissional liberal, um profissional da saúde, um professor etc.), você pode ter a formação em Psicanálise como um diferencial, que vai potencializar seu currículo e permitir que compreenda melhor a mente e o comportamento de seu cliente, ajudando este a ter melhores resultados.

 

12. Demonstração de competência profissional

Para finalizar, este último tópico é a base para qualquer tipo de profissional. Para o caso do psicanalista, é dever dele seguir a risca o código de ética profissional. Assim, ele necessita demonstrar bom senso, manter sigilo, ser humano, manter-se atualizado sobre diversos assuntos (e não apenas em sua área de atuação), respeitar valores e crenças, ter autonomia de pensamento e compreender os limites de sua atuação.

Esperamos que este conteúdo tenha tirado todas as suas dúvidas sobre o que faz um psicanalista. Mas, caso você ainda tenha alguma questão a ser resolvida entre em contato com a gente. Tentaremos ao máximo tirar a sua dúvida.

 

Você também ama a Psicanálise, como nós?

A Psicanálise é um domínio deslumbrante, sem dúvida o maior aparato já construído para a compreensão da mente humana. E, se considerarmos que compreender a própria mente deveria ser o principal motivo de nossa existência, a Psicanálise se mostra ainda mais importante.

Convidamos você a vir estudar conosco no nosso Curso de Formação em Psicanálise, totalmente on-line, com o valor mais acessível do mercado. Nossa finalidade não é lucrativa, mas sim promover o saber psicanalítico.

Veja que, enquanto cursos similares completos (que, como o nosso, contemplam o tripé teoria, supervisão e análise) custam acima de R$ 36.000, o nosso representa um valor infinitamente menor: apenas as horas de análise que você já terá inclusas no Curso já custariam mais que todo o valor de investimento pelo curso completo.

O Nosso Curso é direcionado para pessoas que buscam aprimorar o autoconhecimento, desenvolver melhores relações interpessoais, aperfeiçoar-se em outras profissões com o saber sobre a existência humana que a Psicanálise oferece e, até mesmo, capacitar-se para atuar como psicanalista clínico.

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

2 thoughts on “O que faz um psicanalista, afinal?

    1. Bom dia, Aline, tudo bem? Verifique se a escola: (1) é formada por psicanalistas; (2) é um instituto com sede regular e firma aberta; (3) oferece o tripé teoria / supervisão / análise. O Curso de nosso Instituto Brasileiro de Psicanálise Clínica contempla esses requisitos. Verifique mais informações em: https://www.psicanaliseclinica.com/faq. Estamos à disposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *